Bin Laden morreu. Ou talvez não.

Que aconteceu a Bin Laden?

Exacto, falamos mesmo dele, o agente da CIA que um dia escolheu trabalhar por conta própria. Mas com objectivos diferentes daqueles do antigo patrão.

A partir de então Bin Laden tornou-se a incarnação de todos os males.
Explode uma bomba? Foi Bin Laden. E não importa se o mesmo não reconhecer o atentado. Tem que ser ele e ponto final. O caso do 11 de Setembro de 2001 foi exemplar: Bin Laden nunca afirmou ser o responsável. Verdade, elogiou os terroristas, o que, dito entre nós, não foi nada simpático. Mas sempre recusou a responsabilidade: 

O governo dos EUA culpa-me continuamente por cada um dos ataques. Eu gostaria de assegurar ao mundo, eu não planeei estes ataques, que parecem ter sido planeados por outras pessoas por motivos pessoais. Eu vivo no emirado islâmico Afeganistão e sigo as regras de seus governantes. Os governantes actuais não me permitem executar tal operação.

Fonte: CNN

Mesmo assim, foi o atentado das Torres Gémeas que serviu aos Estados Unidos para desencadear a cruzada moderna, a luta ao terrorismo internacional. Com os resultados que todos podemos ver.


Seja dita a verdade: um Bin Laden morto não daria jeito nenhum. Enquanto a figura dele ameaça os sonhos de grandes e pequenos, terão sempre que existir uns Estados Unidos para defender os Bons, a Democracia e a Liberdade. Pelo menos, isso nas intenções.

Onde está Bin Laden? Este é um problema.
Há quem diga no Afeganistão. Outros no Paquistão ou nos montes do Tajikistão.  Mas não há certeza, além do facto de Bin Laden esconder-se num País que acaba em “-ão”.

Será mesmo assim?
Talvez não.

Se olharmos para os vídeos que supostamente Bin Laden terá gravado ao longo dos anos, podemos notar alguns pormenores interessantes. Uma vez é gordo, outra é magro. Uma vez tem os cabelos pretos, outra cinzentos. Um vez é esquerdino, outra vez não (sic!). Tudo isso faz nascer algumas dúvidas acerca da fidedignidade dos ditos vídeos.

Bin Laden nos vários vídeos: é só escolher…

E há mais.
Eis algumas declarações acerca do destino do homem mais procurado do mundo.

O antigo presidente paquistanês Pervez Musharraf: “Eu acredito que muito provavelmente Bin Laden está morto, pois ele não poderia ser continuamente tratado de sua insuficiência renal”.

O actual presidente paquistanês Asif Ali Zardarii: “Os norte-americanos dizem-me que não sabem (se ainda está vivo) e estão muito melhor equipados do que nós para descobrir o seu paradeiro. Os nossos serviços de inteligência obviamente acreditam que já está morto”

O presidente afegão Hamis Karsai: “Osama Bin Laden está provavelmente morto, mas o antigo chefe talibã Mullah Omar está ainda vivo”.

O director do departamento anti-terror do FBI, Dale Watson: “Eu acredito que Bin Laden esteja morto”.

O chefe-redactor da londrina Arab News Magazine: “Nós publicámos o último desejo de Bin Laden que foi escrito no final de 2001 e mostra-o deitado prestes a morrer ou já morto”.

O serviço secreto israelita: “Nós não vemos Bin Laden como um perigo e ele não está em nossa lista. […] Bin Laden morreu provavelmente em ocasião dos ataques dos norte-americanos em Dezembro de 2001. O aparecimento de novas notícias e fotos são provavelmente um falso”.

O antigo director da CIA, Robert Baer: “Mas é claro que Bin Laden está morto!”

A mesma CIA anunciou em 2006 ter fechado o departamento que tratava de Bin Laden. (New York Times)

Temos ainda os serviços secretos sauditas e franceses que afirmam o mesmo: Bin Laden morreu em 2001. Hipótese confirmada num longo artigo do ano passado no Daily Mail., segundo o qual Estados Unidos e Grã Bretanha já sabiam disso mas, muito simplesmente, esconderam este pormenor.

Mas como teria morrido?
De forma natural, embora todos os esforços para captura-lo.

Osama Bin Laden pode ter deixado este mundo no dia 13 ou 16 de Dezembro de 2001, no Afeganistão, provavelmente vítima de problemas renais e hepáticos que o atormentavam há anos. Tinha hepatite C e tinha que ser internado frequentemente para se submeter a uma hemodiálise.

Eis a notícia da morte e do funeral, publicada pelo jornal egípcio Al-Wafs, na edição dia 26 de Dezembro de 2001:

Islamabad-Paquistão. Um importante oficial do movimento afegão Talibã anunciou ontem a morte de Osama Bin Laden, o líder da organização Al-Qaeda. Ele disse, Bin Laden sofre graves complicações no pulmão e faleceu serenamente de morte natural. O oficial, que exigiu o anonimato, disse ao jornal ´The Observer of Pakistan`, que ele próprio estava presente ao enterro e ele tinha olhado sua face antes do enterro em Tora Borá, há 10 dias. Ele disse que 30 companheiros de sua Al-Qaeda estavam no enterro, assim como membros de sua família e alguns amigos do Talibã. Na cerimonia de encerramento para o descanso final, foi realizada uma salva de tiros. O oficial ainda disse que seria difícil achar o local exacto da cova, pois de acordo com a tradição wahhabista nenhuma marcação indica o local. Ele salienta, seria improvável que os militares americanos encontrassem um dia apenas uma única pista de Bin Laden.

Fonte: Assuntos Incomuns

Verdade? Mentira? Não sabemos.
Mas que haja dúvida, isso há…e uma certeza também: ainda vamos ouvir falar deste Senhor do Mal.

Ipse dixit

10 Replies to “Bin Laden morreu. Ou talvez não.”

  1. ZEITEGEIST! Façam os favor de ver os primeiros dois documentarios para não viverem na ignorancia!
    Ele não esta morto nem por sombras, o governos dos paises evoluidos fazem o que querem e manipulam a informação como querem. 1º só para saberem o Bush antes de ser presidente tinha varias reuniões com o Bin Laden.
    2º o 11 de Setembro foi um mero acontecimento que estava já planeado e escrito num livro, digamos como um diario, com os acontecimentos e as datas em que estes têm de acontecer. Está mais que provado que os incidentes do 11 de Setembro não tiveram mão desse tal de Bin Laden.

  2. E agora quem morreu?será que foi mesmo o Bin Laden?ou mais uma socia ou apenas mais uma jogada dos americanos???para poderem aumentar o preço disto ou de aquilo com atentados feitos por eles, e culpando outros…..Os verdadeiros terroristas são os americanos,onde ha interesses vao la, matam mais num dia que os pais com guerra interna durante um mes,não vao la com objetivo de ajudar ninguem ussam e essa desculpa para poderem conquistar mais terreno,querem ser os senhores do mundo….

  3. Anónimo tem razão. Os americanos é que são os responsáveis por (quase) todos os males, incluindo os atentados, para poderem culpar os outros. veja-se o caso dos exércitos secretos da nato…

  4. BIN LADEN MORREU – E AGORA?
    A notícia está em várias fontes da mídia; será verdade? Espera-se as fotos que confirmem o fato. Mas será necessário; certamente não.
    Se faz necessário um exercício de ir além da pura leitura das manchetes como forma de informação; ler e entender, nas entrelinhas, aquilo que realmente precisamos saber para estarmos realmente informados.
    De início uma constatação: Os americanos (do Norte) são muito eficazes em suas ações, preventivas ou corretivas.
    Enquanto valia a pena manter Bin Laden vivo, eles mantiveram; serviu para “justificar” muitas coisas que foram feitas neste período. Ou seja, “tudo era maquinado pelo Bin Laden e, deste modo, se justificava a intervenção (plena) dos americanos.
    Obviamente, e isso é importante destacar, Bin Laden e sua tropa de elite da Al Qaeda não podem ser considerados como liderança de uma causa nobre, pois sempre usaram metodologias de ação que não tem nenhuma justificativa.
    Superada esta fase, a ordem de virar a página foi emitida. Sem pensar em captura do ativista da Guerra santa, pois um arquivo se fecha / apaga, não sendo interessante (estrategicamente) mantê-lo disponível. Se não basta às divulgações recentes (vazamentos inconvenientes, mas pertinentes) de muitas informações que deixaram muitos Governos em situação muito desconfortável (termo usado de modo a deixando de lado o princípio da ética).
    O mundo perde um hediondo líder terrorista que mandou muito gente (mártires preparados para agir sem refletir) para a morte (mantendo-se sempre muito bem protegido) tendo como base uma absurda ideologia religiosa. Os americanos perdem um “motivo forte” de fazer o que querem, devidamente justificados.
    Mas, podem crer, outros líderes loucos vão despontar no cenário e, obviamente, os americanos (do Norte) irão “adotá-los” em prol de seus interesses (entre eles, para citar apenas um, a importância do mercado de armas em todo o mundo). Isso assegura (na realidade, mantém) a eles exercer o chamado “poder de polícia” do mundo, ou seja, de defender a liberdade dos povos, obviamente, resguardo (prioritariamente) os seus próprios interesses.
    Presidente Obama, em véspera de campanha eleitoral, recebeu um excelente presente. O corpo de Bin Laden foi lançado ao mar (nada de propiciar um monumento ao terrorismo no local onde fosse enterrado seu corpo). Infelizmente, já se explicita o nome de seu potencial sucessor.
    Nada de novo; isso vem acontecendo há muitas décadas. Para reduzir o horizonte da análise, basta lembrar-se de Saddam a Kadafi.
    Portanto, segue o filme. Um filme dublado na língua de cada país onde ele é apresentado de modo a assegurar o “apoio mental” da maioria daqueles que apenas tomam ciência das manchetes da mídia, sem interesse em ler (e entender) o seu texto.
    Que a Guerra Santa não se faça presente através de retaliações. Este deve ser à base da preocupação que, a partir da morte de Bin Laden, fica no ar. Neste processo, como se observa na grande maioria dos casos, é a população que oferece seus filhos ao sacrifício, ou seja, ao registro do balanço dos mortos e feridos.
    Roosevelt S. Fernandes
    Núcleo de Estudos em Percepção Ambiental / NEPA
    roosevelt@ebrnet.com.br

  5. Os Illuminates são os verdadeiros responsáveis juntamente com o novo governo A NOVA ORDEM MUNDIAL
    você está preparado para receber ou não a marca do Anticristo?

  6. É provável que ele não tenha morrido e seja apenas mais uma mentira vinda dos EUA. E quando à Nova Ordem Mundial, ela pode ser combatida e derrotada, não através de uma guerra, mas se as pessoas deixarem de ser tão materialistas e não se deixarem levar pelo que vêem na comunicação social.

Obrigado por participar na discussão!

%d bloggers like this: