Afeganistão: novos máximos de produção de ópio

Os dados contidos no novo relatório das Nações Unidas confirmam quanto já sabido em precedência: o controle dos Estados Unidos sobre o Afeganistão coincide com o aumento da produção de opio e esta tendência encontra-se em franco crescimento. Não há novidades: como afirmado, os dados confirmam quanto já observado nos…

Ler mais... Afeganistão: novos máximos de produção de ópio

Wikipédia inglesa: a história rescrita

Uma curiosidade: como é que as várias versões de Wikipedia descrevem a Guerra do Ópio? A versão portuguesa, tal como aquelas italiana e espanhola também, dedicam páginas que enquadram os eventos do ponto de vista histórico, onde são explicadas as causas do conflito e é realçado o papel dos Ingleses…

Ler mais... Wikipédia inglesa: a história rescrita

Filipinas: fora da órbita EUA – Parte II

Rodrigo Duterte No final do último Verão, o Presidente Rodrigo Duterte anuncia que os próximos exercícios militares conjuntos entre Filipinas e Estados Unidos serão os últimos, apesar do tratado de defesa assinado em 1951 ainda continuar a ser valido. Válido sim, mas por quanto tempo? Poucas semanas depois, Duterte voa…

Ler mais... Filipinas: fora da órbita EUA – Parte II

Afeganistão: ópio e crianças

O Afeganistão é desde 1992 o principal produtor mundial de ópio, ultrapassando Myanmar, o Triângulo Dourado (Myanmar, Laos e Tailândia) e a América Latina. Única exepção foi o ano de 2001, quando o poder pertencia aos Talibans. Mas desde a ocupação dos EUA, a produção voltou a crescer, aumentando progressivamente…

Ler mais... Afeganistão: ópio e crianças

O príncipe e o Captagon

Há quase um ano falámos do Captagon, a droga sintética utilizada pelos combatentes do Oriente Médio. Na altura o blog relatava: Em 2013, o governo libanês já tinha apreendido 12,3 milhões de pílulas de Captagon perto da fronteira entre o Líbano e a Síria, enquanto a polícia turca ficou pelo…

Ler mais... O príncipe e o Captagon

A CIA e a droga – Parte II

Não é possível falar de CIA e das substâncias estupefacientes sem falar do Afeganistão. A operação “anti-terror” lançada imediatamente após a tragédia do 11 de Setembro terminou naquele País, 11 anos mais tarde. Washington trata a questão como um sucesso (e já isso é amplamente discutível), mas evita citar os…

Ler mais... A CIA e a droga – Parte II

A CIA e a Droga – Parte I

Costumamos pensar no mundo das substâncias estupefacientes como algo nas mãos de bandos de criminosos que operam na total ilegalidade. A ideia de que as autoridades possam estar envolvidas na produção e na comercialização de tais drogas é instintivamente rejeitada: afinal não são estas mesmas autoridades que combatem o cultivo…

Ler mais... A CIA e a Droga – Parte I

Italia: melhor legalizar a Marijuana

É do passado dia 7 de Março a notícia segundo a qual Estado se rende perante o fenómeno das drogas leves. A Direcção Nacional Anti-Mafia (DNA) descreve a situação preto no branco: chegou a hora de legalizar. Num relatório de seis pastas, a DNA afirma que, embora foram empregados em…

Ler mais... Italia: melhor legalizar a Marijuana

Afeganistão, Nato e droga: mais do mesmo

O que traz Pai Natal? O que traz de bom? No Afeganistão traz um monte de heroína. Não “muita”, mas um monte mesmo: o País acaba de alcançar um novo recorde na produção de ópio. E agora temos também a cannabis, que não é cultivada par fins médicos de certeza……

Ler mais... Afeganistão, Nato e droga: mais do mesmo

Drogas e guerra: o Captagon

Tinha sido Lord Palmerston, o grande arquiteto da política britânica a serviço da Rainha Victoria, a apoiar o desenvolvimento do comércio das drogas, para o qual o Grão-Mestre do Rito Escocês da Maçonaria até inventou duas guerras: a primeira e a segunda Guerra do Ópio contra a China. A partir…

Ler mais... Drogas e guerra: o Captagon
%d bloggers like this: