O futuro do império americano

Alfred McCoy é um dos melhores historiadores dos Estados Unidos. Prémios e reconhecimentos não faltaram ao longo da sua longa carreira: não é conhecido ao grande público porque os historiadores não gozam de notoriedade e porque as suas pesquisas sempre foram profundas e incómodas. Quando se publica um livro como…

Ler mais... O futuro do império americano

O mercado não se auto-regulamenta. Nunca.

É o super-endividamento dos produtores agrícolas. Mas o Capitalismo não gosta desta expressão, prefere “superprodução”: é melhor, dá a ideia dum sistema que funciona à grande, produz muito. A bem ver, “superprodução” parece culpar os produtores: por qual razão produzem demais? Não entendem o mecanismo do mercado ou são simplesmente…

Ler mais... O mercado não se auto-regulamenta. Nunca.

Geopolítica: situação e previsão para 2019

Na última parte de 2018 houve uma multiplicidade de crises aparentemente incompreensíveis: a provável “caótica” saída de Londres da União Europeia, os problemas entre Roma e Bruxelas, os protestos dos coletes amarelos na França, o regresso das tensões na zona da Crimeia, a saída dos Estados Unidos do acordo sobre…

Ler mais... Geopolítica: situação e previsão para 2019

Genocídios

Ontem, 27 de Janeiro, era o Dia Internacional da Lembrança do Holocausto, ocasião em que é lembrado o genocídio cometido pelos nazistas e que ceifou a vida de milhões de judeus durante a II Guerra Mundial; é uma recorrência designada pela resolução 60/7 da Assembleia Geral das Nações Unidas em…

Ler mais... Genocídios

Mas hoje temos o smartphone!

Vivemos numa época feliz. É o tempo da democracia: nada de aristocracia e classes privilegiadas. Somos todos iguais. , assim é. Depois vejo um velho relatório do CENSIS (Centro Studi Investimenti Sociali, um instituto de pesquisa socioeconómica italiana) com dados intrigantes: os dez italianos mais ricos têm activos na ordem…

Ler mais... Mas hoje temos o smartphone!

O homem que salvou o mundo

Acham que a , em 1962, foi o maior perigos evento que poderia ter eclodido numa guerra nuclear? Errado. E isso é preocupante numa altura em que o clima da Guerra Fria parece estar de volta. O nome de Stanislav Evgrafovich Petrov é quase totalmente desconhecido. No entanto, deveria ser…

Ler mais... O homem que salvou o mundo

Poluição Parte I: COP24 e Great Smoke

Como acontece todos os anos, os poderosos da Terra reúnem-se para continuar as negociações climáticas e deter o Aquecimento Global abaixo de 1.5 ° C. Tapetes vermelhos, novos crachás, cordões policiais em ocasião da vigésima quarta edição num dos piores locais que seria possível escolher: Katowice, na Silésia (Polónia), uma…

Ler mais... Poluição Parte I: COP24 e Great Smoke

O verdadeiro Bush

Com a morte do ex-Presidente dos Estados Unidos, (1924-2018), aparecem comentários jornalísticos e institucionais que exaltam a sua figura. La Repubblica, o diário da Esquerda italiana: Foi o último campeão de uma América que morre, a América da “Grande Geração”, a grande geração que ganhou, não só para si, o…

Ler mais... O verdadeiro Bush

Como a economia tornou-se uma religião

Passeando alegremente pela internet, encontrei este artigo do diário inglês The Guardian. Que depois não é verdade: o artigo é de 2017 mas foi republicado hoje por um blog italiano que costumo seguir. Então foi procurar o original, ainda disponível no site do diário. A teoria que fica na base…

Ler mais... Como a economia tornou-se uma religião

EUA: mais de 20 milhões de mortos desde a II Guerra Mundial

A Primeira Guerra Mundial (1914 – 1918) custou aproximadamente 16 milhões de vidas entre militares e civis. O preço da Segunda Guerra Mundial (1939 – 1945) foi muito mais elevado: 68 milhões de vidas. Feitas as contas, em 31 anos foram mortas 84 milhões de pessoas. Algo que deixa sem…

Ler mais... EUA: mais de 20 milhões de mortos desde a II Guerra Mundial
%d bloggers like this: