O conclave: Papa Francisco e as Sete Irmãs

Nos mesmos dias em que o Grupo Bilderberg reúne-se em Turim, em Roma Papa Francisco preside uma reunião com as Sete Irmãs, os principais chefes das empresas petrolíferas mundiais: encontro que será realizado de 7 a 10 de Junho. As informações sobre esta enigmática cúpula Papa-Petróleo são tão escassas quanto…

Ler mais... O conclave: Papa Francisco e as Sete Irmãs

Energias renováveis? Sim, mas…

Entre 1946 e 1947, General Motors, Standard Oil (Rockefeller) e Firestone foram os protagonistas dum golpe para lançar o petróleo até aí onde ainda hoje está: no Olimpo dos combustíveis. Simplesmente, destruíram os sistemas de transporte por electricidade nos EUA, forçando milhões de norte-americanos a usar carros, camiões, autocarros, tudo…

Ler mais... Energias renováveis? Sim, mas…

Ucrânia, o País desaparecido

Era uma vez um País cujo nome era Ucrânia. Este País ocupou as primeiras páginas dos diários ao longo de meses por causa da guerra civil e da “agressão”(?) russa. O problema? O facto dalgumas áreas do País terem escolhido (com referendo) abandonar o regime de Kiev, a capital ucraniana.…

Ler mais... Ucrânia, o País desaparecido

Dimona: a pequena Chernobyl de Israel

Dimona Enquanto os Estados Unidos estão empenhados nas negociações com o Irão para evitar que o País islâmico entre na posse de armas nucleares (pelo menos, esta é a tese de Washington), na mesma região israel recusa assinar o Tratado de não proliferação de armas nucleares, nem admite estar na posse…

Ler mais... Dimona: a pequena Chernobyl de Israel

Fukushima: 4 anos, 10 pontos

Passados quatro anos, qual o ponto da situação em Fukushima? No artigo Fukushima: 7.000% vimos um dos problemas que afligem as operações de bonificação, mas qual a situação no geral? Para já: continua a ser muito difícil reduzir a contaminação. Será um processo que vai durar por muitos anos. As…

Ler mais... Fukushima: 4 anos, 10 pontos

A guerra dos preços do petróleo

“Ah, pois, o preço agora é demasiado elevado, mas esqueçam o petróleo abaixo dos 80 Dólares…” Esta a ideia há poucos anos. Hoje o barril fica abaixo dos 70 Dólares (abriu a 67 em New York). É bom? É mal? Quem ganha com isso? Comecemos pela última pergunta: não ganha…

Ler mais... A guerra dos preços do petróleo

Fukushima: o muro de gelo. EUA: a explosão do WIIP.

O Leitor mais aficionado sabe que, de vez em quando, por aqui vamos espreitar o que se passa em Fukushima, no Japão, onde no ano de 2011 um terramoto e um consequente tsunami provocaram um desastre ambiental de enormes proporções, muito por causa da central nuclear envolvida. Passa o tempo…

Ler mais... Fukushima: o muro de gelo. EUA: a explosão do WIIP.

Suicídios – 2

Karl Slym, 51 anos, decidiu suicidar-se duma forma um pouco estranha. Encontrava-se num quarto do Hotel Shangri-La, em Bangkok, com a sua esposa. No quarto uma janela, muito pequena, ao ponto que teve de fazer um esforço considerável para passar. Mas conseguiu e acabou para parar só 22 andares mais…

Ler mais... Suicídios – 2

A Nova (e curta) Era do Petróleo

Os Estados Unidos irão ultrapassar a Arábia Saudita e a Rússia no mercado mundial do petróleo? A Agência Internacional de Energia (AIE), no seu World Energy Outlook, publicado em Novembro, diz que sim: os EUA vão ultrapassar a Rússia como principal País produtor de petróleo do mundo em 2015. O relatório…

Ler mais... A Nova (e curta) Era do Petróleo

O petróleo acaba? Nem pensar

Então: a era o petróleo está prestes à acabar? A realidade será feita de automóveis eléctricos? Acabam os navios petroleiros que naufragam e poluem o mar? Nada disso. O petróleo veio para ficar. E vai ficar ainda ao logo dum tempinho. Bastante tempinho. No máximo será possível ver um crescimento…

Ler mais... O petróleo acaba? Nem pensar
%d bloggers like this: