Covid: não há nenhum “caso Brasil”

Nas últimas semanas tivemos duas notícias constantemente repetidas acerca da Covid-19: a vacina AstraZeneca e as mortes no Brasil. Aqui falamos da carnificina epidémica no País sul-americano governado por Jair Bolsonaro. Que, obviamente, o PT acusa de “genocídio”, nada menos. Os artigos nas páginas do Partido dos Trabalhadores parecem retratar a obra do novo Nero que toca a lira na varanda enquanto o povo inocente morre de peste negra. Mas é mesmo assim?

Resposta curta e simples: não, trata-se de propaganda política.

Resposta cumprida: 4.000 mortes num único dia são muitas? Sim e não. São muitas em termos absolutos, não são muita sem termos relativos. Apesar de ser o País com o segundo maior número de mortes “de” Covid no mundo (depois dos EUA), é preciso comparar este número com a população. E no Brasil existem 211 milhões de habitantes.

Para fazer um exemplo prático: o impacto das 332.000 vítimas “de” coronavírus na população brasileira é muito inferior às 112.374 mortes em Itália que tem 60 milhões de habitantes. Se olharmos para o número total de vítimas, desde o início da epidemia até à data (sempre em relação ao número de habitantes), vemos que o Brasil está no 16º lugar nesta triste classificação. Não em primeiro, não em segundo, mas em décimo sexto lugar, abaixo de Portugal (15º). A Italia está em 12º lugar, os EUA em 14º lugar. No topo encontramos República Checa, Hungria, Bósnia, Montenegro e Bulgária. Outros Países da Europa Central muito afectados são a Eslovénia, Macedónia e Eslováquia, juntamente com Países da Europa Ocidental como Bélgica e Reino Unido.

Em Gibraltar, República Checa, San Marino, Hungria, Bósnia e Herzegovina, Montenegro, Bulgária, Macedónia, Bélgica, Eslovénia, Eslováquia, Italia, Reino Unido, EUA e Portugal morreu-se e muito mais do que no Brasil. Mas aí ninguém acusa o governo no poder de “genocídio”.

O Brasil é o mais afectado na América do Sul, mas os valores estão particularmente próximos do Peru (1.653 mortes/milhão no Brasil, 1.647 no Peru). Com a diferença que o Peru nunca chegou às primeiras páginas dos diários: porque será?

Número recorde de mortes num dia? O Brasil não é o País que regista o maior número de mortes por dia. De facto, desde 1 de Março, existem outros Países que registam uma taxa de mortalidade diária (mortes confirmadas “de” Covid-19 por 1 milhão de habitantes por dia) muito mais elevada do que o Brasil. No passado dia 6 de Abril: Hungria (24.6), Bósnia (23.2), Macedónia (18.7), Bulgária (14.8), Montenegro (13.6). O Brasil? (12.9). Não apenas estes Países (juntamente com a República Checa) registam uma taxa de mortalidade diária superior, mas também a taxa de crescimento é mais rápida do que a do Brasil.

Recapitulando. O Brasil não é o País com o maior número de mortes de sempre: primeiro há os EUA. Não é o País com o maior número de mortes em relação à população: fica em 18º lugar, atrás da Itália e de Portugal. Nem sequer é o primeiro País em termos de crescimento da taxa de mortalidade no último mês: antes há 5 outros Países europeus. E nem regista o maior aumento no número de mortes nas últimas duas semanas. Quanto à tendência na propagação dos casos, o Brasil está a registar um declínio (dados semanais), pelo que a tendência está a melhorar.

Resumindo: não há nada que torne o Brasil um caso “excepcional”, a não ser a propaganda partidária devidamente apoiada pelos órgãos de comunicação. Não há nenhum “caso Brasil” relacionado com a Covid, nenhuma “variante brasileira” que mate mais (doutro lado, é bom lembrar que a dita variante tinha chegado em Portugal também, passando praticamente despercebida). Existe, isso sim, um partido político que explora as mortes, semeando o medo entre os cidadãos, para ganhar a quem não conseguiu derrotar nas urnas.

Este é o verdadeiro “caso” do Brasil: um partido que não tem problemas em cavalgar as mortes (“de” Covid? “com” Covid? Nunca vamos saber) para os seus objectivos político. Espantem-se: quem faz isso não é um partido da obtusa Direita, é um partido “amigo do povo”.

Não é uma questão de opinião: é uma questão de números oficiais (WorldoMeter).

 

Ipse dixit.

Imagem: Lusa/Fernando Maia via Público

37 Replies to “Covid: não há nenhum “caso Brasil””

  1. Concordo que existe uma oposição raivosa fazendo barulho. Mas, se o governo fosse oposição e a oposição fosse governo, seria igual. Então não concordo que o Bolsonaro seja santo e o PT seja o demônio.

    Dito isto, o grande problema eh ter um presidente com baixo intelecto – eh a Dilma de direita – que fala bobagem sempre que tem oportunidade, que não une, mas desagrega, e que deixa seus filhos (possivelmente corruptos) governar em seu lugar.

    Sugiro a você amigo Max uma imersão no Brasil. Se tens Reddit, entre noa subreddits Brasil, Brasil do B e Brasil Livre – algo como um centro esquerda, extrema-esquerda e centro/extrema-direita, respectivamente. Faça uma pesquisa de campo, veja as barbaridades que o Bolsonaro fala ou já falou em sua vida.

    Genocida, na verdade, eh quem colocou este incompetente na presidência.

    1. Olá PcPons!

      Um dos problemas ao falar do Brasil é que ao acusar uma parte fica automaticamente implícito que estamos a torcer para a outra. Mas não esqueçam que eu não sou brasileiro e que não faço parte deste joguinho: em lado nenhum acusei o PT para defender Bolsonaro, longe de mim esta ideia. Aliás, o que escrevi há poucos dias foi exactamente o contrário: PT e Bolsonaro são duas faces da mesma moeda que tem como objectivo partilhado manter o Brasil tal como está. E posso acrescentar que ambos não estão a fazer os interesses do País mas sim aqueles de terceiros.

      1. Oi Max!

        Justo, você tem razão. Este é um male do nosso povo nestes tempos sombrios, e me incluio nesta.

        E sim, você está correto, nem PT nem Bolsonaro almejam genuinamente a recuperação do Brasil.

      2. Olá Max.

        Voltasse a falar de política ? Do PT e do Bozo de novo ? Está liberado ?

        Não vou expressar minha opinião sobre o sujeito que senta na cadeira de presidente, todos já sabem o que penso. Mas se vc tiver um tempinho (já que vc teve para pesquisar no site do PT ) procure o que esse sujeito fala nas “lives” dele. Depois vc me diga se ele quer a mesma coisa para o país do que o Lula ou qualquer brasileiro que tenha um pingo de consciência sobre o que é bom para o brasil.

        Se vc acha que é só o PT que ataca a postura do atual presidente?

        Pesquisou nos outros partidos? PSDB , PDT , Centrão?
        Viu a opinião dos governadores ? Inclusive os que se elegeram na chamada “onda 17”
        E dá chama midia de direita ? Revista Veja, Portal Terra ? Pesquisou ?
        Pesquisou na classe artística brasileira ? Na CNBB , nas Secretarias de Saúde dos estados ?
        Vc sabe como a imagem do PT está desgastada no brasil a ponto de criarem tendência ?
        Viu a lista do apoiadores da CPI mostrada pelo PCPONS?

        Então, por favor, não espalhe coisas que vc não sabe.

        O brasil é um país imenso , mas sua população está mal distribuída. Talvez uma das exceções seja o estado de Sanca Catarina. Mas o RIo Grande do Norte, por exemplo, quase metade da população vive na sua capital. São Paulo é uma cidade monstro de 12 milhões. Então com a tendência de pessoas se aglomerarem, o impacto do aumento do numero de mortes num período curto , é sentido pelos seus habitantes, sim.

        Mostrei os dados de todos os óbitos, enquanto a média do crescimento de mortes no primeiro trimestre aumentou 5% nos últimos 4 anos, de 2020 para 2021 , aumentou 40%.

        O mês de Março/2021, na região sul, foi o mês que houve mais mortes do que nascimentos. Foi a primeira vez que isso aconteceu desde que se começou a fazer esta medição.
        Em 12 das 50 maiores cidades com mais de 500.000 habitantes isso também aconteceu e Março bateu o recorde de mortos , apesar do período de pico, outrora ser nos meses de inverno.

        Nunca vi tantas pessoa conhecidas morrerem em minha volta em tão pouco espaço de tempo.
        Nunca vi tantas pessoas saírem tão abatidas e com sequelas após saírem de uma gripe sazonal.

        “Resumindo: não há nada que torne o Brasil um caso “excepcional”, a não ser a propaganda partidária devidamente apoiada pelos órgãos de comunicação. Não há nenhum “caso Brasil” relacionado com a Covid, nenhuma “variante brasileira” que mate mais (doutro lado, é bom lembrar que a dita variante tinha chegado em Portugal também, passando praticamente despercebida). Existe, isso sim, um partido político que explora as mortes, semeando o medo entre os cidadãos, para ganhar a quem não conseguiu derrotar nas urnas”

        Sério, Max ? É tudo propaganda do PT , apoiado pela mídia ? Vc não tem a minima idéia do que está dizendo.

        Começo a ficar propenso a não acreditar mais no que vc escreve.

        1. “Ainda bem que natureza, contra a vontade da humanidade, criou esse monstro chamado coronavírus”. Luís Inácio Lula da Silva , aquele que quer o bem do Brasil, em entrevista no mês de maio/20. Realmente uma grande alma.

          1. Ele disse isso, numa frase equivocada, quando se referia ao povo poder contar com o Estado para tratar de um problema de saúde publica e de forma gratuita.
            No dia seguinte, ele viu que a frase foi mal formulada e pediu desculpas.

            https://www.poder360.com.br/coronavirus/lula-pede-desculpas-por-frase-sobre-covid-19-totalmente-infeliz/

            Eu sei disse , vc sabia disso . Aqui não tem nenhum idiota, mas mesmo assim vc tentou levianamente deturpar.

            Tal eleitor / tal candidato.

          2. Mais de 400 laboratórios ativos manipulando a biologia nos últimos 20 anos e tem gente que ainda tem o displante de culpar a natureza.

        2. Olá Sérgio!

          “Começo a ficar propenso a não acreditar mais no que vc escreve.”

          Sérgio não acredita em quê? Sérgio, falamos de dados, entendeu? Não “opiniões” mas números e operações aritméticas bastante simples: trata-se de somar e depois comparar. Está um link no artigo: siga, faça as suas contas e irá descobrir que o Brasil não é o País onde a Covid fez mais estragos.

          Talvez nunca fui claro acerca deste ponto mas aproveito para esclarecer já: a verdade pura e simples é que ninguém está obrigado a frequentar Informação Incorrecta. É possível parar em qualquer altura sem pagar coimas: não há fidelização. Doutro lado estamos a falar dum blog cujo autor (segundo as recentes afirmações de Sérgio):

          – não lê os comentários
          – não vê os links que os Leitores enviam
          – diz falsidade
          – fala de coisas que não entende

          Sérgio, sejamos honestos: não há uma só razão pela qual poderia fazer sentido seguir estas páginas. Melhor deixar de frequentar antes que seja o blogueiro a ficar farto de ser insultado.

          1. As estatísticas que vc mostra são válidas quando vão de acordo com suas idéias;

            As informações de Anonymous são apresentadas como fidedignas, mas quando mostro informações das escutas do Intercept Brasil ( que foram periciadas pelo STF, como áudios legítimos) , vc nem levou em consideração.

            Quando mostro os dados dos registros dos cartórios de todas as mortes, para tentar analisar o impacto da covid , vc me questionou . Mas usou dados os VAERS quando eles mesmos afirmam que qualquer um pode entrar na plataforma e fazer um comentário sobre a vacina.

            Nunca disse que o brasil era o país mais afetado pela Covid;
            Nunca chamei o Bozo de genocida, falta-lhe inteligência para isso.
            Nunca usei números absolutos para Covid , porque acredito que há exageros;
            Nunca afirmei que teríamos um apocalipse devido ao vírus;
            Sempre afirmei que não importa a doença , mas o impacto no número de mortes e sequelas.

            Tentei mostrar que a realidade brasileira é diferente, fiz perguntas para o Eduardo sobre como estava a situação. Quando falaram numa variante brasileira, toquei no assunto com o intuito de levar à discussão. Infelizmente , tanto vc, Max, como outros comentaristas, levaram para o lado político.

            Cheguei a insultar uma pessoa, por que fui provocado. Porém , apesar de não concordar com suas idéias, nunca chamei os que pensam contrários a mim de “ovelhas” ou “fantoches”.

            Mas concordo com vc num ponto. Afinal: o que eu ainda faço aqui ? O que esperar de um blog que se diz aberto ao debate, mas não tolera pensamentos contrários ao blogueiro.

            A resposta é simples: Mera curiosidade.

            Quero saber quando o II irá anunciar o “segundo teste da população mundial”, porque a Covid como foi afirmado aqui , é apenas um teste para medir nossa reação ao controle e submissão.
            Ou quando será a nova investida do Q-anon para nos defender dos democratas pedófilos, com a ajuda do “visionário” Donald Trump.
            Com serão os próximos passos do “Great reset” e a expectativa para o Fórum 2021 e a nova ordem mundial imposta pela Nova Esquerda Globalista ( essa , é muito boa).
            E o petróleo que irá ser substituído ? Já estou estocando galões.
            E o malvado Papa Francisco ? qual serão seus próximos passos em prol da Nova Ordem Mundial ?

            Afinal, conspiração é o que não falta nesse blog.

            Mas, se quiser me expulsar, fique ás ordens. Foi um prazer , mas nada é para sempre, não é mesmo?

            1. A policia Federal disse não ser possível atestar a veracidade das escutas usadas pelo STF: “A análise pericial da Polícia Federal concluiu que não é possível atestar a autenticidade e a integralidade das mensagens apreendidas pela Operação Spoofing”. Relatório da PF divulgado ontem, informe-se meu caro!

              1. “Em 2020, o Serviço de Perícias em Informática do Instituto Nacional de Criminalística da PF confirmou a autenticidade e integridade das mensagens de procuradores e Moro. Pelo menos três decisões judiciais do ano passado citaram a perícia.”

                Ontem, apresentaram outro laudo ?
                Já era de se esperar, que a desinformação viria. Logo por quem ? Pela PGR.

                Lembra que Moro e Dallagnol no inicio, não negaram os áudios ? Só depois que viram que poderiam se comprometer, eles passaram a negar?

                1. E tem mais, laudo divulgado na semana decisiva do julgamento da suspeição do Moro.
                  Quanta coincidência.

              2. Nada mais que um duelo de propagandas. A c’upula da PF sob influência bolsonarista x o STF antibolsonarista.

    2. Falou para uma mulher a barbaridade de que ” você não merece ser estuprada” e foi processado por isso. Veja só !

  2. Votei em Bolsonaro e não me considero genocida como se refere o comentarista acima. Assim como não considero ladrão e corrupto quem votou no Lula ou no seu “poste” Dilma.
    Concordo plenamente quando o mesmo comentarista diz que Bolsonaro fala muitos absurdos. Mas falar até papagaio fala, fazer é outra história.
    Teoricamente estamos em uma democracia representativa, mas isso é uma grande mentira. Não vivemos em nenhuma democracia, vivemos em um sistema controlado pelo judiciário. Este é o verdadeiro poder que controla o Brasil, está servindo a quais interesses? É só pensarmos um pouco que acharemos uma resposta, não é difícil.
    No atual cenário da política brasileira há uma polarização entre Lula e Bolsonaro nas eleições do próximo ano. No entanto, há uma corrente que ficará de fora caso esse cenário se concretize. Portanto, um dos dois tem que ser tirado da disputa para que haja uma “terceira via” e o mais fácil nesse momento é tirar o Bolsonaro através desse discurso patético de genocida, fascista e psicopata. Dessa forma essa “terceira via” iria para um segundo turno das eleições em 2022 com Lula e provavelmente venceria.
    Simples assim.

  3. O que o Eduardo afirma, só é possível com a ajuda dos mass media brazileiros.
    Sabendo que os mass media tem dono e que esse dono tem ideias muito precisas sobre o que deseja para o pais, basicamente, continuar tudo na mesma, roubar o maximo possível de recursos e o povo que se lixe, não é estranho que apoie o Lula?

    Isto partindo do prinicipio que o Lula é um homem de esquerda, pelo povo, certo?

  4. No senado brasileiro, estão sendo coletadas as assinaturas para a CPI (comissão parlamentar de investigação) da Covid-19, para apurar eventuais problemas, desvios e corrupções vinculadas a Covid-19 no âmbito federal. Abaixo, a lista de senadores e os respectivos deputados que já assinaram para que a CPI ocorra:

    Randolfe Rodrigues (Rede-AP);
    Jean Paul Prates (PT-RN);
    Alessandro Vieira (Cidadania-SE);
    Jorge Kajuru (Cidadania-GO);
    Fabiano Contarato (Rede-ES);
    Alvaro Dias (Podemos-PR);
    Mara Gabrilli (PSDB-SP);
    Plínio Valério (PSDB-AM);
    Reguffe (Podemos-DF);
    Leila Barros (PSB-DF);
    Humberto Costa (PT-PE);
    Cid Gomes (PDT-CE);
    Eliziane Gama (Cidadania-MA);
    Omar Aziz (PSD-AM);
    Paulo Paim (PT-RS);
    Rose de Freitas (MDB-ES);
    José Serra (PSDB-SP);
    Weverton Rocha (PDT-MA);
    Simone Tebet (MDB-MS);
    Tasso Jereissati (PSDB-CE);
    Oriovisto Guimarães (Podemos-PR);
    Jarbas Vasconcelos (MDB-PE);
    Rogério Carvalho (PT-SE);
    Otto Alencar (PSD-BA);
    Renan Calheiros (MDB-AL);
    Eduardo Braga (MDB-AM);
    Rodrigo Cunha (PSDB-AL);
    Lasier Martins (Podemos-RS);
    Zenaide Maia (Pros-RN);
    Paulo Rocha (PT-PA);
    Styvenson Valentim (Podemos-RN);
    Acir Gurgacz (PDT-RO);
    Chico Rodrigues (DEM-RR);
    Flávio Arns (Rede-PR).

    1. O STF ( min. Barroso) mandou o Senado abrir a CPI independente das assinaturas, por isso que digo que vivemos em um regime onde quem da as cartas é o judiciário.

        1. Marco Aurélio Melo em entrevista hoje: “espero que em 2022 haja uma alternativa a Lula e Bolsonaro”, palavras de um ministro do STF. Quem poderia ser alternativa a Lula e Bolsonaro? A resposta está aí, basta analisar os eventuais candidatos e quem os apoia.

  5. Aproveita Max, e se possível, veja o que o PIROTECNISTA Tedros AdhaNOM, disse hoje. Nem tenho o quê comentar. Muito Obrigado.

  6. Sérgio, não me ataque. Isso não é legal, em momento algum eu me referi a você.
    E para complementar: “Lula, o equivocado”!

  7. Para constituir um partido político no Brasil, e ser autorizado a funcionar é preciso que tal iniciativa contemple uma das duas condições: ou seguir a linha “nacionalista-patriota” e priorizar os interesses das elites internas, ou seguir a linha internacionalista-globalista, que prioriza os interesses das elites externas.

  8. Olá Max e todos: em certo sentido os nossos comentários retratam o Brazil de hoje.
    Quase tudo recai em indivíduos, não nos poderes que os movem.
    É como se o Brazil fosse uma ilha perdida no universo, nada que acontece aqui é determinada pelo que acontece fora.
    O mundo da discussão predomina em representantes de partidos políticos, e mais contemporaneamente no judiciário.
    A mídia oficial ainda é uma das determinantes das opiniões.
    Os comentaristas mais acirrados às suas convicções participam do diálogo como surdos, falam mas não ouvem.
    É comum o desentendimento entre comentaristas de uma forma pouco elegante.
    Aqui tem uma parcela do que há de melhor…Para onde vamos?

    Falando do assunto de sempre, o Covid-19, posso afirmar que as estatísticas estão comprometidas com um dado que acompanho onde moro.
    Além de considerar as perdas por ou com Covid, pessoas idosas que morrem de câncer são desavergonhadamente constatadas com Civid.
    Até braço quebrado com complicações muito comuns nos hospitais brasileiros conhecidas como “infecção hospitalar” que pode levar à morte são atestadas com Covid.
    O “caso Brazil” nada mais é que o resultado de um funcionamento social onde é preciso sobreviver ou viver melhor tirando vantagem de tudo. Os hospitais ganham com número elevado de “enconvidados”.
    Nós os brasileiros somos profundamente ignorantes e temos uma facilidade muito grande de ser convencidos por aquilo que repetem nos nossos ouvidos. Quase nunca analisamos, quase nunca duvidamos de nós mesmos ou dos outros, temos uma mentalidade religiosa para além das religiões. Nossos políticos, nossos juízes e promotores, nossos policiais são brasileiros , são o que há de pior de nós.

    1. Olá Maria!

      Antes de tudo, concordo contigo na sua análise política do Brasil e do brasileiro. Inclusive, dentro da minha imperfeição, me reconheço em muito do que você fala. As pessoas estão em guerra, e ninguém admite o diálogo e a coesão, os polos estão exaltados, o Brasil diplomático e conciliador hoje não existe mais. Será que um dia volta?

      Mas quero mesmo é falar sobre fontes. O Max é sempre pontual em trazer as fontes de seus artigos – acho que muito da credibilidade que ele tem e que faz com que eu siga ele a muitos anos é devido a isto. Neste artigo mesmo, tive que admitir, a retórica dele se baseia em números, e não tenho como contestar isto.

      Não duvido que muitas mortes estejam realmente sendo ditas por COVID quando na verdade seria gripe, cancer, AVC, etc. Mas eu não tenho nenhuma fonte disto. Inclusive, compatilho que minha sogra faleceu neste sábado devido a falência múltipla dos órgãos. Ela teve um AVC na véspera da sexta-feira santa, e ficou na UTI até sábado passado, quando os aparelhos de respiração foram desligados e seus órgãos colapsaram. Na certidão de óbito dela, consta como “falência múltipla dos órgãos”. Ao menos neste caso, não houve deturpação.

      Quando você fala que “pessoas idosas que morrem de câncer são desavergonhadamente constatadas com Covid” ou “até braço quebrado com complicações muito comuns nos hospitais brasileiros conhecidas como “infecção hospitalar” que pode levar à morte são atestadas com Covid.”, você tem alguma fonte? Ou mesmo um link de uma discussão em algum fórum?

      Sem fonte ou mesmo um rastro em que possamos seguir, estas hipóteses que vc levanta são tão críveis como eu falar que sou um Annunnaki reptiliano comedor de cérebros.

      1. ABC de como conspirar propagandisticamente por atacado: detenha o controle das cúpulas institucionais estatais e científicas, faça parte do cartel midiático oficialista, produza estatísticas, números e dados informativos compatíveis com seus interesses. Pronto. E assim surgem as tais fontes “fidedignas”.

  9. Olá Pons: embora eu tenha afirmado que me restrinjo ao lugar onde moro, o que afirmo é muito fidedigno. Se trata de pessoas que conheço e com as quais tinha uma certa convivência.
    Ocorre que as pessoas do lugar, embora convencidíssimas das regras oficiais, me conhecem como alguém que contesta o senso comum. Então quando esse tipo de vergonha acontece com pessoas queridas, eles vem correndo me contar, com o atestado de óbito em mãos, e revoltados porque não aceitam que câncer em fase final e infecção hospitalar se transformem em Covid.
    Não me refiro à estatísticas porque não as procuro. Em primeiro lugar tenho sérias dúvidas a respeito. Em segundo lugar prefiro acompanhar pouquíssimos pesquisadores em quem confio a idoneidade, entre eles o Max.
    Abraços

    1. Olá Maria!

      Entendo. Acompanho o II a muito tempo e vc escreve aqui também a muito tempo. Sempre me pareceu uma pessoa idônea. Desta forma, acreditarei nas informações que vc trouxe.

      Abraço!

Obrigado por participar na discussão!

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.

%d bloggers like this: