Spam: e-mail obrigatório!

Pessoal,

dado o aumento do fenómeno spam (comentários automáticos enviados para fins publicitários e/ou enganosos), a partir de hoje sou obrigado a modificar o procedimento para permitir os comentários dos Leitores.

Nada de grave, mas os comentários só serão publicados após ter inserido um endereço e-mail válido (coisa que a maior parte dos Leitores já faz, pelo que pouco muda). Desta forma o fenómeno spam não será totalmente eliminado (boa parte costuma ser enviado a partir de contas e-mail legítimas que funcionam ao longos de dias/semanas) mas reduzido e isso para mim significa poupar um tempinho. Apesar de ter um sistema anti-spam (que funciona bastante bem, evitando a publicação de praticamente todos os falsos comentários), há sempre o risco dum comentário legítimo ser rotulado como ilegítimo (é o caso dos comentários que contêm mais de dois links), pelo que é preciso verificar constantemente antes de limpar a pasta do spam.

Para mim não é uma boa novidade, pois o desejo seria aquele de continuar a manter este espaço totalmente aberto, sem necessidades várias. Mas o total do spam é realmente avassalador e há de tudo um pouco: raparigas do Leste que querem casar comigo, médicos com milagrosas curas anti-câncer, oportunidades únicas de negócios na Nigéria, empresas que dizem ser dispostas a pagar para publicar artigos, heranças à espera de serem resgatadas… nada falta.

Se o Leitor não quiser revelar o seu endereço e-mail pessoal, sugiro abrir uma conta gratuita que possa ser utilizada aqui como em outras páginas internet (por exemplo para cadastrar-se ou receber ofertas). Inclusive, como sugestão geral acho bem manter duas contas activas: uma pessoal (restrita, só para correspondência “séria”) e uma “de serviço” (a ser utilizada nas páginas internet e onde receber publicidade, por exemplo).

Lembro algumas das opções para abrir uma conta e-mail secundária e totalmente gratuita:

Sendo um e-mail secundário (“rasca” em bom português) qualquer um dos provedores acima serve.

Obviamente, os comentários continuam a não serem filtrados, sendo publicados sempre na hora.

A única diferença, portanto, é que a partir de hoje será necessário inserir um endereço e-mail, limpar as mãos com álcool-gel antes de aceder, vestir uma máscara descartável e sacrificar uma peça de fruta exótica na frente do ecrã declamando “Ó Grande Max que iluminas o meu caminho, orai por mim” antes de comentar, nada mais do que isso. Se o Leitor tiver pressa, excepcionalmente pode bastar o endereço e-mail, mas que não se torne um hábito.

Lembro também que:

  1. os endereços e-mail fornecidos não são visíveis ao público
  2. o Leitor pode pedir em qualquer altura para que o seu endereço e-mail seja apagado do database, coisa que será feita de imediato.

Grato pela compreensão!

 

Ipse dixit.

One Reply to “Spam: e-mail obrigatório!”

  1. Olá Max!

    Adorei o HotPotMail, visual “Geocities”, nome sugestivo – mas acredito que eles estejam cobrando pelos seus serviços. Ao menos, eu não consegui criar uma conta gratuita lá.

    Continue iluminando nosso caminho e redimindo nosso pecados, ó Max!

Obrigado por participar na discussão!

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.

%d bloggers like this: