Vacinas, as reacções adversas (até 09 de Abril de 2022)

Continuam a aumentar as vítimas das vacinas anti-Covid. A base de dados EudraVigilance, verificada pela Agência Europeia de Medicamentos (EMA), relata agora 43.005 mortes e 3.984.978 lesões após as injecções das vacinas experimentais. Estão presentes também as primeiras reacções adversas provocadas pelas vacina Novavax relatadas nas últimas 2 semanas: Um…

Ler mais... Vacinas, as reacções adversas (até 09 de Abril de 2022)

Feridos em guerra: decide a AI

Em Março passado, a DARPA (acrónimo da Defense Advanced Research Projects Agency) anunciou que estava a trabalhar num sistema inovador de inteligência artificial (o documento completo: Broad Agency Announcement) capaz de tomar decisões no campo dos cuidados de saúde. O projecto, chamado In The Moment, coloca pela primeira vez a…

Ler mais... Feridos em guerra: decide a AI

OMS: aborto sem limites

A Organização Mundial de Saúde (OMS) está a dedicar-se a tentar impor o aborto ilimitado a todos os Países do mundo. O problema reside neste termo: “ilimitado”. O que significa isso? O aborto deveria ser um direito de qualquer mulher. Todavia é reconhecido um limite temporal, passado o qual o…

Ler mais... OMS: aborto sem limites

Vacinas e reacções adversas: quando um tribunal faz as contas…

Curiosa decisão da Região da Sicília. Esta última é uma das quatro Regiões autónomas italianas com Valle d’Aosta, Friuli Venezia Giulia, Trentino Alto Adige e Sardegna: portanto tem o seu próprio Conselho de Justiça Administrativa que, com um decreto de 17 de Janeiro, tinha posto em causa as vacinas. Ontem,…

Ler mais... Vacinas e reacções adversas: quando um tribunal faz as contas…

A bio-caixa de Pandora

Não vamos entrar directamente na questão dos laboratório biológicos da Ucrânia. Apesar da Rússia ter pedido uma reunião da ONU acerca do assunto, apesar da OMS hoje ter recomendado à Ucrânia que destrua “agentes patogénicos de elevada ameaça” alojados nos laboratórios do País, a verdade é que faltam provas conclusivas…

Ler mais... A bio-caixa de Pandora

Covid: os documentos confidenciais da FDA foram publicados.

Talvez o Leitor se lembre de que a amada Pfizer e a U.S. Food and Drug Administration (FDA) tinham proposto que os documentos utilizados para conceder a aprovação de emergência à vacina Covid fossem mantidos em segredo durante os próximos 75 anos. O Juiz Distrital dos EUA Mark T. Pittman…

Ler mais... Covid: os documentos confidenciais da FDA foram publicados.

As epidemias de dança em tempo de stress

Num dia de Julho, Frau Toffa saiu da sua casa em Estrasburgo e começou a dançar na rua, aparentemente sem razão. A coisa continuou e, no prazo de uma semana, as pessoas já eram trinta e quatro. Depois dum mês eram 400 a dançar sem razão aparente. Hoje em dia…

Ler mais... As epidemias de dança em tempo de stress

Maio de 2024: a OMS é que manda

Enquanto somos entretidos com os acontecimentos da Ucrânia, a Organização Mundial da Saúde (OMS) está a preparar um “acordo internacional vinculativo sobre a prevenção e controlo de pandemias” ao abrigo do Direito Internacional. As negociações em Genebra já começaram. Originalmente, a manobra estava prevista para o dia 1 de Maio…

Ler mais... Maio de 2024: a OMS é que manda

Transcrição reversa intracelular da Vacina Covid-19 Pfizer

Os Leitores mais atentos devem ter reparado que, ao longo da “pandemia” e na questão das vacinas, Informação Incorrecta tem optado por basear a quase totalidade das suas publicações em documento “oficiais”, por assim dizer: dados e textos fruto do trabalho de pesquisadores reconhecidos e não de delírios conspiratórios. A…

Ler mais... Transcrição reversa intracelular da Vacina Covid-19 Pfizer

EudraVigilance: 40 mil mortos num ano. E aquela carta…

Saltitando duma emergência para outra, o risco é de perder o fio da discussão. Acabamos de sair da “pandemia” e eis que logo eclode uma guerra. Olhem só o acaso. E uma vez acabada a guerra? Tranquilos, haverá uma outra emergência: eu aposto num ataque informático de escala global, mas…

Ler mais... EudraVigilance: 40 mil mortos num ano. E aquela carta…
%d bloggers like this: