A Grécia e Cidinha Campos

Dois vídeos.

Um o do Jornal de Economia da rede SIC, ontém: Rosália Amorim do Expresso comenta a situação financeira.

A reter: a Grécia confirma a 5ª posição entre os Países com maior risco, “uma situação absolutamente impensável para um País da zona Euro há poucos meses atrás”, com as bolsas europeias que atingem mínimos.

Fala-se também de “El crash de 2010”, do economista Niño Becerra: os leitores de Informação Incorrecta já conhecem o assunto.

O segundo vídeo já deu a volta ao mundo e, no Youtube, já ultrapassou o meio milhão de visitas nas várias versões nos quais é apresentado. Mas merece ser visto.

Quem fala é a deputada brasileira Cidinha Campos:

Isso aconteceu no Brasil. E não seria mal se acontecesse mais vezes, em outros Países também.

Em ambos os casos: boa visão.

Ipse dixit.

10 Replies to “A Grécia e Cidinha Campos”

  1. gesundheit
    this is a swell place to camp, epic
    plenty of water firewood nearby, and lots of economics bable

    crash's occur now and then, it´s gettin' so ya can't depen on nobody

    realstates crash, bogus economy crash , petrol crash
    politicos populistas como cidinha
    or sarah palin or several church going politicians
    gee! thats is the first time i see a post-mortem puppeteer of the first magnitude
    i s'pose that you are so YOUNG
    i say Y… not S…
    why, folks flock from miles away t'see you perform no?

  2. asmodeux nº3 há muitos pontos fracos no teu artigo mas,bom alguma coisa fizeste pra o gadjo se refrear, não atacou as insuficiências visíveis
    essa da 5ªeconomia em risco é uma fraude jornalística
    há economias em muito maior risco mesmo dentro da europa e com menos capacidade para pagar
    a ucrânia é uma delas, economia dependente das minas e da siderurgia com um escape brutal da sua população e desde que em 2001 o petróleo ultrapassou os 19dólares ficou com grandes dificuldades de pagar gás pitrol e derivados que importa,
    capacidade de refinação mundial está diminuida e há muitos abates a fazer
    só na américa do sul há 3 mais insolventes a não ser que haja subida nos bens agrícolas e no cobre o que não parece ser uma tendência

  3. num concordo nem com o jorge nim com o Asmo creio que Chegámos quase ao limite do ciclo "empréstimo-consumo-dívida" os mercados estão em crescimento sempre por pura especulação a economia de consumo desapareceu no fim dos anos 90 não houve aumentos houve desvio dos consumos para os emergentes
    Creio que este estado ainda será suportado durante uns anos pelos super-avits dos germanos , dos chinks e doutros pequenos dragões onde há poupança existente para investir crise em 2011 talvex Maio é uma aposta

  4. bom não creio que o asmo tenha percebido que vocês são um trio Massimo De Maria
    Ana Margarida B.
    Leonardo e isso parece notar-se na construção do blog o facto de um director adjunto do FMI se chamar Murilo Portugal e fazer declarações na maior parte das vezes anedóticas num abona numa expectativa
    e isto num é uma ciência são as expectativas de todos que fazem este sistema tão imperfeito funcionar, por isso previsões….quando o citado Atali jaques in 1991 disse que o crash imobiliário na grã-bretanha era uma questão de meses e que haveria um reequilíbrio ora esse reeq só surgiu uns dois anos depois das previsões otimistas du tal e coiso

  5. o último comentário era pra outro lado assi hay una premente necessità di uno stabile et piu or not credibile vero controlo de la economie mondiale a evasão de fundos por via electrónica permite colapsos muito mais acelerados do que outrora quando em itália la banca do papado estoirou a vinte anni fa ou coisa assi as suas repercussões na restante banca europeia demoraram o seu tempo e puderam ser colmatada
    2º ponto o crescimento do consumo de bens, serviços e produtos económicos intangíveis, não
    e auto-sustentável a longo prazo
    houve alguns do grupo Torres que começaram a liquidar em 2007 prevendo uma crise que se avizinhava e que muitos profetas da desgraça previam para esse ano, mas se se avizinhava ninguém previa para quando e alguns bem colocados nem pensavam que fosse ter as dimensões apesar de conhecerem os problemas subjacentes em nove centenas de bancos americanos e algumas dezenas (centos dizem outros) de europeus e apenas um pequeno número na banca asiática, já habituada a problemas cíclicos e de longa duração desde os anos 80

  6. sobre a gripe a qwestão posta sobre a mortalidade
    foi num vilagero grande uns 15000 habitantes em arrebaldes de torreon (perto de saltillo de má memória pros portugas in 82) mortos foram 27 em Abril e só 5 em Maio muitos tinham patologias saiu numa revista de pneumologia ou generalista médica eu não leio essas porqwêras mas elas são de graça e há hipocondríacos qwe gostam de fuçar naquilo e o jorge é um deles o asno num percebe nada de biomed só de química e o português é bom (ou mau) demais pra qualqwer dus outros lamentu mas num sei escrever melhor

    se está na net ? a semana passada morreram 40 de cólera em Nema na Mauritânia e não aparece em lado nenhum são mortos sem nome de resto só quando a gripe passou a fronteira do vizinho nortenho é qwe surgiu a parte mediática morrem 700 a 800.000 mexicanos todos os anos e ninguém diz nada de resto o número de mortos por gripe e pneumonia no mex foi mui sub-estimado não eram países para fazer a body contage e se lerem estas bojardas votem para presidente no gajo da AMI qwe ele merece de todo o pessoal de saúde qwe conheci é dos mais lunáticos e esperançados num futuro melhor pra todos eu não voto desde 78 por isso num contem comigo
    11.4.10 e dito isto num akreditem em tudo o qwe vem na net principalmente vindo de bocês

  7. é foi criada em 91/92 no trinity college in dublin nessa altura nem havia grandes ligações entre as univs foi crescendo e diminuindo a partir de 96 e hoy entre novos e velhotes somos uns 12 com acesso ás passes o gmail é de 2007 ou 8 creio

Obrigado por participar na discussão!

%d bloggers like this: