Biden: provas técnicas de…?

Com as últimas declarações do Presidente Joe Biden sobre a Crimeia, os Estados Unidos desenterraram o machado de guerra contra a Rússia. ZomBiden declarou que a península foi invadida pela Rússia e que os EUA apoiam o direito da Ucrânia a recuperar a posse da Crimeia. Estas declarações são suficientes…

Ler mais... Biden: provas técnicas de…?

O papel da Maçonaria na ascensão do Fascismo – Parte III

…e esta sim que é a última parte desta série. Resumindo: nos primeiros dias de Junho de 1940, com a evacuação de Dunkerque, os Aliados já não precisam da mediação de Mussolini. Este percebe que arrisca perder em três frentes: naquela diplomática, onde já não é necessário; naquela bélica, por…

Ler mais... O papel da Maçonaria na ascensão do Fascismo – Parte III

Covid-19: as resoluções da Coordination Santé Libre

Notícia de Global Research, um site interessante em língua inglês que todavia pode ser traduzido em tempo real: acedam ao site, espreitem em cima ao lado do título, onde está escrito Translate Website e escolham o idioma no menu em cascada. Há a versão portuguesa também e como tradução é…

Ler mais... Covid-19: as resoluções da Coordination Santé Libre

O papel da Maçonaria na ascensão do Fascismo – Parte II

O 1917 foi um ano muito difícil pelo exercito italiano: nas trincheiras adversárias já não há apenas os austríacos mas os alemães também que introduzem novas tácticas de combate. É aqui que nasce a derrota de Caporetto, um evento que quase entregou à Viena a vitória final: ainda hoje em…

Ler mais... O papel da Maçonaria na ascensão do Fascismo – Parte II

A violência dos imigrantes na França (e o silêncio dos media)

Na passada Sexta-feira, em Dijon (França), um rapaz tchetcheno de 16 anos é atacado por grupos de norte-africanos por causa do mercado ilegal da droga. Acaba no hospital. Chamado através dos social para a vingança, tchetchenos de toda a França reúnem-se em Dijon, acolhidos por norte-africanos armados com Kalashnikovs, facas…

Ler mais... A violência dos imigrantes na França (e o silêncio dos media)

Coronavirus: é guerra

Antes de ir para a cama, vou espreitar o correio e encontro um e-mail que obriga-me a reflectir. Vou para a cama e, em vez de contar as ovelhas, continuo a pensar até adormecer. O e-mail é de Olinda (que agradeço!) e num determinado ponto assim reza: “…aquilo que o…

Ler mais... Coronavirus: é guerra

Pepe Escobar: Por que a França está a esconder uma cura antivírus barata e testada

Traduzo e reporto um artigo de Pepe Escobar publicado há dois dias nas páginas de Asia Times. Não tenho outros dados, além daqueles fornecidos pelo Autor, que possam confirmar esta teoria, pelo que nem comento. Boa leitura!   Porque a França está a esconder uma cura antivírus barata e testada…

Ler mais... Pepe Escobar: Por que a França está a esconder uma cura antivírus barata e testada

França, hebraicos, islâmicos, Soros e arredores

[podcastplayer feed_url =’http://rss.castbox.fm/everest/37abea0fd77c4638888640f9faeb31d5.xml’ number=’10’ podcast_menu=” cover_image_url=” hide_cover=’false’ hide_description=’false’ hide_subscribe=’false’ hide_search=’false’ hide_loadmore=’false’ hide_download=’true’ accent_color=’#334fff’]Short Description [/podcastplayer]   Na semana passada, o nacionalista e intelectual anti-sionista francês Alain Soral foi condenado a dois anos de prisão por compartilhar um vídeo de rap intitulado Gilets-Jaunes. Quem é Alain Soral? Soral é uma figura…

Ler mais... França, hebraicos, islâmicos, Soros e arredores

França, a democracia feliz (com morto)

Um idoso no chão, estrangulado por um policia. Deve ser na Rússia. Só pode ser na Rússia, pois é aí que o regime actua contra os seus próprios cidadãos com estes métodos. Aqui, na Europa da livre Democracia, tais coisas não acontecem. Não somos bárbaros, há direitos. Mas então por…

Ler mais... França, a democracia feliz (com morto)

Franco CFA: colonialismo à francesa

O período colonial francês na África acabou há muito. Mas algo sobrou. O quê? Como sempre: sigam o dinheiro. O Franco CFA nasceu em 1945 no período colonial, tanto que a sigla CFA significava “Colónias Francesas da África” e no final da década de 1960, após a épocas das independências,…

Ler mais... Franco CFA: colonialismo à francesa
%d bloggers like this: