“Morte aos bilionários!”

“Abolir os bilionários” diz o New York Times. Nada menos de que o New York Times. Títulos como estes não existiam quando como Presidente era o simpático Obama. Mas agora, com um magnate do imobiliário na Casa Branca, os ventos mudam e atrapalham até as páginas do conceituado diário “liberal”…

Ler mais... “Morte aos bilionários!”

O mercado não se auto-regulamenta. Nunca.

É o super-endividamento dos produtores agrícolas. Mas o Capitalismo não gosta desta expressão, prefere “superprodução”: é melhor, dá a ideia dum sistema que funciona à grande, produz muito. A bem ver, “superprodução” parece culpar os produtores: por qual razão produzem demais? Não entendem o mecanismo do mercado ou são simplesmente…

Ler mais... O mercado não se auto-regulamenta. Nunca.

Alain De Benoist e a Nova Direita

Uma das particularidades das ideologias é a alegada “eternidade” delas. Tudo muda com o passar do tempo, mas as ideologias parecem não sofrer do mal que abrange tudo e todos: a velhice. Um marxista ou um fascista acreditam piamente que o -ismo deles é perfeitamente capaz de contar o passado…

Ler mais... Alain De Benoist e a Nova Direita

Irlanda vota proibição de bens israelitas

A tradicionalmente conservadora Irlanda continua a fazer progressos significativos na defesa dos direitos humanos. Na passada  Quinta-feira, o Parlamento de Dublin aprovou um projecto de lei que visa proibir a importação de bens, serviços e recursos naturais a partir das colónias hebraicas dos Territórios Palestinianos Ocupados. Apesar da forte pressão…

Ler mais... Irlanda vota proibição de bens israelitas

O fim do Socialismo à venezuelana

Que o dono de Zero Hedge possa não gostar do regime venezuelano parece claro. Também não surpreende que ré-publique um artigo de Daniel Lacalle, economista espanhol declaradamente conservador. Ex homem forte da petrolífera Ibersol, economista entre os mais 50 influentes do planeta, desde 2017 preside o Instituto Mises Hispano, organização…

Ler mais... O fim do Socialismo à venezuelana

O Financial Times admite: Keyens aveva ragione (MMT)

O Capitalismo é a surpreendente convicção de que o mais maligno dos homens fará o mais maligna das acções para o máximo bem de todos John Maynard Keynes   FT Alphaville é o blog do , o diário económico mais prestigiado do planeta e arredores. Durante esta última semana, Alphaville…

Ler mais... O Financial Times admite: Keyens aveva ragione (MMT)

Argentina: o fracasso neoliberal do costume

Como era amplamente previsível, o programa neoliberal imposto por na Argentina está a produzir os seus efeitos nefastos. O Instituto Nacional de Estatística e Censos (INDEC) de Buenos Aires anunciou os resultados que marcam o difícil desempenho sócio-económico do País nos últimos meses. A economia do País contraiu 3.5% no…

Ler mais... Argentina: o fracasso neoliberal do costume

Mas hoje temos o smartphone!

Vivemos numa época feliz. É o tempo da democracia: nada de aristocracia e classes privilegiadas. Somos todos iguais. , assim é. Depois vejo um velho relatório do CENSIS (Centro Studi Investimenti Sociali, um instituto de pesquisa socioeconómica italiana) com dados intrigantes: os dez italianos mais ricos têm activos na ordem…

Ler mais... Mas hoje temos o smartphone!

Como a economia tornou-se uma religião

Passeando alegremente pela internet, encontrei este artigo do diário inglês The Guardian. Que depois não é verdade: o artigo é de 2017 mas foi republicado hoje por um blog italiano que costumo seguir. Então foi procurar o original, ainda disponível no site do diário. A teoria que fica na base…

Ler mais... Como a economia tornou-se uma religião

Os riders na gig economy que avança

É impossível não nota-los. São muitos, montam raramente bicicletas, quase sempre scooters. As cores variam, mas são sempre as mesmas: rosa, amarelo, verde-azul. Tropas diferentes para competir no mercado das entregas. São os riders, os estafetas, na época dos algoritmos. Já fazem parte do tecido urbano das cidades médias e…

Ler mais... Os riders na gig economy que avança
%d bloggers like this: