Comunicação de serviço: moderação dos comentários

Causa aumento da actividade de trollagem sou obrigado a introduzir a moderação dos comentários. Lamento, mas a internet é o espelho da sociedade: idiotas nunca faltam.

Duas notas positivas:

  1. hoje haverá alguém feliz. “Epá, que cena meu, consegui que o autor
    do blog introduzisse a moderação dos comentários, sou o maior!”.
    Realmente és, parabéns.
  2. contrariamente ao que pensava, o blog é limitado mas não ao ponto de passar despercebido. E alguém até fica irritado com isso. Mais uma razão para continuar, não acham?

Para ter uma ideia do que estamos a falar, deixei visível o último comentário do idiota no artigo anterior. Quando o idiota terá migrado para outras bandas, a moderação será novamente eliminada.
Grato pela compreensão.

Ipse dixit.

4 Replies to “Comunicação de serviço: moderação dos comentários”

  1. O referido idiota costuma utilizar o nick de vapera. Ja aqui o utilizou ate começar a arranjar os primeiros atritos mas depois passou a andar escondido.

    No artigo aqui do ii, em 31 Janeiro de 2018 "Informação de Serviço: Links " a criatura colocou o link para o blog dele logo no primeiro comentario e assinou com o nome de "David Solomon Alarruakibar" daaahhhh. Como nao colocaste o link do blog dele aqui nas referencias do ii passou a atacar-te.
    Quem tiver curiosidade de constatar algo bem doentio passe pelo blog da criatura, pelo menos serve para termos uma ideia do que ha por ai e melhorar a nossa capacidade de identificar, detectar, conter e eliminar as accoes desta especie.
    Muito provavelmente e pelo que conheço da criatura nao vai desistir, pois gerar confusao e alimentar-se de coisas negativas e uma necessidade dela.

  2. Não se pode permitir que a calúnia, ofensas e provocações gratuitas, declarações e raciocínios infundados, acompanhados da promoção ao extremismo, racismo, eugenia, e discursos de ódio, perturbem um espaço de discussão e cidadania (como o blogue Informação Incorrecta), que sempre promoveu uma análise multipolar dos temas tratados bem como o direito à liberdade de opinião, sem nunca ter faltado à cordialidade e respeito para com os leitores que acompanham este trabalho e aqui comentam.

    Seja bem-vindo quem vier por bem; aos ressabiados(as) e gente mal-intencionada, recomendo irem dar uma volta ao bilhar grande.

  3. O personagem é perito em coprolagnia. Dedica boa parte de sua vida ao assunto. Algum estudo deve existir sobre tal complexidade. Que encontre a cura e seja feliz.

Obrigado por participar na discussão!

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.

%d bloggers like this: