Quais valores? A próxima renegeração

Não poucas vezes, e não desde hoje, a nossa época é posta em relação com aquela vivida durante as últimas décadas do Império Romano. Também hoje há um sensus finis (“um senso do fim”), uma ausência de esperança, colectiva e individual, um cansaço, uma falta de vitalidade, um sentimento de…

Ler mais... Quais valores? A próxima renegeração

Ainda o medo: até quando?

Após a publicação do artigo acerca do pequeno programa para limitar a recolha de dados a partir dos nossos computadores, surgiu um interessante comentário de Vapera. Interessante também porque em linha com quanto tenho lido por parte de outros Leitores nos últimos tempos (a propósito: lamento ainda não ter resolvido…

Ler mais... Ainda o medo: até quando?

Da Liberdade

– Para que vieste até aqui? Tens algo para dizer? Algo que não sabemos? Duvido. Sabes, estes apelos para a liberdade deixam-me enjoado. Para que vieste aqui outra vez? Antes de ti muitos outros tinham passado. E mesmo que alguém te siga, fazemos de conta algumas centenas de pessoas…  o…

Ler mais... Da Liberdade

Da autoridade do governo

A autoridade do governo. Pensamos nisso: a nossa vida enquanto cidadãos é regulada pela forma de governo presente no nosso País. Mais no geral, podemos falar de Estado, seja ele qual for. É provável que a grande maioria dos Leitores viva num Estado democrático, onde o governo é eleito pelos…

Ler mais... Da autoridade do governo

Egoísmo, empatia & psicopatia

Um dia,  não importa quando e não importa onde,  um Mestre viu um escorpião afogar  e decidiu retira-lo da água. Quando o fez, o escorpião picou-o. Para o efeito da dor, o Mestre deixou o animal  novamente cair na água. O Mestre tentou retira-lo outra vez e o animal ainda…

Ler mais... Egoísmo, empatia & psicopatia

Notas soltas para uma sociedade melhor – Parte I

Raio de mulher, escrevesse uma coisa estúpida de vez em quando… Eis Maria: Lamento, gostaria de ter grandes esperanças…não as tenho. Sei que a coisa deveria começar pela finança […] Não tem esperança, diz ela. Depois começa com uma excelente descrição de como deveria ser uma sociedade melhor:  acabar com…

Ler mais... Notas soltas para uma sociedade melhor – Parte I

À procura dum novo “-ismo”

Num artigo anterior: Que fique claro: as ideologias existem e são praticadas, mas não são aquelas que a maior parte dos Leitores conhecem, tal como Direita, Esquerda, etc.. Estas já não existem e não desde hoje.  Quem disse isso? Eu (oh meus Deus, agora até as auto-citações…). Permitam-me (ou “me…

Ler mais... À procura dum novo “-ismo”

A história do termoacumulador e da rodela rebelde

Grandes compras na casa de Informação Incorrecta! Um termoacumulador, novinho em folha. Que luxo. Reparar o velho? Nem pensar: custaria mais do que adquirir um novo. A nossa é uma sociedade rica, porque reparar quando podemos deitar tudo fora e voltar a comprar? Portanto: novo termoacumulador adquirido e pago. E…

Ler mais... A história do termoacumulador e da rodela rebelde

As estranhas ideias de Thomas Jefferson

Da destruição do poder dos Estados de gastar no Interesse Público, como no caso do sistema Euro que oferece esse poder aos bancos privados (BCE etc.): Acho que os bancos são, pela nossa liberdade, mais perigosos do que um exército […] se as pessoas permitem que os bancos privados controlem…

Ler mais... As estranhas ideias de Thomas Jefferson

Hipótese para o futuro – Parte II

A segunda fase será a definitiva deslocação do “centro do mundo” para o Oriente, nomeadamente para a região russo-chinesa (mais chinesa do que russa), com sucessiva expansão para as regiões do Sul asiático (Índia, mas também as outras economias em progressão). A Rússia ainda terá um papel fundamental por via…

Ler mais... Hipótese para o futuro – Parte II
%d bloggers like this: