O fascinante, instrutivo, maravilhoso e perverso mundo dos cabos submarinos – Parte XII

Internet não existe: não há nenhum sito físico chamado “Informação Incorrecta”, não há nenhuma “nuvem” no ar com os nossos dados e aquela que o navegador apresenta é apenas uma sequência de dígitos, 0 e 1, ordenados de forma a proporcionar um sentido aos olhos do usuário. Um ambiente pós-físico…

Ler mais... O fascinante, instrutivo, maravilhoso e perverso mundo dos cabos submarinos – Parte XII

WEF 2022: a China defende a globalização (obviamente)

Um artigo no jornal de língua inglesa Global Times, ligado ao Partido Comunista Chinês, fornece uma antevisão das observações que Xi Jinping fará na Segunda-feira, na sessão virtual do Fórum Económico Mundial de Davos Agenda 2022, evento que este ano terá lugar em modo virtual. Escreve o diário: A convite…

Ler mais... WEF 2022: a China defende a globalização (obviamente)

Desde a Covid até a moeda digital

Sempre acerca das motivações económico-financeiras da Covid, o suíço Uncut News oferece uma retrospectiva histórica, analisando o que aconteceu após o final da Segunda Guerra Mundial, quando tinham sido tomadas medidas de política monetária muito dolorosas contra a inflação galopante e para enfrentar as dívidas de guerra. Em 1948 houve…

Ler mais... Desde a Covid até a moeda digital

Covid: falta o massacre na África (culpa dos jovens)

Há um pequeno problema: na África há poucas vacinas, ainda menos vacinados e, mesmo assim, a Covid não faz mossa. Reparou nisso Il Corriere della Sera e o diário italiano sentiu a necessidade de servir uma explicação para afastar qualquer dúvidas. Com resultados bastantes tristes. Entre tantos motivos de preocupação,…

Ler mais... Covid: falta o massacre na África (culpa dos jovens)

A “revolução” do Cazaquistão

O que se passa no Cazaquistão? Quase três milhões de km², 18 milhões e meio de habitantes, mais de 7.000 km de fronteiras com a Rússia, 1.200 km com a China. Ao observar um mapa podemos entender a relevância estratégica do País: Mais: uma abundante oferta de recursos minerais e…

Ler mais... A “revolução” do Cazaquistão

Relatório Mundial da Desigualdade 2022

No passado dia 7 de Dezembro foi publicado o novo World Inequality Report 2022 (“Relatório Mundial da Desigualdade”), um documento que pinta o quadro da disparidade nos rendimentos e da desigualdade de riqueza internacionais. A situação que emerge é aquela de um mundo caracterizado por uma desigualdade feroz, tanto entre…

Ler mais... Relatório Mundial da Desigualdade 2022

União Europeia: um futuro sombrio?

Das páginas de Voltaire.net, Thierry Meyssan propõe a sua visão acerca do presente e, sobretudo, do futuro da Europa. Vamos ler, tendo presente que Meyssan parece esquecer-se dum pequeno pormenor. A União Europeia inicia a sua dissolução de Thierry Meyssan   O Tratado do Quirinal, concluído entre França e a…

Ler mais... União Europeia: um futuro sombrio?

Europa: a teimosia “verde” faz aumentar o consumo de carvão

A publicação alemã Deutschen Wirtschaftsnachrichten (DWN, que podemos traduzir como “Notícias Empresariais Alemãs”, de propriedade do grupo sueco Bonnier) é o carvão que actualmente assegura o fornecimento de electricidade aos Alemães (no original: Kohle sichert derzeit die Stromversorgung der Deutschen) Segundo os dados do Instituto Federal de Estatística, o carvão…

Ler mais... Europa: a teimosia “verde” faz aumentar o consumo de carvão

Por que é que as cadeias de abastecimento estão a falhar?

Página da Mercedes Portugal: Devido a falhas de abastecimento, em determinados veículos poderão ocorrer, temporariamente, limitações na disponibilidade do módulo de comunicação (LTE). Isto afeta, em particular, os serviços Mercedes me connect, incluindo o sistema de chamada de emergência (eCall). Os concessionários Mercedes-Benz disponibilizam informações em atualização contínua. Dito duma…

Ler mais... Por que é que as cadeias de abastecimento estão a falhar?

Wall Street Journal: Biden é fraco, mais tensão.

Na véspera das conversações entre Biden e Putin, o Wall Street Journal publicou um editorial no qual criticou o Presidente dos EUA, acusando-o de ser demasiado brando com a Rússia, o Irão e a China. De acordo com o WSJ, a Administração americana deixou entender na Sexta-feira 3 de Dezembro…

Ler mais... Wall Street Journal: Biden é fraco, mais tensão.
%d bloggers like this: