A arte de parar. E aquela de recomeçar.

Pois, pois.
Já estavam esperançosos, não é?
Mas não: Informação Incorrecta não fechou.

Simplesmente, alguns problemas pessoais impediram a normal publicação, coisa pela qual peço desculpa a todos os Leitores. Como se costuma dizer: a sorte é cega, mas o azar vê muito bem. E às vezes até aponta.

A má notícia é que a partir de hoje tudo volta à normalidade.
Comecemos donde tínhamos parado, na Grécia, para amanhã espreitar as novas aventuras de Lula & Coelho. Que mais parece o nome duma loja de animais mas, na verdade, fala de obscuros negócios entre políticos luso-brasileiros. O melhor dos dois mundos.

Ainda que eu ande pelo vale da sombra da morte,
não temerei mal algum, porque tu estás comigo e
irás pôr o cajado na minha frente para eu tropeçar
com a desculpa de pôr-me à prova.
Não era o caso, mas obrigado na mesma.
Salmos, 23:4 (ligeiramente revisto)



Ipse dixit.

5 Replies to “A arte de parar. E aquela de recomeçar.”

  1. Bom retorno, e que possamos avançar em nossas abordagens. Estou tentando montar uma obra que intenciono intitular: DESMASCARANDO A HISTÓRIA DE PODER E DOMINAÇÃO. Abraço.

  2. Aguardávamos ansiosos a sua volta. Eu mesmo verifiquei várias vezes mas fui iludido nos últimos dias por não rolar toda a página e somente hoje vi os novos conteúdos.

    Muito bom tê-lo de volta.

    Faltausername

    1. Obrigado pessoal!

      Sim, acho que aquela coisa no início "blog em fase de restauro", confunde bastante.
      Vou desloca-la para o lado, assim os post voltam em primeiro plano.

      Abnraçoooooo!!!!!!

Obrigado por participar na discussão!

%d bloggers like this: