Jornalismo ao serviço do poder

…e falamos de jornalismo. Porquê? Porque sim. Começando com uma noticia muito curta. The Lancet retira a pesquisa fraudulenta A (antigamente) prestigiada revista científica The Lancet foi obrigada a retirar a investigação que punha em causa a validade da hidroxicloroquina para combater o terrível Coronavírus. Foi precisa apenas uma semana…

Ler mais... Jornalismo ao serviço do poder

Novas leis do Reino Unido podem criminalizar o jornalismo

Artigo publicado pela organização de jornalismo investigativo Declassified UK e da autoria de Richard Norton-Taylor, jornalista e editor Britânico, correspondente do The Washington Post e Newsweek na Comunidade Económica Europeia (CEE), colaborador no The Guardian, e autor do livro «The State of Secrecy». O seu nome bem como alguns dos…

Ler mais... Novas leis do Reino Unido podem criminalizar o jornalismo

Eu, grande jornalista e servo do poder

Federico Fubini, vice-director do Corriere della Sera, o diário mais difundido em Italia e 7º na Europa, apresenta o seu novo livro e concede uma entrevista a TV2000, uma emissora televisiva das menos vistas (porque é uma seca: é gerida pela Conferência Episcopal Italiana, portanto é uma espécie de Canção…

Ler mais... Eu, grande jornalista e servo do poder

A UE e os whistleblowers

Whistleblower: termo inglês (mais propriamente norte-americano) que indica uma pessoa que expõe uma má conduta, uma actividade desonesta ou ilegal que ocorre numa organização pública ou privada. Um “espião”? Absolutamente não: um cidadão corajoso que defende o interesse de todos. É por isso que o whistleblower denuncia publicamente os factos…

Ler mais... A UE e os whistleblowers

Propaganda: Integrity Initiative

Ontem o bom Max conduzia na autoestrada: os campos cultivados são uma vista relaxante, desde que o cheiro do estrume não entre pela janela, porque aí perde-se todo o encanto. Ligar a rádio e ouvir o noticiário é o passo seguinte para quebrar definitivamente qualquer tentativa relaxadora: alguns navios russos…

Ler mais... Propaganda: Integrity Initiative

The Times: o medo da paz

Estranho título aquele escolhido pelo britânico The Times: “Crescem os temores acerca dum acordo de paz de Trump com Putin”. Se o título é estranho, o resto do artigo é ainda pior. A Grã-Bretanha teme que o Presidente Trump enfraqueça a Nato ao fechar um acordo de paz com o…

Ler mais... The Times: o medo da paz

A ressurreição de Arkady Babchenko

Uma história ainda mais frágil do já mal construído “caso Skripal”: é isso que pode ser dito acerca da falsa morte de Arkady Babchenko. Mas começamos com uma síntese dos factos. Dois meses atrás, com algumas interceptações telefónicas, os serviços secretos ucranianos (SBU) descobrem um plano para assassinar o jornalista…

Ler mais... A ressurreição de Arkady Babchenko

Os soluços independentistas da Europa…

Encontrei um artigo do jornalista francês Bernard Guetta que assim começa: Ouçam as pessoas ao vosso redor. Perguntem a amigos que moram em outros países da União. Todos fazem a mesma pergunta: “Como é possível que os Estados Unidos proíbam de negociar com o Irão?”. Nada disso. Se alguém ouviu…

Ler mais... Os soluços independentistas da Europa…

Skripal: Novichok? Fentanyl!

Lembram os Skripal? Pai e filha envenenados pelos russos em Salisbury (Reino Unido) com o agente nervoso Novichok? No dia 4 de Março de 2018, a dupla ficou intoxicada e internada: para boa sorte ambos sobreviveram, mas o acidente foi suficiente para o Primeiro Ministro, Theresa May, e o fiel…

Ler mais... Skripal: Novichok? Fentanyl!

Síria: o “novo” ataque químico

Assim, o malvado Assad voltou a utilizar o gás contra os seus cidadãos. Terrível. Temos provas? Temos. O diário italiano La Repubblica publica dois vídeos. Vamos vê-los. Crianças que levam uma mangueirada de água. E choram. Também eu choraria se fosse atacado com o cloro. Mas teria outros sintomas também:…

Ler mais... Síria: o “novo” ataque químico
%d bloggers like this: