O tarado sexual

O Director do Fundo Monetário Internacional, Dominique Strauss-Kahn, foi preso ontem à noite em New York sob a acusação de assédio sexual contra a empregada dum hotel.

Nestas horas, Strauss-Kahn, 62 anos, está a ser interrogado em relação a uma tentativa de estupro duma garçonete de 32 anos, que fugiu do quarto ocupado pelo Director do FMI.
E também este tentou fugir do Hotel Sofitel, 44th Street, perto de Times Square. Só que foi preso no aeroporto JFK, quando já se encontrava no avião da Air France, destino Paris.

Segundo o relato da policia, a empregada tinha entrado na suite do Director do FMI (suite de 3.000 Euros por noite) e este, uma vez atirada a mulher ao chão, tentou viola-la. Mas a rapariga fugiu, arruinando a festa privada do bom Strauss-Kahn. Que, como dito, foi para o aeroporto, provavelmente pensando nas infundadas vozes acerca da hospitalidade americana.

Strauss-Kahn era esperado em Atenas, para falar dos problemas da Zona Euro. Mas também era esperado na central da policia, para falar dos problemas de outras zonas. E Atenas terá agora que esperar.


Não é a primeira vez que o Bom Dominique fica envolvido num escândalo deste tipo.
Em Outubro de 2008 foi dado a conhecer um relacionamento com uma funcionária do FMI, o que obrigou o bom Dominique às desculpas: para a mulher envolvida e para a esposa dele.
É provável que desta vez as desculpas não sejam suficientes.

Comentários? Só um: este tarado sexual é uma das pessoas que, de facto, gerem o mundo.
Mais nada.

Ipse dixit.

Fonte: Corriere della Sera

7 Replies to “O tarado sexual”

  1. Sinceramente, já nada me espanta, vindo desses 'senhores' donos do mundo. Como é óbvio, nada de muito grave irá acontecer com essa pessoa, em virtude do dinheiro que possui, realmente lamentável 🙁

Deixar uma resposta

%d bloggers like this: