Quando um petroleiro afunda

Vista de Genova fazia impressão. Mas era da praia de Arenzano que era possível colher a violência. A pouco mais dum milho de distância havia agora uma enorme coluna de fumo espesso, negro: e na base, chamas, muitas chamas que surgiam do mar. Água e fogo. Eu tinha ido com…

Ler mais... Quando um petroleiro afunda
%d bloggers like this: