Uso em massa de gel para as mãos para controlar a Covid corre o risco de criar uma super-bactéria

Notícia publicada no jornal Britânico, Daily Mail, que se torna importante pois aborda do ponto de vista científico e médico uma das medidas (o uso generalizado de álcool gel pelas populações) que tem sido adoptada  e implementada em espaços públicos, empresas privadas ou públicas, serviços, estabelecimentos comerciais, etc., pelos governos de diversos países Europeus e ao redor do Mundo, mas que não possui qualquer evidência médica e cientifica.

O uso em massa de gel (gel desinfectante, álcool gel, ndt.) para as mãos para controlar a Covid corre o risco de criar uma super-bactéria à medida que as outras bactérias e vírus desenvolvem resistência, alertam os pesquisadores

. O Dr. Andrew Kemp, da Universidade de Lincoln (University of Lincoln pela sua sigla em inglês, ndt), diz que o uso de álcool gel para as mãos pode permitir que outras bactérias e vírus em nossas mãos sobrevivam e criem resistência

. Pesquisador diz que actualmente não há prova de que o álcool em gel mate o coronavírus

. A OMS (Organização Mundial de Saúde, ndt.) recomenda o uso de gel para as mãos se não for possível aceder imediatamente a água e sabão

O uso em massa de gel para as mãos durante a pandemia do coronavírus pode criar uma super-bactéria, à medida que outras bactérias e vírus criam resistência, alertaram os pesquisadores.

O Dr. Andrew Kemp diz que o uso excessivo de gel para as mãos à base de álcool durante a pandemia permitirá que outras bactérias e vírus em nossas mãos se adaptem e sobrevivam ao uso do gel.

O Dr. Kemp, chefe do Conselho Consultivo Científico do British Institute of Cleaning Science, acrescentou que se isso acontecer, pode levar a uma “situação de conflito”, de acordo com o Daily Express .

O medo da disseminação do coronavírus no Reino Unido levou à compra em pânico de gel desinfectante para as mãos, forçando alguns retalhistas a racionar os suprimentos.

Embora a demanda tenha estabilizado com o avanço da pandemia, os desinfectantes para as mãos ainda são usados de forma rotineira, e muitas vezes posicionados na entrada de lojas e outros estabelecimentos públicos.

Mas o Dr. Kemp afirma que os esforços devem se concentrar na lavagem das mãos, que é a melhor maneira de livrar as mãos de bactérias e vírus.

Diz ao Express: O gel para as mãos só devem ser usados como último recurso e como uma medida temporária de curto prazo ou como tampão se não houver água e sabão disponíveis.

No momento, não há provas publicadas de que o álcool gel mata a Covid-19.

Mesmo se o álcool gel matasse 99,9 por cento de todas as bactérias, pode haver mais de um milhão de bactérias nas suas mãos a qualquer momento, deixando 10.000 vivas após a higienização.

Pesquisas recentes mostram que os insectos sobreviventes que não são mortos pelo álcool gel são eles próprios patogénicos altamente perigosos e podem aumentar em número.

Isto significa que nosso uso rotineiro de álcool gel pode causar-nos mais mal do que bem.

O Dr. Kemp apresentará as suas descobertas na Conferência Internacional sobre Resistência Anti-Microbial (International Conference on Antimicrobial Resistance pela sua sigla em inglês, ndt.) em Amesterdão no próximo mês de Outubro.

A Organização Mundial de Saúde (OMS) declara que a melhor maneira de proteger-se do coronavírus é lavar as mãos, garantindo que você use sabão suficiente para cobrir as mãos e usando a toalha para fechar a torneira quando a lavagem das mãos for concluída.

Declara que o gel para as mãos só deve ser usado «se não tiver acesso imediato a água e sabão».

O Departamento de Saúde do governo (government’s Department of Health pela sua sigla em inglês, ndt.) fez campanha sobre a importância de lavar as mãos durante a pandemia e aconselhou: «…Você deve lavar as mãos por 20 segundos, usando água e sabão ou desinfectante para as mãos…».

Uma porta-voz do Departamento de Saúde (Department of Health pela sua sigla em inglês, ndt.) disse: «…O meio mais eficaz de prevenir a propagação deste vírus continua a ser ficar alerta, seguir as regras de distanciamento social, lavar as mãos regularmente e usar uma cobertura para o rosto em espaços públicos fechados…».

 

Fonte: Daily Mail

Artigo seleccionado e traduzido por JF.

 

 

174 Replies to “Uso em massa de gel para as mãos para controlar a Covid corre o risco de criar uma super-bactéria”

  1. Que bonitinho! Curioso que todas as medidas e cuidados de proteção contra esta dita pandemia em curso oriundas dos órgãos nacionais e internacionais de “saúde” vão se demonstrando ineficazes e até prejudiciais aos usuários.
    Primeiro a máscara que deixa passar tudo, inclusive faz retornar parte do expelido pela respiração; segundo o encarceramento doméstico, já largamente discutido, e que levará anos para reunir e documentar os efeitos arrasadores para a saúde física, mental, social e econômica de indivíduos, coletividades e países inteiros. Em terceiro o afastamento social que chega a ser uma piada de mau gosto; quarto a “cura” que promete “vacinas” cujo efeito será mais maléfico que a suposta doença.
    E agora, o tal de gel. Eu supunha que consequentemente as mãos dos usuários ficavam secas e até rachavam (basta olhar as mãos dos usuários mais fanáticos, e sempre soube que a pele é a fronteira para intrusos no organismo), além de dar um porre terrível nos inocentes vírus e bactérias. O artigo sugere que tem mais prejuízos.
    Pessoalmente já passei do desespero frente à burrice sem freios, a chacota e finalmente à indiferença. Os planos estão em curso com firmeza e sucesso, malgrado o grito nas ruas da Alemanha e Inglaterra (os que tomei conhecimento). Mas como sempre os cães ladrarão e a carruagem do poder passará. E quem não reconhece os planos não tem a mínima condição de reagir a eles, o que suponho que se passa com a maioria dos humanos.

  2. Seria interessante fazer-se aqui no blog uma analise/debate à ‘Pandemia’ como um todo, dissecando os vários aspectos, tais como o sanitário, social, económico e geopolítico.
    Isto porque, se do ponto de vista de saúde já se percebeu que é uma farsa ou uma cortina de fumo, dos outros pontos de vista as consequências estão aí e são devastadoras.
    Nestas circunstâncias, importa entender os detalhes desta gigantesca operação; como é que os políticos de todo o mundo estão agarrados ao processo? o Burúndi e a Bielorrússia foram dois dissidentes cujas consequências não tardaram. Quem está por detrás disto tudo e quais os seus objectivos? etc.
    Fica a sugestão.

    1. Já ouvir falar sobre a “Comunidade internacional”? Pois, é dela que as ordens são expedidas para os mais variados governos do mundo. Ordens padronizadas, institucionalizadas, chanceladas por outra “comunidade”, a científica…
      E quem seria a tal Comunidade? O poder sombra, que não tem nome, endereço e muito menos imagem…
      Como diz aquele pensador: “O verdadeiro poder é aquele que não se vê e não se fala”.

    2. Interessante Krouler … ora .. ao nível sanitário a “pandemia” faz disparar brutalmente o consumo de desinfectante e material descartavel de protecção e equipamentos médicos em geral, cuja maioria é apenas atirar dinheiro fora, ou deveria antes dizer… atirar dinheiro a china uma vez que são o maior produtor mundial .
      A nível social continuamos a ser cegos e não queremos ver o óbvio… e continuamos a seguir piamente as espatafurdias recomendações da esquizofrenia OMS cujo principal INVESTIDOR é … a china
      A nível económico ficamos todos mais pobres … individuados … hipotecados … vulneráveis a economias predadoras como a da China.
      Finamente na geopolítica alguém …esta a lucrar muito com a “pandemia” e aproveita a ” crise” artificial para continuar a produzir ilhas artificiais militarizadas nas aguas territoriais de outros países roubando recursos naturais e território aos seus vizinhos contrariando as mais elementares normas do direito internacional e produzindo armamento a um ritmo alucinante para intimidar tudo e todos reacendendo conflitos territoriais com outros vizinhos, mantendo o Tibete anexado forçando o seu líder ao exílio , ameaçando constantemente Taiwan , rasgando acordos que fizera com Hong Kong , mantendo campos de concentração no interior do seu pais para endoutrinar minorias étnicas… enfim parece me um pouco monótono parece um carrossel que anda muito rápido mas sempre a volta do mesmo eixo …
      E tudo isto a ser discutido num blog que fez uma parceria estratégica com um blog que é mera propaganda chinesa em que o bloguista se sente muito feliz de dar voz a quem pensa ” diferente” referindo-se á visão da china no mundo …
      Bem… Krowler … estamos cercados por todos os lados até pelo blog onde escrevemos …

  3. Engraçado que tem gente que se incomoda tanto com a China que passou a exercer nos últimos 20 anos o mesmo modelo imperialista/colonialista/excravagista dos ocidentais desde o séc. 16. E isto tem nome: TENDENCIOCISMO.

    1. Pode ser ! Tendenciocismo ! Que é … apenas a titulo de exemplo, tentar explicar tudo através de uma conspiração judaica ancestral . Mas não vejo ninguém incomodado com a China, até porque se alguém deveria estar incomodado com a politica expansionista da China seria o próprio povo Chinês por razões que não vem ao caso.
      Mas já agora … disse alguma mentira ?
      Bem ou mal aceitei o desafio do Krowler … e tu ? tens alguma ideia ? É estranho que perdes mais tempo a descascar as ideias dos outros do que a desenvolver as tuas próprias ideias e quando te perguntam directamente sobre o que pensas limitas-te a desculpas do tipo … Ah e tal , ninguém quer saber …e não é fácil explicar… e são muitos anos de estudos e mais não sei o quê … Em termos práticos saber muito e não conseguir explicar serve para quê ?
      Concentra-te … Chaplin… Concentra-te.

      1. Não PL, estranho é reduzir questões muito maiores demonizando este ou aquele país e conceber poderes à governantes fantoches do poder econômico que ignora as fronteiras entre estados-nações. E isto tem nome: REDUCIONISMO

        1. Demonizando ??? E sim… reducionismo … prático e inteligível em vez de manter a discussão sempre num nivel estratosférico e filosófico quase esoterico, compreendo a importância da macroestrutura , mas também a importância de ver o óbvio, ja que dizes que dominas conhecimentos tão extensivos e complexos que são difíceis de explicar fazia te bem este exercício… REDUCIONISMO

          1. O “óbvio” que falas é a tua visão, mesmo que tente universaliza-la…E insistir para que alguém (no caso, Chaplin) demonstre em simples comentários, como o fio condutor emanado por questões de poder e dominação, enrustido pela historiografia, desenvolveu-se por séculos, é quase infantil…

            1. Não páh , tem que ser a tua visão , é o teu erro … perdes muito tempo a criticar as ideias alheias e muito pouco tempo a desenvolver as tuas. Tens de te adequar as circunstâncias, para escreveres comentários num blog tens de usar REDUCIONISMO caso contrario …experimenta escrever um livro e ai sim podes usar centenas de paginas para te exprimires… o que é infantil é quereres usar um comentário num blog para exprimir ideias extremamente complexas … não cabe !!!
              Vai por mim… concentra-te e escreve um livro com principio meio e fim vais ver que depois disso até te vai ajudar a conseguires fazer curtas sínteses de algumas ideias mais complexas.

                  1. Não compare laranjas com tomates! Toda e qualquer menção que fiz a judeus ao longos destes anos aqui no II sempre deixei claro que referem-se não a uma religião ou a um povo, mas a um processo civilizatório onde uma rede de influências das mais diversas foi desenvolvida ao longo dos séculos, com repercussões determinantes no nosso presente e em nível mundial. E onde predominam pequenas minorias judaicas, quase imperceptíveis pela historiografia. Inclusive no teu belo Portucale…

                    1. Tenho andado com esta pulga atrás da orelha há muitos anos, sem perceber concretamente o cerne da questão.
                      Isto que o Chaplin diz faz todo o sentido, o ponto comum não poderia ser nem a religião nem a raça, tinha de haver outra coisa.

                    2. Exactamente ! A culpa é de ALGUNS judeus mas não bem exatamente dos judeus mas antes de …” um processo civilizatório onde uma rede de influências das mais diversas foi desenvolvida ao longo dos séculos, com repercussões determinantes no nosso presente e em nível mundial …” Portanto… são judeus mas não são judeus ? Então são o quê ? Extraterrestres ? E serás assim tão inocente que quando achas que me estou a referir a China não me estou a referir aos escravos que trabalham em condições infra humanas para manter a flutuar o ” milagre económico ” chines ? Ou me refiro ao Xi Xi Ping & seus acólitos ?
                      Poxa amigo … tu não aceitas conselhos de alguém porque é português… depois acabas por elogiar o meu belo Portucale …
                      Chaplin… Chaplin … podes dizer o NOSSO belo Portucale ! Eu acho que tu sofres de carências afetivas e sentes um enorme desejo de te reencontrares com a tua historia … de visitar este belo “Portucale” de sentires as tuas origens , dos teus antepassados de reencontrares a tua essência.

                    3. “O que eles são, e o que eles querem, não o podemos saber. Somente sabemos que a sua acção, manifestando-se naturalmente através do judaísmo, não é contudo judia na sua última intenção. Os mesmos judeus são armas em mãos supremas.

                      Não é do judaísmo, em conjunto, que os 300 se servem: servem-se tão-somente do baixo judaísmo, do mesmo modo como se servem da decadência europeia; e, se servem mais fortemente do baixo judaísmo que dos degenerados de Europa, é que o judaísmo é uma organização universal, e a decadência de Europa é um conjunto amorfo (de indivíduos). Assim como o judaísmo se infiltrou na Maçonaria, para poder, por ela, operar na sombra, assim os 300 se servem do judaísmo, para poder, por ele, e por o que ele move, operar na treva.” Fernando Pessoa

  4. Como é fácil esquecer que existe o sistema imunitário!!!
    Nas mãos existem milhões de bactérias, germens, etc, etc. Tudo lá vive em simbiose, está lá tudo que constitue para o seu sistema imunitário estar activo.
    No momento em que fica a rotina máscaras/luvas/gel, fica em causa o bom funcionamento de seu sistema imunitário, e cria-se condições para que perante uma pequena fragilidade tornar-se uma tempestade de activações imunitárias.
    Qualquer Pai/Mãe com crianças sabe perfeitamente o que acontece quando “fecham-nas” em mundos esterilizados, e começam a ter contacto directo com a mãe natureza. É activação de um sistema imunitário que estava em modo relaxamento.
    O mesmo está a acontecer, estamos a “esterilizar” os nossos contactos físicos, contactos com a natureza e acumular um belo bolo/reservatório de organismos oportunistas pelo uso das máscaras/luvas/gel, para que no próximo inverno os resultados estejam à vista de todos.
    O facto de cumprimentar uma pessoa com a mão está inconscientemente a trocar informação (de organismos) para que o seu sistema imunitário carregue na sua base de dados de activação. Simples. Porque ninguém fala sobre o sistema imunitário sendo ele o único responsável pela sobrevivência das espécies desde que existe vida neste planeta?

    1. Simples… um dos objetivos do “Plano” é aumentar a taxa de mortalidade geral.
      A ser (mesmo) mauzinho… não chegámos a este ponto de um dia para o outro e aqui chegados, de tão fácil que foi, demonstrado fica que o “simio-humano” é demasiado primitivo (e auto-indulgente no seu antropocentrismo) para lhe ser permitido dominar o planeta em “rédea livre”. Solução dos “simios- humanos” mais egocentricos (topo da cadeia social)…
      Matar uma carrada deles, assiduamente, através de rotinas conhecidas, mais ou menos de forma controlada e usando maioritariamente os seus abjetos egos para que eles próprios se matem uns aos outros… obedientemente.

      1. Sócrates em seu exercício de imaginar um Estado-sociedade sustentável, disse: “Viverão juntos em alegria e, por receio da pobreza e da guerra, não criarão mais filhos que quantos possam manter”.
        Condição básica raramente atentada pelos próprios prejudicados. Desde qdo o sistema escravagista feudal-burguês cedeu espaço para a servidão urbana pré-industrial, o fator “densidade demográfica” foi camuflado pelas elites dominantes, sabedora do mesmo ser uma pré-condição fundamental para o novo sistema em formação, o capitalista. A desorientação familiar sempre tendeu a levar à precarização dos já fracos e pobres e à sua maior dependência em relação às pequenas minorias dominantes. Neste processo envolvendo a lógica de dominação-precarização, uma das resultantes foi (e é) o endividamento escravizante.
        Essas elites, como recursos para perpetuar esta lógica, utilizaram em larga escala a religião, base educacional, principalmente a judaica-cristã, para censurar e condenar todo aquele que ousasse ter este tipo de abordagem. O restante seria feito pela propaganda e suas mais variadas roupagens. Não sem razão, que a população mundial, nos últimos 100 anos, saltou de 1 para 7,4 bilhões de pessoas.
        Portanto, o que resta agora é reduzir o excedente do excedente…

  5. Covid-Gate – o plano é complexo, e para se tentar perceber alguma coisa, o mesmo deverá, em minha opinião, ser analisado nos seus multiplos aspectos.

    A questão sanitária

    O vírus foi apresentado ao mundo através de uma campanha publicitária de dimensões nunca vistas, desde chineses a cair nas ruas com morte instantânea, pilhas de caixões guardados em armazém em Itália, médicos espanhois a dizer que tinham de escolher quem viveria quem morreria, profetas da desgraça a prever taxas de contagio e de mortalidade elevadíssimas, como o fraudulento Jorge Buescu, que previu para Portugal que toda a população ficaria infectada até final de Abril.

    Chegados a esta altura, está claro que a esmagadora maioria das pessoas acredita no discurso dominante, basta sair à rua.

    Considerando que no blog as pessoas usam o cérebro, há aqui alguém que acredite que a Covid-19 é uma pandemia perigosa para a população mundial?

      1. Que tudo corra bem ao PCP, que pelo menos fez alguma coisa para tentar exorcisar o medo!!! Bem-haja o “Avante”, festa da resistência à ditadura ” covidica”….

        1. Bem – haja ! Pela festa que foi aceite pelo Costa em troca do PCP assegurar a aprovação do próximo orçamento de estado , Bem-haja por terem coragem de não pararem a sua festa mas não terem tido a coragem de se oporem a ditadura da OMS enquanto parte do governo de Portugal e permitirem que todo o pais regredisse vários anos… O pais encerra-se mas a festa ( maior fonte de financiamento do partido) avança ..
          Comem todos na mesma gamela …

    1. É… só não o é no que toca ao vírus.
      É um evento pandémico… induz sintomas de medo, terror, histeria e o resultado final é a morte cerebral de uma vasta população de ignorantes acéfalos que serão encaminhados para um estado de servidão vitalícia.
      Brevemente, uma das suas funções será a de combaterem e morrerem em nome dos seus senhores e dos seus propósitos, que entenderão como sendo os seus próprios.
      E o ciclo repetir-se-á (mais uma vez)… agora no séc XXI para perpetuação do “status quo” na adolescente geração dos “virtualizados”.

  6. Sobre o factor MEDO…
    https://freemansperspective.com/the-wages-of-perpetual-fear/

    Sobre o factor ESPERANÇA…
    https://freemansperspective.com/to-be-young-and-headed-to-the-stars/

    Enquanto jovem, as estrelas iluminaram os meus sonhos.
    O meu profundo desejo é que as crianças de hoje também saibam olhar a luz das estrelas e sonhar.
    Temo no entanto, que demasiados pais tenham chegado ao séc XXI, ainda doutrinados pela primitiva forma de olhar o mundo e a vida… ler/rever o “Mito da Caverna”.

  7. Olá pessoal: Tudo que o Lopez referiu à China, eu e outros poderíamos facilmente atribuir aos EUA. Quem está errado? Nós ambos, e nenhum de nós; e porque?
    Pessoalmente, depois de sofrer na pele a intervenção e domínio cultural, político e econômico dos EUA durante quase dois séculos, de formas visíveis e invisíveis as mais brutais, minhas interpretações, instintos, sentimentos voltam-se para aquele Estado que melhor conheço porque desde o nascimento vejo e experimento, e vou buscando e aprofundando o conhecimento em torno das maqiuinações infames dos atores ali situados.
    Felizmente II e outras fontes me ajudaram a sofisticar um pouquinho o meu pensamento, ao longo dos anos,( depois de aposentada do mundo escolar, comecei a aprender algumas coisinhas no mundo educacional que tive acesso) a ponto de saber que não se trata de um Estado imperial. Por sinal, quando um império está a desmoronar, outro já se alça. A história humana confirma isto. Tive de separar os meus desafetos primordiais para um canto do cérebro para entender que tu deves estar correto quanto aos fatos que descreves , com um detalhe fundamental que põe em juízo tuas afirmações,ou seja, o fato de colocares o Estado China no centro das tuas interpretações. Sou levada a crer que é justamente a China o novo império que se levanta, e que nos levará à idêntico servilismo, com estratégias que se percebe “a olho nu” Mas os atores visíveis e invisíveis que fazem que assim seja estão em todos os lugares, e são muito mais poderosos que Estados nacionais. O que estamos vivendo é fruto das iniciativas, experimentos e desejos de corporações e demais grupos ou indivíduos sem espaço definido, espécie de aves de rapina, prontas para devorar os quase mortos, depois de grandes águias te-los destroçado, também em guerra entre si por poder e domínio único.
    Nosso esforço deveria tentar compreender a invisibilidade do poder , e como ele circula e não somente a sua visibilidade corporificada em Estados nacionais. Quem, o que, desde quando, com quais narrativas, dispositivos de poder, estratégias políticas, sociais, econômicas operam,são atacadas e se atualizam. Aqui encontro esse esforço materializado em artigos e comentários, às vezes.
    Algo vai mudar com o nosso esforço? Provavelmente nada. Mas a nível pessoal corremos o risco de ser menos bobos, com pilhas de informações com as quais não chegamos a conquistar a única liberdade que nos resta, a de pensar e, por enquanto, contar uns aos outros,aquilo que pensamos, pura troca de afetos, bem seja a capacidade de afetar uns aos outros, entre nós.

    1. Para compreender a realidade parto do conhecido para o desconhecido, do VISIVEL para o invisível, gosto tanto da China como dos EUA, em poucas palavras, são a mesma merda com cheiros diferentes .
      De facto a China está no centro das minhas interpretações pois entendo que muita gente tenta fugir da hegemonia do Imperio Americano procurando refugio no Imperio Chines … é fugir de um lobo e procurar refugio na boca de outro lobo…
      II começou muito bem , muito isento, até que comecei a notar um tendencionalismo para o lado da China impossível de esconder com a associação e o melancólica lavagem cerebral do copiar colar de artigos infantis, ou como se diz no Brasil, ” conversa para boi dormir” oriundas do “Strategic Tretas Foundation” Que é literalmente propaganda chinesa .

      O que estamos vivendo e sempre vivemos enquanto espécie é fruto da nossa errada perceção de que alguém nos virá salvar … quando na verdade .. O Imperio, a China, a Rússia , as igrejas, as corporações , as organizações, os blogs … estão todos contra nós ! alguns associados entre eles, outros por livre iniciativa mas decididamente apenas querem lucrar connosco de alguma forma , usar-nos e descartar-nos quando conseguirem os seus objetivos.
      Os nossos únicos salvadores somos nós ! E a capacidade de pensar com a nossa cabeça.

      E ainda assim … teimosamente recusamos ver o obvio e aqui estamos a arranhar a superfície, ou procurando maquinações ancestrais, estratosféricas e quase esotéricas que de tão extensas se tornam impraticáveis. Ou procurando uma bandeira por quem lutar , um qualquer novo sistema redentor que confira dignidade ao seu humano, ou simplesmente
      achincalhando as nossas diferenças, deixando vir ao de cima a nossa infantilidade ao menosprezar um simples conselho apenas porque quem o dá é … português !!! Na ausência de uma acusação mais grave … Enfim…

      É preferível pensar mal com a nossa cabeça do que seguir as “ideias” de um qualquer Guru esquizofrénico …

      Algo ira mudar com o nosso esforço , o nosso esforço é o caminho. O NOSSO esforço para compreender o mundo, não as legiões de atrasados mentais que correm atrás de Opinion Makers, Gurus, sistemas alternativas …PENSADOS POR OUTROS… e engolem tudo sem o menor sentido critico.

  8. Não há qualquer problema em um psiquiatra de 5.ª categoria tentar ajudar um doente mental de 6.ª categoria , mas para além do tratamento que na verdade sinto que necessitas, reitero que deverias tirar uns dias de ferias e vir a Portugal e acabar com esse teu preconceito e ao mesmo tempo abraçares as tuas origens , reencontrares a tua essência procurando as origens dos teus antepassados , podemos arranjar maneira de tirares um “selfie” com o Presidente Marcelo , senão… deixas-te afogar a frente dele e ele salva-te, e tirares uma foto ao lado da estatua de Ronaldo ( aquela em que ele foi retratado de boca ao lado a ter um AVC) , Vem conhecer as nossas paisagens, redescobrir a nossa cultura, e no final antes de regressares, descobres os nossos vinhos , uma boa dose … e vestes uma licra sensual e dás um passeio noturno pelo Parque Eduardo VII …
    Enfim… Portugal espera por ti !!!

    1. Cuidado que um “doente mental de 6ª categoria” pode alcançar um “doutor” de 5ª categoria…kkk
      Devo ser mesmo um doente mental para tentar levar gente à sério como tu…
      Estás acostumado a tentar intimidar comentaristas aqui no II, és o velho marreta, travestido de Paulo Lopes…
      Gente de baixíssimo nível que explora o mundo virtual para provocar polêmicas, adjetivar grosseiramente, e nada mais, e cuja linha de raciocínio é estéril, cuja único alvo é o governo Chinês…

      1. E ainda bem, é sempre motivo de jubilo para um mestre que o seu discípulo o consiga alcançar, deixaria me bastante feliz ver em ti essa evolução continua a sonhar Chaplin e acredita que vais conseguir . Força!
        Poxa amigo fico até comovido com os teus elogios na verdade eu sempre vi em ti um diamante em bruto …. mais próximo do bruto do que do diamante , mas enfim … não posso deixar de expressar a minha emoção por finalmente reconheceres a tua própria doença mental, nota que o primeiro passo para a cura é exatamente reconhecer a doença é um progresso notável, sinto-me feliz por ter dado o meu modesto contributo , e não… não tens que agradecer, foi mesmo do coração, afinal para que servem os amigos?
        Descansa amigo o meu alvo não é o governo chinês … é mais o governo sueco… gosto mais das suecas.
        Chaplin um grande abraço. E força !!! Ou como dizem os teus compinchas : Força camarada Chaplin !!!

        1. Deve ter se danado muito ao longo da vida… e aqui tentas uma vingança sórdida usando de pseudo ironias contra qualquer um que demonstre ir além do lugar comum…Cara, qdo vc está indo, eu estou voltando…Reconheço este teu tipo de muito longe…

          1. Não é por nada não mas, o P. Lopes esta te massacrando nas idéias Chaplin!
            Passei aqui só pra te avisar que tem mais gente vendo a tua peça teatral alá Charles Chaplin e, no meu caso, rindo muito.
            Obrigado Chaplin e, força aí P.Lopes, você esta se mostrando um bom guerreiro contra essa verdadeira, INFORMAÇÃO INCORRECTA, que virou o blog Informação Incorrecta.

              1. Meu ilustre discípulo… não sinto necessidade de me esconder noutros pseudônimos… mas houve em tempos um personagem que até foi banido do blog e tinha tanta necessidade de ser ouvido que continuava a voltar como anónimo … e insistia … em comentar e ser aceite … sem o mínimo de autoestima até que finalmente lá lhe deram a esmola de o deixar voltar e usar o seu pseudônimo outra vez … como é que ele se chamava mesmo … ? Não me recordo … Apenas me recordo que todos os seus comentários eram monotonamente fundamentados numa conspiração judaica …

                  1. Tens Alzheimer? Tu não chutaste coisa nenhuma … tu é que foste chutado por te teres tornado insuportável . Mas faz sentido que não conseguisses respirar o teu próprio ar . Mas pronto … já que confessas então eu te absolvo .

                    1. A insuportabilidade de ambos os lados deu-se por uma única razão. Falar sobre JUDEUS não seguindo a linha mestre propagandeada pelos próprios e ferreamente obedecida por seus séquitos…como tu e o próprio blogueiro…nisso vocês são “parceiros”…kkk

              2. Não Charles Chaplin, que diferença faz me identificar como Zé Ninguem ou Chaplin?
                Melhor vc ficar quieto, ta ficando vergonhosa a coisa pro seu lado, melhor parar.

                  1. Chaplin … Chaplin … tu andas a esticar a corda … andas me a esgotar a paciência, e sabes o que acontece a quem me esgota a paciência…

  9. Pessoal,
    Diferentes opiniões e perspectivas, diferentes abordagens e metodologias, até mesmo diferentes ideologias e filosofias, levam-nos ao debate e discussão, mas não devemos permitir que nos levam a qualquer tipo de desunião, porque…o INIMIGO é poderoso, é organizado e não tem escrupulos.
    O que foi feito com o virus Sars para produzir o Sars2 (Covid19), foi feito com outros, entre os quais o virus da gripe das aves(H5N1). Pendem pois sobre nós tais “ferramentas” de destruição social para reforço da situação já em curso, sobre a mesa dos canalhas-mor para uso futuro (próximo).
    Como referi em post anterior, acredito ser inevitável que os canalhas-mor nos pretendem envolver noutra guerra maçiça (para não afirmar mundial). Para aí chegarem, têm de tornar a atual sociedade mundial disfuncional, caso contrário a resistência será imensa e mesmo que haja o iniciar de conflitos, esses poderiam ser contidos ou resolvidos no curto prazo.
    Não acredito em coincidências (já aqui o afirmei), daí que a atuação da NATO nas barbas da Russia e a atuação da Turquia no Mediterrâneo, duas situações de tensão/perigo evidentes mas não unicas, têm no tempo e espaço “patrocinadores” comuns… estes, mais enraizados na doutrina feudal/imperial do neocolonialismo anglo-saxónico á inglesa. Em jogo, a manutenção do poder economico-financeiro que permite ás elites ocidentais o atual dominio dos sistemas mundiais de controlo dos recursos e comércio… O “sistema” ameaça ruir a qualquer momento, sob o peso da economia virtual (divida) que montaram, pois a real (valor) que pilharam não o suporta mais.
    A divisão na atuação dos “patrocinados” pelos canalhas-mor também é para mim evidente, como sempre o foi ao longo da história, mas dado que se encontram todos falidos, também a história nos ensina que a sua divisão quanto aos métodos é suplantada no terreno pela realidade dos seus propósitos.
    Saibamos pois mantermo-nos unidos nas nossas diferenças, para que possamos passar a mensagem principal do nosso propósito… Essas BESTAS podem contar com a nossa oposição permanente e o nosso incansável objetivo de iluminar as mentes das nossas familias e amigos.
    Mesmo contra a ignorância, o egoismo abjeto do ego e o medo que paralisa e cega.
    A mensagem tem de ser passada diariamente… Não seremos carne para canhão (mais uma vez).
    Se guerra nos derem, guerra terão… só que não a que pretendem… desta vez, não seremos nós e os nossos filhos os unicos a morrer. Na pior das hipoteses, levamos-los a todos connosco.
    Hoje, sabemos quem eles são… é divulgá-lo, assim como onde têm os seus castelos e fortalezas.
    Alguém por aqui perguntou por uma solução?
    Se vierem por nós, iremos a eles… á bruta e definitivamente… não haverá Nuremberga que os safe.

  10. Caríssimos P. Lopes e Chaplin, parece-me que já estamos a perder um pouco do foco do problema cujo epicentro está longe de ser no Parque Eduardo VII.
    Se por um lado temos a China que tem demonstrado nos últimos anos uma posição muito agressiva com a aquisição de tudo o que sejam activos em venda no mundo.
    Do lado de cá, temos um conglomerado, chamemos de financeiro, que me parece querer ir pelo caminho da China e comprar tudo o que tenha ‘valor’. Temos portanto dois centros de poder distintos, mas com interesses iguais, i.e., dominar numa perspetiva de Dono.
    O centro do poder Chinês terá o Politburo como protagonista e tem um projecto de desenvolvimento estratégico a médio/longo prazo chamado de ‘As novas rotas da seda’ para o qual tem feito as mais diversas parcerias, seja com a Rússia, e muitos outros países.
    Quanto à parte que nos toca directamente, que é o eixo Europa/América do Norte e afins, temos julgo eu, de meter no mesmo saco do poder um conjunto de gatos perigosos e com uma ambição sem limites, e aquí o Chaplin poderá dar algum contributo. Sejam sionistas ou algo ainda mais exótico, o que me parece é que existe um poder supranacional que tem uma agenda muito bem delineada e que não vai desistir até alcançar o seu propósito. Se o projecto se chama ‘The Great Reset’, ou outra coisa qualquer, não importa, importante é identificá-lo nem que seja só para assistir à sua implementação, sentados numa cadeira a comer pipocas de milho transgénico.

    1. Ok de acordo… Não acredito que a Rússia pretenda uma aliança com a China , não só por razões históricas mas por serem 2 concorrentes diretos na Eurásia mas a China quer fazer passar essa ideia … Quanto á parte que nos toca … essa é a mais importante, podemos continuar a discutir teorias estratosféricas, não tenho nada contra… mas também podemos nos concentrar em nós pessoalmente como nós prepararmos para a próxima grande depressão a nível pessoal, económico, social e familiar … seja quem for que está a manobrar os acontecimentos, no dia em que eles nos atingirem será completamente indiferente.

    2. Olá Krowler. Não há maior dificuldade em identificar quem são os grupos poderosos em nível global, o que já foi feito em vários blogs alternativos. O que impede qualquer reação é a identificação dos processos desenvolvidos ao longo do tempo. E são numerosos os fatores envolvidos. Pensamos que a maioria dos problemas presentes são relativamente recentes, e este é um ledo engano. A opressão surgiu muito antes das leis feitas pelos dominantes para dissimular a própria opressão. No princípio, o que vingava era a força física e depois a força das armas. Os códigos sociais surgiram como forma de mitigar o caos da vida sedentária. Não há solução para sociedades tão concentradas e tão populosas, no máximo, pequenos paliativos. A civilização se desenvolveu baseada em pequenas minorias dominantes legitimadas por mitos, e de grandes maiorias dominadas e envoltas por estes mesmos mitos.
      Imagine uma corrida do bastão com distância indefinida, onde o mesmo é passado de mão em mão, por uma mesma equipe. É exatamente o que acontece com o poder e a dominação ao longo da história. A única diferença é a de que esta equipe troca de uniforme por vezes. Não há possibilidade de acumulo de riqueza sem que a exploração de outros esteja envolvida. Alguém estará pagando a conta, mesmo que indiretamente ou inconscientemente.
      Não há nada de novo na contemporaneidade quanto a lógica das relações entre dominantes e dominados.
      O que mudou foi a potencialidade tecnológica-científica ao alcance dessas minorias, o que as tornou ainda mais poderosas. Peguemos o exemplo do II, quanta informação foi passada aqui, mas cujo efeito acaba muito abaixo na vida dos próprios leitores, pois raramente temos com quem compartilhar. Ou seja, é mais um processo “ilha”.
      O homem comum jamais será instruído para atentar para o principal. As nuances que envolvem o processo de dominação.
      Resta muito pouco afora as relações de poder e dominância.
      A própria origem da civilização é obscura, qdo não mítica/divina/lendária. Os registros mais antigos levam a Civilização Suméria (sul da Mesopotâmia), o que não significa que não existisse algo anterior. A civitas (base da civilização) logo foi alçada ao status de primazia, relegando a vida camponesa a condição subalterna e inferior. Uma divisão que traria repercussões milenares, pois desde então, seus cidadãos passaram a gozar de direitos e privilégios sobre o campesinato, mesmo este sendo sua maior fonte de ganhos. Em paralelo, povos inteiros subjugados transformaram-se em escravos e soldados à serviço desses antigos Estados (Pólis)expansionistas. Para se ter uma ideia, qdo da dita “democracia” da Antiga Grécia, 90% eram escravos ou camponeses e 10% eram cidadãos, sendo que apenas os últimos tinham algum direito político, sendo remunerados para comparecer nas assembleias eletivas.
      Os direitos políticos começaram a serem alargados proporcionalmente a amplitude das condições estatais de controle (forças armadas), ingerência legislativa e mecanismo de influência (propaganda ideológica) sobre as respectivas populações, e cfe a dita “democracia” representativa tomava forma. Hoje, há 2 tipos de candidatos em quem votar: uma maioria de “laranjas” que nada mais fazem do que aparentar a eleição ser algo “democrático”, e um grupo bem menor, de candidatos patrocinados pelo poder econômico/financeiro das minorias, ou seja, não faz diferença, vc votar em B ou em A., pois ambos estão no bolso do verdadeiro poder.
      Observe algo muito curioso, uma característica da vida urbana (Urbe). A corrupção generalizada, mas que nunca está perto de nós. Não há corrupção entre nossos familiares, amigos, colegas…sempre nos “outros”.
      Mas, aí vc pergunta: O que faço? E he digo: Nada resta além de sua própria revolução interna, ou seja, faça a sua parte.

      1. Transcrevo do meu ilustre Chaplin com a devida vénia :
        ” Os registros mais antigos levam a Civilização Suméria (sul da Mesopotâmia), o que não significa que não existisse algo anterior. ” Ahhhhhhhhh …
        De facto meu caro discípulo Chaplin, a única coisa em que estas completamente certo é na tua dúvida, a civilização que surgiu na mesopotâmia era muito mais do que dizes e estava altamente organizada de uma forma muito próxima da atual e distinguiam-se perfeitamente os poderes: político , judiciário, religioso e militar e isto não só não surgiu do nada, como pouco mudou nos 4000 anos seguintes. Não achas estranho ?
        Vislumbrares o que existia antes disso iria projetar o teu entendimento muitíssimo para alem da conspiração judaica milenar que te serve de muleta em TODOS os comentários que fazes e onde essa conspiração é apenas uma pequena peça da engrenagem .
        A raiz do problema começou 45.000 anos atrás, e apesar do incendio da biblioteca de Alexandria , a maior e mais antiga operação de ” queima de arquivos” da historia da humanidade os indícios continuam escondidos a vista de todos os que o procuram entender.
        E depois da tua longa dissertação a qual agradeço uma vez que de insónias padeço …
        terminas onde deverias ter começado …
        ” Nada resta além de sua própria revolução interna, ou seja, faça a sua parte.”
        e era exatamente a partir daqui que que tudo se tornaria verdadeiramente interessante, isto , se, o que dizes é genuíno e não apenas mero… parlapiê !!!

          1. É só isso ? Dizes umas graçolas e ficas-te ? O teu teorema termina onde deveria começar , é uma ciência pela qual e através da qual fica tudo tal e qual … meu discípulo … que desilusão , logo agora que começava a ter fé em ti… tanto estudo para isto?

  11. Para saber quem tem o poder e quem é o inimigo, não é preciso muito, basta olhar ao espelho!
    O poder é TEU, o inimigo és TU, o teu vizinho, o teu amigo, ou o desconhecido.
    A quem demos o poder nada restará se o NOSSO interior gritar: PARA! ACORDA! (nunca)
    “A guerra é um massacre entre pessoas que não se conhecem para proveito de pessoas que se conhecem mas não se massacram.“ (Paul Valéry)

  12. Rocker : Apesar de Fernando Pessoa dizer que nunca o poderemos saber” Ele sabia mais e deixou pistas: ” …exilados dos entre-mundos, os filhos do espaço nocturno (…), não contra Deus, mas contra a forma que Deus toma ao ser criador do nosso mundo.” Os Rosa – Cruz sabiam …

  13. Olá todos: algumas pequenas informações cá de baixo, onde as lutas pela sobrevivência explodem.
    Desde o século passado não ouvia notícia de assalto a caminhões frigoríficos, ou seja, carregados de comida, aqui no Brazil. A moda está voltando, enfrentada pelas forças da lei com gás pimenta, socos e pontapés.
    A governança do país houve por bem fixar o auxílio emergencial às populações carentes em 300 reais mensais até o fim do ano.Não sei se os comentaristas e leitores de II entendem o que significa este valor em dinheiro que os governantes afirmam ser o necessário para impedir necessidades. Acho que a melhor maneira de explicar a quem interessar possa é uma lista modesta de supermercado: 5 quilos de arroz – 26,00; 2 quilos de feijão – 18,00; 1 pacote de leite dom 12 caixas – 47,00; uma caixa de ovos com uma dúzia- 8,00; um pacote de café -11,00; 2 quilos de carne de segunda 26,00. Isto é o que uma família com 4 pessoas come durante um mês para não morrer de fome. Frutas, verduras, legumes e doces somente em fim de estação, quando a banana ou a bergamotas ficam quase grátis. Dá para perceber que o feijão com arroz é a base da sobrevivência física, mais arroz do que feijão. Para preparar esta rica alimentação somem um botijão de gaz a 78,00 e duas garrafas de óleo de soja a 14,00, além de sal e açúcar. Façam a soma e bom proveito!
    Imagino que os governantes têm certeza que essa dieta alimentar é a única coisa que as pessoas precisam, ou seja, menos que porcos mal cuidados pelos donos. Nada de remédios, nada de teto para se abrigar, nada de roupa, nada de qualquer resquício de educação assistida, e por aí vai.
    Talvez vocês pensem que o valor “dado” às pessoas seja um simples complemento, mas neste momento, neste país há milhões que deixaram de pagar água, luz e aluguel e foram despejados, há milhões que de tanto se endividarem, perderam totalmente o crédito e sobrevivem de pequenos bicos, pequenos roubos, pequenas falcatruas.
    E para concluir aqui não é como nos EUA que as pessoas perdem tudo isso e vão morar dentro dos seus carros em estacionamentos, campis etc. Quem está nesta situação no Brazil já devolveu o carrinho que comprou em décadas passadas, faz já muito tempo.
    Por outro lado estranham quando só no RJ há 30.000 milicianos armados até os dentes, organizando a vida familiar das comunidades carentes, permitindo-lhes sobreviver em troca de prestação de serviços no tráfico de armas, drogas, gentes e mais. Percebam os de fora que para ter uma ideia do poder não institucional vigente que o exército brasileiro conta com 75.000 homens em armas além da polícia federal.
    Tirem as conclusões devidas, e abraços cá de baixo.

    1. Maria, tinha é que não “dar” nada pra ver se esse povo se mexe e, sai às ruas pedindo o linchamento dos governadores que fecharam seus estados num crime de lesa pátria, alem de exigir o direito de portar armas de qualquer calibre para defesa pessoal e irem às portas dos quarteis pedir intervenção militar no congresso nacional e judiciário, prendendo todos, jugando e condenando à morte por linchamento em praça publica, os que forem condenados

  14. Obrigado Maria pelas informações e por explicar aos de “cima”, para quem ainda não percebeu, o nosso futuro.
    Por algum motivo os países “ricos”/”desenvolvidos” estão a ser forçados a empobrecer.

  15. Fernando Pessoa descendia de cristãos novos (judeus enrustidos) dos Açores, além de Maçom e Rosacruciano. Ele sabia o que falava.

    1. 300.

      O que eles são, e o que eles querem, não o podemos saber. Somente sabemos que a sua acção, manifestando-se naturalmente através do judaísmo, não é contudo judia na sua última intenção. Os mesmos judeus são armas em mãos supremas.

      Não é do judaísmo, em conjunto, que os 300 se servem: servem-se tão-somente do baixo judaísmo, do mesmo modo como se servem da decadência europeia; e, se servem mais fortemente do baixo judaísmo que dos degenerados de Europa, é que o judaísmo é uma organização universal, e a decadência de Europa é um conjunto amorfo (de indivíduos). Assim como o judaísmo se infiltrou na Maçonaria, para poder, por ela, operar na sombra, assim os 300 se servem do judaísmo, para poder, por ele, e por o que ele move, operar na treva.

      Três são, em resumo largo, as forças que os 300 jogam contra a Europa: o materialismo irracionalista, o misticismo racionalista, e o humanitarismo universalista. (…)

      300.

      (…) O fascismo não apresenta aos Trezentos uma preocupação senão superficial. O fascismo não tem raízes espirituais. Cai com facilidade, deixando de si, apenas, um fermento revolucionário e de desordem que antes aproveita, do que desconvém, aos Trezentos. (…)

      O fascismo, além disso, é a tal ponto semelhante, por um lado, ao bolchevismo, e, por outro lado, ao espírito sindicalista (corporativo lhe chamam os fascistas) que tende para desorganizar e deshelenizar Europa, que se ajusta, nesse sentido, muito mais às próprias ideias exteriores dos Trezentos do que à substância da civilização europeia.

      Documentos 53B-57 a 53B-92 do espólio de Fernando Pessoa.

      1. As probalidades de aparecer um comentador novo chamado Rocker que cola textos próximos das ideias de Chaplin sem fazer nenhum tipo de comentário … apenas colar , são probabilidades próximas de zero, o facto de Chaplin já ter recorrido a outros pseudónimos, o facto de querer imputar a Zé Ninguém ser P.Lopes quando é obvio que são duas assinaturas distintas e ambas com histórico, Chaplin parece andar a arranhar a superfície do assunto trazido por Rocker sem o saber interpretar tudo isto faz aumentar drasticamente a probabilidade de Chaplin ser também Rocker … assim lança estas colagens em nome de “Rocker” á procura de uma reação … ou como se dizer no Portucale .. “Tirar nabos da púcara” … Ai Chaplin … tantos estudos para isto ?

        1. Para alguém que não resiste a um comentarista dando a real sobre os inocentes judeus, imagina se vai aceitar outros comentaristas nesta linha…Acrescentar conteúdo é muito distante de alterar nick para simplesmente querer detonar como outros comentaristas…Teu desconversar sobre ELES fica cada vez mais trabalhoso…

          1. Todos os circos tem o seu palhaço
            Aqui no blog também é assim
            Temos um lunático presunçoso
            Que a si mesmo se chama Chaplin

            Não sei se andas com os pés de lado
            Não sei se usas bigodinho aparado
            Sei que tens o coco todo marado
            E o discurso de um disco riscado

            Por 15 anos estudas-te relações de poder e domínio
            E sem cerimónias ajavardas qualquer discussão
            És um desconversador exímio
            E sem vestígios de educação

            Aqui no blog insultos espalhavas
            O teu mau feitio era bem conhecido
            A paciência do blogueiro esgotavas
            Até que para o exílio fostes banido

            Ainda assim continuaste a comentar
            Sem dignidade de anónimo disfarçado
            Mas o teu discurso denunciava-te…
            …Havia sempre um judeu culpado !

            Por esmola foste admitido
            E recebido como o filho pródigo
            Mas andas de novo na javardice
            Sempre a insultar o próximo

            Desdenhas dos Portugueses,
            Mas quem desdenha quer comprar…
            Querias era ser encontrado no Parque Eduardo VII
            Para os locais te emrr(…)

            Estou farto das tuas manias
            E das tuas historias de embalar
            És chato todos os dias
            Vai mas é estudar…

            Estuda então mais 15 anos
            Mas agora boas maneiras e simpatia
            Porque se me voltas a provocar…
            FAÇO-TE MAIS UMA POESIA !!!

            Dedico com elevada consideração e estima ao meu virtual amigo Chaplin
            11 /IX/ 2020, Setúbal – Portugal
            ( P.S. Muito longe do Parque Eduardo VII … )

              1. E cpmo falta conteúdo despeja o ódio reprimido no pobre do Chaplin…até para desviar a atenção do que se está tratando. De um português notório, descendente de cristãos novos, maçom e rosacruciano , que simplesmente denunciou um judaísmo perverso acobertado pelo judaísmo aparente.

                1. Poxa amigo … ódio ? qual é cara ? esquece lá a discussão técnica, não podemos ter um pouco de lazer ? Não te quero ver assim “pobre Chaplin” até me vêm as lagrimas aos olhos de sentir o teu despeito

                2. Deveras curioso…”descendente de cristãos novos, maçom e rosacruciano ”
                  Todos os ingredientes de 5ª coluna, mesmo que não se dê conta disso.

              2. Hããã ??? Chaplin…Chaplin … essa cabeça sempre a pensar na conspiração judaica, o amigo aqui a fazer te uma poesia , arte pura … e tu sempre fixado no mesmo … Vá diz lá a verdade, não te sentes todo vaidoso? Aposto que nunca ninguém te tinha dedicado uma poesia … Quem é que é amigo ? Quem é ? :)))

                1. “falsario! Falso doutor, falso poeta, falso comentarista, e um grande trolista…” Epá isso quase que rima, Chaplin quem é o cara ? O gajo deve ser mesmo um troll eu sempre que encontro alguem assim faço um poema para ele … Eu não me ficava … e fazia-lhe um baita de um poema !!!

              1. Falso poeta o P.Lopes não é, taí o poema com dedicatória, autor e local de origem, agora judeu falar mal de judeu é que é curioso…

  16. Não gostaste da minha poesia
    E por isso sinto um desgosto sem fim
    Continuas com a mesma mania
    Meu caro amigo Chaplin

    Em todo o lado vês a judaica conspiração
    Não tiras um momento de lazer
    Nem para dar um pouco de atenção
    Ao belo poema feito para teu prazer

    Acusas-me de um odio imerecido
    E até de puta me chamas
    És um mal agradecido
    E o maior estúpido por estas bandas

  17. Que algum dia tenhas… duvido
    O comportamento de um ser normal
    Mas entretanto vais-nos divertindo
    Neste mundo virtual

    Pode ser que assim aprendas
    Aos teus adversários escolher
    Não te metas com marretas
    Porque ainda tens muito que aprender

    Vê lá se tomas juízo
    E te comportas com educação
    Senão á tua conta escreverei um livro
    Ou até mesmo uma canção

    P.S. A pedido do meu amigo Bandido e dedicado ao nosso estimado Chaplin. 😉

  18. Olá pessoal: queria fazer uma retificação no preço do arroz. Passei para vocês os preços da última vez que fui ao supermercado. Hoje 5quilos de arroz custa de 40,00 a 47,00 dependendo do lugar de compra. É inflação galopante? Não.
    Ocorre que com o dólar a 6,00 os agro industriais brasileiros venderam o estoque completo para o exterior, China principalmente. Como atualmente ninguém no governo se preocupa com estoque regulador, adeus arroz (exceção feita ao arroz orgânico, advindo da produção familiar que não por falta, mas por oportunidade também duplicou os preços). Diante da bagunça, o presidente se ajoelhou frente os produtores, pedindo-lhes patriotismo kkk, o que de certo nada adiantou. E, para finalizar o dramalhão, o Brazil vai importar arroz para tentar regularizar os preços.
    A propósito anda-se a sentir falta de muitos produtos, restando nas prateleiras o produto tipo premium, melhor e muito mais caro evidentemente.
    E dizer que seria relativamente fácil acabar com tudo isso. Se os donos do mundo querem neoliberalismo, o país não adere; se quer progressismo, o país encastela-se nas suas tradições ancestrais; se pretende a desintegração de grandes países, trabalha-se para a integração continental. O plano é simples e entra a dentro dos olhos de quem tem dois neurônios. Mas há um imperativo gigantesco: o bicho homem é por demais ambicioso, corrupto e burro.

    Oi Lópes: vou te oferecer um argumento,cá de baixo, para a tua acusação incontida contra a China, já que observo muita narrativa ofensiva pessoal na discussão LópesXChaplin, e poucos argumentos palpáveis. Talvez seja mais difícil responder racionalmente, mas enfim nunca se deve deixar de lado o esforço neste sentido .
    Recentemente a Argentina fechou um acordo milionário com a China: a criação de gado em cativeiro para a exportação massiva para alimentar a chinesada (pobre). A curto prazo entra dinheiro na Argentina já em desespero. Mas, mas, mas…há que considerar que a bicharada em cativeiro requer comida plantada, e o uso de agrotóxicos vai acabar com a pampa (os terrenos mais férteis do mundo para pastagem) em 40 anos senão menos. Gado em cativeiro adoece fácil e sobrevive com doses diárias de antibióticos que sabidamente induzem câncer, o que vai aumentar a já elevada taxa de acometidos de câncer. (bem mais que o tal corona vírus). A China já vinha adquirindo milhares de hectares de terras na Argentina, competindo somente com Israel nessa corrida. Agora o que resta será exaurido. É um negócio da China…para os chineses, e é com negócios assim que o governo chinês vai garantindo seu domínio.

    1. Olá!
      Comprei 5Kg de arroz hoje em Sorocaba (eu mesmo fui ao mercado), interior de SP. Paguei R$ 28,60 (produto de primeira linha). Há menos de 01 mês esse mesmo produto era vendido a R$17,00. Realmente subiu muito, mas por aqui ainda não chegamos aos R$ 40,00
      O maior importador do arroz brasileiro é a Venezuela (sim ela mesma), 20% do que é produzido aqui vai para a terra de Hugo Chaves, em sequencia vem Peru, Senegal, Costa Rica e Cuba. Apenas a titulo de informação.
      Abraço

  19. Olá Maria, o que a China fez na Argentina já fez em África na Asia Central nos países em volta do mar do sul da China e continuara a fazer onde lhe deixarem, mas reparei que China, Israel , EUA e Alemanha , (outros não sei mas estes conheço bem) compram e preparam stocks de alimentos muito acima das reais necessidades , se ao longo da historia da humanidade uma ofensiva militar sempre foi antecedida de um bom ano agrícola , na era da globalização mesmo um mau ano agrícola pode ser suprido com um bom acordo comercial, porém a necessidade de manter provisões para alimentar um exercito numa ofensiva militar ou para alimentar uma população sitiada mantém-se … parece que alguém se está a preparar para um cataclismo natural ou fabricado e isso será uma das razões da inflação do preço dos alimentos.
    Uma sugestão ? Ainda que modesto manter um stock de provisões de longa validade, preparar parcerias, cortar no superfulo … enfim um plano B. Porque mais vale prevenir e pouco é melhor que nada.

    Agora uma questão filosófica … Será a minha acusação incontida contra a China mais ostensiva que a acusação incontida de Chaplin contra os judeus ?

    Tu Maria, que és uma comentadora de bom senso e contenção peço-te que faças de intermediaria entre mim e o Chaplin.

    Recuperemos a nossa amizade ! Lanço daqui um desafio ao meu grande amigo Chaplin ! Eu P.Lopes que sempre critiquei a politica da China estou disposto a abraçar uma Chinesa jeitosa se o Chaplin abraçar um judeu barbudo !
    Enfrentemos os nossos medos e receios !

    1. Por cá já temos nas novas regras de contigência:
      f) Racionalização da utilização dos serviços públicos de transportes, comunicações e abastecimento de água e energia, bem como do consumo de bens de primeira necessidade.

  20. Ainda não perdi a esperança de, a rapaziada aqui do blog, discutir o tema Covid-gate.
    Já agora, comprei 250 de café Delta moagem universal por 2.99 euros, e 1 kg de arroz Saludães por 1.05 euros.

    1. Krowler seu capitalista… 1 kg de arroz no lidl custa menos de 0.90 … Bem mas já agora …também fui as compras e comprei um gel lubrificante durex por 10 euros e uma lata de chantilly em spray por 2.70 , só porque é véspera de fim de semana …
      Já agora se o Chaplin aceitar o desafio que lhe lancei é melhor comprar um amaciador … ou vaselina… para as barbas do judeu… aquilo tem um aspecto um pouco áspero… não sei… e se calhar umas molas da roupa , para lhe prender os cabelos ás orelhas do judeu, os gajos as vezes usam uns caracóis longos e esquisitos … Epá, é só uma observação inocente isto não tem nada de racista ok , preocupo-me com o bem estar do Chaplin, afinal os amigos são assim.. ou não ?

  21. Paula Lopes poetisa de Setúbal
    Tem o seu coração de luto
    Pois Chaplin esse infame animal
    Vai casar com um judeu barbudo

    A moçoila sofre em silêncio
    Pelo seu amado faria tudo
    Mas Chaplin está enfeitiçado
    Pelo judeu e seu charuto

    Em Setúbal ou onde estiveres
    Todos sentimos a tua perda
    Perdoa lhe moçoila se poderes
    Ele não escolheu ser rabeta

    1. Leva bastante vaselina Chaplin
      Para a lua de mel com o teu amado
      Ouvi dizer que o judeu barbudo
      E um bocado abrutalhado

      Mas se calhar tu gostas assim…
      Não consegues parar sossegado
      Enquanto não meteres o charuto até ao fim
      Não te sentes aliviado

      1. Porra P. Lopes, eu julgo que até o Bocage te fazia a vénia de tirar o seu manto!
        (O que eu não me estou a rir com esta vossa tertúlia)

  22. Chegou como Marreta, que não passava de uma treta,
    Adotou Paulo Lopes, pra enganar com outros motes,
    Moçoila manchada, em Setúbal no fado deslancha,
    Travestida de poetisa, bajula o judeu que lhe atiça,
    A outros Nicks se socorre, como um falsário que corre,
    Era uma vez uma Paulinha, que o Chaplin fez galinha.

  23. Nunca vi tamanho desrespeito por um post como neste caso. A super-bactéria que o uso massivo de gel pode originar é um problema potencial que não deve ser descurado. Sempre melhor lavar as mãos com água e sabão.
    Usei gel somente nos primeiros 15 dias da pandemia.
    Cumprido o meu dever de cidadania para com o tema do post e por falar em gel, P. Lopes, no Continente o Gel Lubrificante Intimo Well’s custa 4.99 euros. Fica a dica.

  24. A Maria será a madrinha
    E o Bandido será o vigário
    Estão todos convidados
    Para o casamento deste otário

    O krowler está atrasado
    No lidl arroz foi comprar
    Para por cima dos noivos
    Os baguinhos brancos lançar

    Ho krowler passa na wells!
    Para gel íntimo comprar
    É que o Chaplin esta noite
    De muito vai necessitar…

    Aproveita que é barato
    E enche bem o saco
    Para o Chaplin não ficar
    Com o rabinho todo assado

    O Zé ninguém traz as alianças
    Para o enlace consagrar
    Traz também umas algemas
    Para o Chaplin não escapar …

    Ho Chaplin obrigado!
    Pelas tuas poesias de merda
    Mais valia estares calado
    Ou então ires à pesca

    Quero ver-te depressa casado
    Para ver se de ti me safo
    O judeu também está atiçado
    Para te entalar o nabo

    La estarei com a minha Chinesa
    E todo o blog se enternece
    A vida é mesmo assim
    Cada um tem o que merece

    1. Com a minha filha não casaste
      Por não seres heterossexual
      Escolhes-te um judeu barbudo
      Mas ninguém aqui leva a mal

      É um judeu mesmo judeu
      Tão judeu que até dá dó
      Que passa a noite inteira
      A empurrar-te o cocó

      Apesar do esforço do Krowler
      Nem todo o gel vai chegar
      vais ter usar gel anticéptico
      Já que é aquilo que estávamos a falar

      Chaplin meu amigo
      Não sei como consegues aguentar
      A grandessíssima sova
      Que neste blog estas a levar

      Já era tempo de ficares calado
      E aprenderes a respeitar as pessoas
      Mas com o teu instinto de javardo
      Ninguém te convence as boas

      E assim lá vais somando derrotas
      Que não te levam a nenhum lado
      E atrás de ti o teu judeu …
      Sempre a enfiar o nabo

      Mas é assim que tu gostas
      É assim que te sentes bem
      Sempre a servir de palhaço
      Sempre a divertir alguém

      O Zé Ninguém e o Bandido
      Devem estar a delirar
      Por verem finalmente o Chaplin
      No seu devido lugar

      Deves andar tão enraivecido
      Que até ao Max vais implorar
      Bloqueia aquele marreta atrevido!
      Que eu não o consigo aguentar !

      1. P**ra!!!
        Meu “nome” em um poema!
        É muita honra, ainda mais como sendo o portador das algemas, obrigado P.Lopes pelo papel a mim designado, se precisar, posso exercer a função do policial que usa o cassetete num possível caso de resistência às algemas.

        1. É toda a honra que tu mereces
          Zé Ninguem, companheiro
          Não tens medo de ser sincero
          Não tens medo de ser verdadeiro

          Foste dos poucos que comigo
          Combatemos esta ditadura
          De gente presunçosa
          De gente sem cultura

          A ti a minha homenagem
          Sempre assim labuta
          Não te vergues a ninguém
          Não temas nenhuma luta

          Se o medo não os calasse
          Mais gente como nós seria
          São gente sem classe
          São gente de cobardia

          Tem medo de ofender
          Os gurus da filosofia
          Que tudo dizem saber
          E só se escoram na mania

          Eu te saúdo Zé Ninguem
          Eu te rendo a minha homenagem
          Para mim serás sempre alguém
          De valentia e coragem

          Com elevada consideração e estima
          Ao meu camarada comentador e legionário virtual
          Zé Ninguem

          Setúbal, 12/IX/2020 ( Enquanto aguardo pela censura )

          Paulo Pimentel Lopes ( O Infame )

  25. Olá Max: algumas solicitações diretamente a ti.
    1. Volta a trabalhar aqui em II porque já é tempo!!!!
    2. Apaga esta série de supostas discussões estúpidas entre Lópes e Chaplin, cujo lugar decididamente é fora daqui. Se lhes agrada, esta narrativa o que mais ofende é a tradição de um blog destinado a informar, discutir ideias, trocar contribuições racionais.
    3. Se estás esperando até onde vai esta porcaria, pára, porque em matéria de estupidez o cérebro humano é ilimitado. Não permite que por absoluta irresponsabilidade se estropie um trabalho sério. Comentários com má intenção dissimulada não merecem resposta.
    Abraços

    1. Volta Max que estas perdoado
      Aqui está tudo a arder
      Anda ver o que estes lunáticos
      Ao teu blog vieram fazer

      Isto era um local de coisas sérias
      De cultura e lazer
      Para gente de boas famílias
      Conversar e aprender

      Temos aqui pessoas sensíveis
      Selectas e de grande saber
      Mas que aos comentários estúpidos
      Ninguém os obriga a ler

      Queres censurar os comentários
      Fecha o blog num caixão
      Porque o que aqui estamos a fazer
      Também é liberdade de expressão

      O respeito é reciproco
      E este principio é altaneiro
      Nunca a ninguém ofendas
      Que a ti não te ofenda primeiro

  26. Só vejo um raivoso por aqui
    Alguém que não sabe quando parar
    Chama-se a sí mesmo Chaplin
    E conta histórias de embalar …

    É rancoroso e rezingão
    Apenas duas coisas saber fazer
    Ou fala da judaica conspiração
    Ou arranja alguém para ofender

    O teu azar foi o nosso ouro
    algum dia haveria de surgir
    Finalmente encontramos um bobo
    Para a todos nos fazer rir

    Lamento que desistas da rima
    És um génio malfadado
    Preferes ser um artista
    Na arte de ser veado

    Mas tenta mais uma vez
    Fazer uma rimas para acompanhar
    O espectáculo deprimente
    Em que te estás a transformar

    Hoje não é o teu dia de sorte…
    É sábado… e tenho pouco que fazer…
    E muito fico agradecido
    Por ter um palhaço para me entreter

    Aqui fico a tua espera
    Sempre que te queiras espatifar
    Nos intervalos dos “empurrões”
    Que o judeu tem para te dar

    Mas usa um contraceptivo
    não vais dele engravidar
    seria uma genética aberração
    Que devemos evitar

    Já tu me pareces um híbrido
    nunca vi um animal assim
    Uma espécie de cruzamento
    Entre um burro e um javali

  27. Tens razão Maria! Abordar o assunto JUDEU gera em muita gente uma reação desmedida, raivosa. Não sem razão, em 1913, as elites judaicas, através de uma de suas frentes, chamada “Os Filhos da Aliança” (criada em New York em 1843), fundou a “Liga Antidifamação”, uma organização de fundo propagandístico e que replica pelos mais variados países, que visa justamente inibir/impedir qualquer iniciativa que possa desabonar a IMAGEM do judeu, que deve ser mantida, a qualquer custo, como vítimas históricas e contemporâneas da maldade humana. Para tanto, servem-se dos seus numerosos meios de comunicação de massas que, pela técnica de repetição-exaustão, prevalecem sobre a mente dos ocidentais judaico-cristãos…

  28. Há por aí voluntários, poetas ou não, disponíveis para discutir a Covid-gate sob o ponto de vista económico?
    Interessa perceber se vão haver novos confinamentos, como vão evoluir as economias dos países, como vão reagir as pequenas e medias empresas, desemprego, The Great Reset (situação actualizada) qual a evolução do preço do açúcar amarelo, etc.

    1. Krowler, não tem pra onde correr, vai haver o reset financeiro de qualquer modo, o covid foi o catalizador necessário para terminar ciclo da bolha financeira que estava sendo contida para uma explosão controlada, onde o tal vírus sera o bode expiatório, sugiro que assista no ioutube uma live do prof. Ricardo Felicio com o prof. Luis Antonio Valle, segue o link:
      https://www.youtube.com/watch?v=GWBFYYtW2gc

      1. Zé Ninguem, eu conheço a série XMG e já ví vários episódios. É um trabalho muito aprofundado do Prof. Luis Antonio Peixoto Valle.
        Concordo com a abordagem, mas nem sempre com tudo o que ele diz, mas vale a pena ver.

  29. Meu caro … não vão! a economia do mundo está como este blog, entregue aos bichos, do efeito bola-de-neve na economia apenas podemos prever 3 coisas, vai ser mau, muito mau, ou catastrófico. Por isso , eu pelo menos para mim acho, que em vez de discutir é melhor pensar num plano B.

  30. Éh, pá!…
    Ó meus caros!…

    Antes de mais, deixem-me dizer-vos a todos que estes comentários neste post, desta vez, apesar de estarem hilariantes, estão de um “regabofe” e de um “descambanço” como nunca se viu por aqui…guerra de opniões pessoais, com alusões semi-racistas e sexuais, em forma de poesia, música e memes? Bolas, que é no mínimo insólito…

    E depois, isto sim, já a falar na farsa do covid-19 (e já que até se meteu previamente música ao barulho), aqui fica isto:
    https://davidicke.com/2020/09/12/covid-19-the-musical-by-frankie-goes-to-nowhere-so-good-its-banned-by-youtube/

  31. Regabofe e descanbanço
    São o meu habitad natural
    E o anónimo entretanto
    Parte pra ofensa pessoal …

    Ninguem aqui é racista !
    É apenas uma discussão ligeira
    Só revela a sua falta de cultura
    Sobre poesia satírica e brejeira

    Grandes nomes da nossa Historia
    Escreveram de forma igual
    Tenha presente a memória
    Do nosso passado cultural

    Olhe um pouco mais em altura
    E veja se algo aqui aprende
    É que a arte e cultura
    Ainda são uma arma potente

    1. Ó meu caro…ninguém aqui quis ofender ninguém, você compreendeu mal as minhas palavras…

      Só fiz um comentário objetivo dos factos ao dar de caras com o que encontrei…é que não era aqui, nem na sequência dum post sobre covid-19 que esperava encontrar o “resvalanço”, já completamente descontextualizado, que, surpreendemente se havia instaurado…e não deixei contudo de me rir.

      E claro que conheço a poesia “satírica e brejeira” a que se refere, que isso tornou-se histórico. O Bocage, só por si, é lendário pelas piores razões. E o Botto…esse até foi musicado pelos Penicos de Prata. Conhece? Se não conhece, então, há um ponto de “arte e cultura” que lhe escapou foi a si…mas tem desculpa, que eles caíram no esquecimento…

      1. Hóoo meu estimado anónimo, não há nenhuma ofensa, a minha linguagem era uma “licença poética” uma hipérbole, mas muito me regozijo saber que compreende esta “bastarda” forma de arte , de facto os “penicos de prata” chegaram a actuar numa televisão publica mas aqui os puritanos da arte ficam escandalizados com qualquer excesso de linguagem e vão logo a correr fazer queixinhas , faz me lembra os tempos de escola primaria … a professora saia da sala, começava a mais que normal algazarra entre miúdos saudáveis ( não havia telas de smartfone para ficarem embasbacados ) e quando a professora voltava as meninas mais puritanas não perdiam tempo e denunciavam com grande ênfase e quase balbuciando :
        Sr.ª Professora !!! O menino Paulinho disse aquela palavra feia começada por C …
        O delito era investigado em poucos segundos em processo sumario sem direito de defesa ao jovem arguido e o menino Paulinho papava logo ali umas valentes réguadas e a menina puritana sentia a honra lavada … a vida continuava … e a palavra começada por C voltava ao esquecimento …
        Mas antes as meninas puritanas faziam uma notificação solene ao aspirante a vilão …
        Ai Aiii ííí … vou contar a professora …
        Aiii as recordações que isto me traz… 🙂
        Mas olhe que aquilo que diz ser completamente descontextualizado não assim tanto é , se o excesso de gel anticéptico pode criar uma super bactéria , não é menos verdade que também o excesso de linguagem anticéptica cria uma ditadura cultural em que só se podemos exprimir pelos padrões impostos pelos puritanos, que se escandalizam com um dialogo brejeiro e humorado num blog de discussão de pessoas adultas como se o blog fosse o seu quintal e apedrejassem qualquer cão que de passagem lá queira ir mijar ( talvez devesse antes dizer um cão a urinar … para não ferir susceptibilidades)
        Hoje censuram a linguagem … amanhã censuram as ideias … e depois … os meninos ditos mal comportados e obviamente em minoria ( porque de cobardes está o mundo cheio) vão para um ” campo de reeducação” para seu próprio bem , claro !
        Afinal é esta uma das vicissitudes do seu modelo de eleição …
        Anónimo bem haja . A arte será sempre uma forma de luta !

        1. Ó meu caro, eu entendo o que quer dizer, a sério que entendo, mas, pelo que me diz, há um ponto em que discordo: é que os meninos mal-comportados (não apenas por causa da linguagem, mas por causa de tudo) estão em maioria, e a tendência é para proliferarem se ninguém fizer nada…

  32. Olá Krowler: teoricamente países como o meu e o teu teriam uma janela de oportunidade para resetar o sistema a favor dos povos, e não como acontecerá, a favor dos predadores do mundo., tendo em vista que um império está com dificuldades de sobrevivência e o outro ainda não estabeleceu todas as suas garantias.
    Cá no Brazil existem medidas que se levadas a sério alteraria o estado da arte.
    Antes de mais nada resetar a cabeça da população mediante um esforço massivo do Estado para recuperar culturalmente o povo, emponderá-lo. Quero dizer que o poder deve estar nas mãos do povo mas só o revisionismo da história, a revolução cultural dos mídias e universidades poderia por a narrativa dos acontecimentos no seu devido lugar.
    Sei que esse esforço demandaria um volume muito grande de recursos,mas para isso bastava taxar as grandes fortunas, retirar boa parte dos privilégios das “castas” judiciária e legislativa, impedir a desova dos lucros empresariais no exterior. Estrategicamente, uma governança nacional do país e para o país, e cujas cabeças fossem os expoentes do conhecimento “resetado”.
    Obtido este sucesso, o resto é pura consequência: democracia direta nas médias e pequenas cidades, Democracia administrativa nas grandes cidades, Estados e nação, no âmbito político.
    No aspecto econômico, protecionismo nas primeiras fases, produção voltada para a qualidade e não para quantidade ( grande incentivo à ruralização e produção agrícola isenta de venenos), prioridade ao desenvolvimento tecnológico e de defesa, e re industrialização na medida das necessidades nacionais.
    No aspecto humano e ambiental, recuperação dos indivíduos doentes, drogados, ignorantes com trabalho para todos e condições de vida razoáveis.
    Conservação das reservas ambientais, especialmente aquíferas e de energia.
    Aprendi com Putin (que é tão ateu quanto eu ), que o aspecto fundante do poder e integração do povo é a manutenção da sua espiritualidade (não confundindo com a exploração maquiada de religião). Prover de “asas” esta espiritualidade, reduzindo a segundo plano e decisões na ordem do privado dos indivíduos as questões identitárias.
    Prover as forças armadas de todas as condições para proteger fronteiras e apoiar populações isoladas, vigiar águas litorâneas,
    Controlar rigidamente embaixadas e serviços consulares e de aconselhamento estrangeiros, extinguir toda e qualquer organização não governamental especializada na difusão do neo liberalismo, progressismo vulgar, religiosidade voltada para o lucro dos líderes.
    Eu sei o que é necessário, eu sei que é possível fazer e como fazer, eu também sei que não será feito.
    E, como não será feito, depois da tal pandemia, os predadores terão os motivos previstos para justificar mais austeridade, mais desperdício, mais fome, mais ignorância, mais genocídio, mais exploração. Portanto o reset será a favor deles e não nosso.
    E não há plano B, nem C nem Z.

  33. Bom dia Krowler:
    Tomara que eu esteja enganada , mas não há solução dentro do sistema. O que se põe sobre a mesa são realidades e opções dentro do sistema. Dei meia dúzia de pinceladas sobre opções que corroiriam o sistema.
    Se ficarmos com o que está sobre a mesa, teremos alternativas individuais, no máximo grupais.
    Queres ver?
    Fugir para regiões esquecidas e isoladas, montando um esquema de sobrevivência natural. Não estamos acostumados com isso. Nossos corpos e mentes demandam já hábitos e necessidades tais, que provavelmente não aguentaríamos.
    Providenciar nosso bunker familiar e/ou com amigos próximos, subterrâneo ,e lá provê-lo do necessário por 2 ou 3 décadas. É muito caro, e arriscamos sair no meio de uma guerra global.
    Vermos bastante Netflix para ir nos acostumando com o novo normal. Agora mesmo uma produção espanhola descortina a vida “em segurança” das cidades espanholas acossadas por uma guerra nuclear preventiva, surgimento de inúmeros patógenos, restrições de toda ordem locais e nacionais, e as famílias no meio de tudo isto.
    Somos pessoas adultas ou idosas por aqui. Podemos esquecer de pensar no que virá e sermos o máximo possível felizes no ocaso do mundo que vivíamos, sem pensar em nos preparar para o mundo da pós verdade. O problema é para quem tem filhos crianças ou adolescentes.
    Se é o teu caso, tenta organizar com os teus filhos uma vida muito simples, ensiná-los a pescar, caçar, comer frutas e legumes crus, plantar, fazer o próprio teto, conhecer lugares muito distantes das “civilizações”, onde tenha boa água e boa terra. Infelizmente é provável que eles te tenham por louco e não aceitem.
    Bem, mais não me vem a mente.
    Abraços

    1. O seu último paragrafo exprime o maior legado que podemos deixar a nossos descendentes.
      Antes de todas as disciplinas no ensino, muitas delas sem qualquer utilidade, todos deveriam passar por 3: Cozinha, Medicina Básica e Sobrevivência. Hoje são educados de modo a serem o mais dependente possível da mão do carrasco.
      Para quem não conhece e queira dar algo para as crianças lerem, existe um livro bastante simples, educativo, que deveriam todos guardar como uma biblia: O Livro Da Auto-suficiencia – John Seymour, basta perguntar ao Dr. G onde pode arranjar o PDF.

  34. Olá Krowler: voltei para continuar porque até aqui falava em sobrevivência física e emocional, qual seja o contato familiar e de amizade verdadeira.
    Mas há uma medida necessária que é a sobrevivência mental.
    Para tanto sugiro que elejas um pequeno número de livros essenciais e filmes e documentários em DVD, e formes uma pequena biblioteca muito bem guardada para tua memória conservares e a de teus filhos.
    Considera que este mundo virtual que ora aproveitamos pode pronto se acabar. Isso é vendaval que fugirá das mãos das pessoas comuns como nós antes que pensemos ser possível.
    Faz alguns anos, eu e o Robson trouxemos para cá uns 20.000 livros e centenas de DVDs, tudo coisa boa, fruto da vida dele.
    Depois que ele morreu fizemos o que queria: distribuímos, demos, perdeu-se em meio a cupins, enfim, acabou. Lamento demais o ocorrido e hoje tento reunir alguns livros impressos, alguns DVDs, para não esquecer do essencial, já que filhos não tenho, amigos reais estão dispersos, e meus cães não sabem ler.
    Bom domingo

  35. Olá Maria, gosto desse plano, e aliás tinha sugerido ao Krowler que era tempo de preparar um plano B , mas no teu comentário anterior vi a alusão de que não haveria plano B nem C nem Z, então pergunto-me , o teu “plano” se assim lhe posso chamar é o quê? O plano Z1 ? Ou as ideias só são válidas quando partem de pessoas da nossa simpatia?
    Bom domingo

  36. Olá Lópes: creio ter sido explicita quando disse que não há plano B ou Z dentro do sistema para um país, um continente. E arrisquei algumas ideias que rebentariam com o sistema que é neo liberal, progressista e desintegrador.
    Então, considerando a pergunta do Krowler, elenquei algumas possibilidades individuais e/ou grupais que sim poderiam ser plano B ou Z.
    Mas a diferença é total quando pensamos em livrar o próprio couro, ou livrar a humanidade.
    Até porque nos próximos anos que me restam, depois de ter vivido tudo que vivi, eu me viro para salvar minha própria pele…sem traumas ou medos.
    Me importa no entanto, discutir aqui opções de países, de maioria, de planeta, de humanidade. Não que eu acredite que se realizarão, mas como exercício do pensamento para mostrar que, caso haja ou houvesse vontade política e conhecimento, poderia se salvar o barco todo.
    Quanto ao reset financeiro em favor de todos ou dos mesmos privilegiados de sempre, há muita coisa sendo dita. Não entrei numa seara que não conheço suficiente.
    Se o Krowler tivesse uma empresa, por exemplo, não sei dizer o que faria dela, quando todas as bolhas explodirem. Eis aí um bom tema para as contribuições do pessoal daqui.

  37. Maria, olá mais uma vez. Acho mais sensato, para mim, começar pelo básico, deixei de me preocupar com planos estratosfericos que de pouco me valem se não souber por exemplo para quantos dias aguentam as reservas que tenho na dispensa, ou como as vou repor se as lojas não tiverem, e como esta organizado o regime de rotatividade da minha dispensa ? Onde vou procurar e armazenar agua potável se ela deixar de correr na torneira, ou como vou preservar alimentos se o frigorífico não funcionar, ou como iluminar a casa sem electricidade . E parcerias ? É bom que tenhas cães , não sabem ler mas ajudam na defesa … desde que a ração não se esgote rapidamente, a validade dessa ração em boas condições aguenta 2 ou 3 anos… As galinhas não ajudam na defesa mas produzem ovos até mesmo a partir de restos dos nossos alimentos. Estou a ser alarmista? nada vai faltar ? Talvez não, mas os preços não vão ser os mesmos e muito menos vão baixar; 70% da produção agrícola é subsidiada e depende da produção de petróleo que vem muitas vezes do outro lado do planeta. Fica caro aumentar o stock de alimentos e bens ? É sempre melhor do que ter o dinheiro no banco … ou confias mais no banco do que em ti mesma ? Ninguem nunca será auto-suficiente mas possuir o essencial para ultrapassar um período conturbado poderá ditar os que irão sobreviver ou não ou pelo menos os que manterão um pouco mais de dignidade.
    Era este o plano B de que falava ao Krowler. Quero la saber como vai a economia parar ao charco agora que vejo que o charco é inevitável. Quero la saber como é que o pais A ou B pode ser salvo se eu não estou preparado para me salvar a mim ou aos meus… Até aqui discutimos modelos económicos , politicas internacionais , pois, minha amiga virtual e colega comentadora , o mundo mudou e não vai voltar brevemente ao que era, talvez esteja na hora de mudar um pouco de tema…
    Se a empresa falir não será pior para o empresário do que para aquele a empresa deve dinheiro …
    E por fim … tudo depende da atitude , sempre vai haver os que choram e os que vendem lenços !

  38. Olá Lópes e todos: que tal trabalhar nas duas frentes? Acho que é uma obrigação daqueles que pensam. Se tu Lópes te contentas em tentar salvar a tua pele, tenho dúvidas que salva a tua pele, passes a pensar nas possibilidades coletivas. Enfim, é uma opção, e eu respeito.
    Quanto ao exemplo da suposta empresa do Krowler, caso ele esteja endividado e vá à falência, perdem ele e seus empregados; ganha quem sempre ganha, o banco.

  39. Não me contento em salvar a minha pele, mas se eu não salvar a minha pele em 1.º lugar não estou em condições de salvar mais ninguém…nem aos meus… menores e indefesos, não se trata de egoísmo mas de lógica e de prioridades, depois temos de ter alguma parcimónia porque ” De nada serve ajudar os que não se ajudam a si próprio ” e eu concordo com esse principio. As possibilidades colectivas para mim é vago … até porque não quero fazer como aquele jovem altruísta que arrastou a velhinha pela passadeira para o outro lado quando a velhinha estava só a ver e não queria atravessar .
    Cada um escolhera o seu caminho e ninguém pode ser salvo a força. Quem tiver capacidade de liderar as massas para a salvação colectiva rendo-lhe a minha homenagem e desejo-lhe as maiores felicidades, mas eu não tenho essa vocação. E apenas me dedico aquilo que sei que posso fazer com sucesso.

  40. Maria, muito boas sugestões. Lembras-te de um post aqui no II sobre o Decrescimento? Se a memória não me falha foi dos mais comentados. Talvez tenha chegado a altura de pensarmos em decrescer um pouco do ponto de vista económico para crescermos mais do ponto de vista pessoal?
    Eu tenho uma horta do lado de fora da minha cozinha, e quase mil livros aqui atrás de mim, não são muitos mas já não é mau, pois devemos reduzir tanto quanto possível as nossas dependências do ecossistema económico e social em que vivemos e assegurarmos a nossa sobrevivência física e mental.
    Parece ser consensual que este Covid-Gate, no aspecto económico, vai ser um desastre.
    Como também refere o Poeta Lopes, já estamos a pensar do ponto de vista pessoal/individual, porque do ponto de vista colectivo o rebanho já perdeu a sua integridade.
    Chegados a este ponto será importante perspectivar que tipo de sociedade iremos ter num futuro muito próximo, em função dos dados já conhecidos? que liberdades nos restarão? que mudanças e condicionamentos iremos enfrentar? que tipo de resistência será possível implementar (esta é para o Max), etc.

          1. P. Lopes, o Carlos Carrapiço é um marco na literatura portuguesa. Tive o prazer de ver esta entrevista na altura, e há uns tempos atrás tinha visto de novo.
            ‘… fui ver e era o Octávio’ LOL

              1. Como dizia o Vasco Santana, ” Carneiro amigo , andamos todos ao mesmo…” uns vendem calcitrim , outros cogumelos mágicos, colchões , poltronas, relogios, aparelhos auditivos, e este agora… vacinas , vivem da imagem literalmente, e põe a imagem a render a quem paga mais …
                A comunicação social deixou de ser o 4.º poder e passou a ser apenas ” O Poder” e todos os outros se vergam para não serem alvo de chacota,ridicularização, publicidade negativa e até mesmo investigações a sua vida privada que depois caem na televisão oriundas de supostas ” fontes” Tenho muito respeito pela prostituição, pois percebo que é um ciclo vicioso em que por vezes se cai , e tudo o que era antes visto como característica da prostituição hoje mudou de destinatário e encaixa que nem uma luva na comunicação social .
                Acredito que desta vez a comunicação social deu as mãos com a OMS e com esta javardice da pandemia deram um passo maior que as pernas, se depois disto a população não perceber que estão debaixo de uma hipnose colectiva feita pela comunicação social não haverá mais salvação …

  41. Um limitador que passa quase despercebido ( e por isso torna-se um problema) é o de que na literatura em geral também prevalece a intelectualidade judaica, seja de viés de “direita” ou de “esquerda”. São raras as obras sem vínculo com esta intelectualidade, no passado e no presente. Exemplo é o arcabouço literário que envolve o início da difusão da literatura doutrinária religiosa.
    No reinado da rainha Maria I da Inglaterra (1553/8), eruditos protestantes fugiram da Inglaterra para Genebra/Suíça, então governada como uma república e 1 dos poucos lugares no mundo em que se professava a fé protestante livremente. Entre eles, William Whittingham, que controlaria o grupo para criar a tradução depois chamada de Bíblia de Genebra, junto com Myles Coverdale/Christopher Goodman/Gilby Anthony/Thomas Sampson/Willian Cole. Whittingham foi o responsável pelo Novo Testamento, concluído/publicado em 1557, e Gilby pelo Antigo Testamento.
    A 1ª edição completa, com nova revisão do Novo Testamento, surgiu em 1560, e impressa na Inglaterra em 1575 (Novo Testamento) e 1576 (Bíblia completa). Mais de 150 edições foram emitidas, a última, em ca. de 1644. A 1ª Bíblia impressa na Escócia foi uma Bíblia de Genebra, em 1579.
    Algumas edições desde 1599 usavam notas para o Apocalipse traduzidas a partir de 1 novo comentário em latim pelo teólogo huguenote Franciscus Junius.
    A transcrição para o Inglês baseou-se nas traduções feitas por William Tyndale/Myles Coverdale (90% dos textos do Novo Testamento da Bíblia de Genebra são de Tyndale).

    1. De facto assim é meu caro Chaplin, mas nota que os judeus não estavam sozinhos nessa demanda, da quantidade de falsificações pela qual a ” Biblia” passou, na igreja católica , considero ” O Concilio de Trento ” em 1545 a maior de todas as conhecidas em que faram banidos os evangelhos apócrifos . Porém quando lemos muitos dos apócrifos depara-mo-nos com vastos e profundos conhecimentos e descrições capazes de terraplanar os alicerces da igreja católica o que se torna flagrante quando entre alguns desses apócrifos notamos paralelismos entre eles e alguns livros da antiga Índia como o Vaimānika Shastra e até mesmo lendas de tribos da américa do norte e a própria mitologia nórdica … e a lista continuaria …
      Agora repara na proximidade temporal entre os factos que descreves e o concilio de Trento …
      E recorda-te do texto de Fernado Pessoa sobre os 300 que se servem da ” baixa judiaria” …
      Pois… portanto nenhum destes 2 é o “ator principal” porque este ataque já era muito antigo … tornou-se visível desde a destruição pelo fogo da biblioteca de Alexandria.
      Portanto, meu caro Chaplin, posso estar errado, obviamente, mas convido-te a recuar um pouco mais na tua narrativa.

  42. Olá gente:
    “Chegados a este ponto será importante perspectivar que tipo de sociedade iremos ter num futuro muito próximo, em função dos dados já conhecidos? que liberdades nos restarão? que mudanças e condicionamentos iremos enfrentar? que tipo de resistência será possível implementar (esta é para o Max), etc.”

    Considero estas perguntas do Krowler muito importantes para reflexão e um agendamento da teoria e das práticas que serão passíveis de desenvolvimento.
    Em princípio penso que permanecer vivo, saudável física e mentalmente, as crianças e adolescentes de hoje, seria um triunfo sobre as forças genocidas em pleno vigor atualmente e, talvez, sempre.
    Outra comportamento indesejável pelos poderes majoritários seria a permanência de adultos lúcidos e ativos na guerra contra a capacidade de pensar das maiorias. Consideremos que doa parte das populações já estão com o cérebro desativado.

    1. Considero que boa parte da população já estão com o cérebro desactivado … E partindo deste pressuposto não só é difícil explicar-lhes que estão sendo enganados como se corre o risco de se revoltarem contra quem os alerta . Se o tempo e energia são um recursos sempre escaços… usamo-los para alertar os seguidores da “comunicação social” ou para nos prepararmos ? Afinal a mesma informação alternativa que seguimos não estava disponível para quem a quisesse procurar ? E se ambas as ações forem tomadas, em que percentagens ? Esta é também uma das minhas reflexões.

      1. A minha reflexão é que só o meteoro salva!
        A quantidade de lixo sobre a Terra é tanta, que me parece irreversível ou, transformável para uma qualidade menos ruim.
        A unica maneira de que a coisa possa mudar de lado é, algum milagre ou passe magico, ou diminuindo a quantidade de lixo para que haja uma concorrência leal entre os lixos e os menos lixos, para que, os menos lixos superem os lixos, a coisa venha chance de mudar de direção.
        Infelizmente só com uma limpeza haveria chance de alguma melhora coletiva.
        Agora só resta fazer o que muitos estão percebendo, é salve-se quem puder, é cada um por si e deus contra todos.

  43. URGENTE… Resta pouco tempo para poderem ver este video (gratuitamente)… após o trailer introdutório.
    http*://grow.foodrevolution.org

    1. alfber, eu já aprendi que quando um documentário é bastante premiado e com elevados recursos aplicados, é para ser visto com bastantes filtros!

      1. Melhor ainda que ver um bom documentário é viver um bom documentário em Setembro ainda se pode semear couves, feijão rasteiro, cenouras e agrião, podes ver milhares de documentários mas nada substituirá o prazer de trabalhar a terra de te alimentares do que semeaste não é apenas uma simbiose é uma união espiritual o respeito e a compreensão pela natureza ganha outra dimensão, compreendes melhor o teu lugar e sentes-te parte do ecossistema
        Depois de construíres a tua primeira estufa , o teu primeiro sistema de rega … vais conhecer a sensação que sentiu Valentin Glushko quando o Buran regressou a terra, porque a grandeza dos objectivos esta na alma de quem os projecta

  44. Do mesmo anonimo acima: não sei, nem interessa da vossa parte, mas no meu lugar, as colheitas e sementeiras já estão feitas, falta apenas os cachos. Felizmente na região as pessoas levam a vida em modo tradicional, não são precisos documentários, nem livros, basta o conhecimento de geração em geração, e o calendário agrícola.

    1. Epá ! Acabei de ver o governo a estragar a vida a mais um jovem agricultor , milhares de pés de cannabis sativa a maior plantação de sempre em Portugal arrancados e o jovem e promissor agricultar será julgado em tribunal , um cidadão que cultivava a terra e cujo exemplo de vida em breve permitiria equilibrar a nossa balança comercial e deixar de importar de Marrocos e quiça até começar a exportar para Espanha … Holanda … E depois vem com aquela treta : Háaaa e tal… tem de haver mais empreendedores …mais exportações . Vão-se Fxxxx É uma vergonha !!!
      Pode-se usar toneladas de glifosato … destilar e fazer aguardente e bagaço de venda livre , um homem pode-se embebedar livremente, pode tomar Xanax e prozac que deixam o cérebro todo mamado e ainda é comparticipado, Mas beber um chá de cannabis para ajudar a dormir… nem pensar !!! ( PQP)
      Este é o máximo exemplo de como um estado pode criminalizar a natureza !!!
      Atenção que não sou fumador nem aconselho a fumar canabis, nem barbas de milho nem mesmo se misturados com oregãos ,mas é inegável os efeitos terapêuticos da canabis alias de onde derivam muitos medicamentos… fico triste … e revoltado…Isto recorda-me que muito haveria para falar de agricultura , de patentear sementes , outra verdadeira aberração legal e isto faz-me pensar de como a própria agricultura pode ser uma forma de luta contra a tirania governamental e das corporações. É muito mais difícil dominar um homem que produz o seu próprio alimento…

  45. O ultimo paragrafo disse a verdade que aos poucos está a levar a dominação produz o seu próprio alimento. As sementes já não são puras, vive-se do plantio das “sementes terminator” plantas uma ou duas gerações e pronto toca a ir às compras. Se isso já não é dominação no mais é dependência.

    1. É mesmo… também notei isso , plantas e legumes que crescem com deformações estranhas …cores estranhas, o ano passado quis arranjar milho para semear e notei que 90% do milho que se semeia em Portugal é transgénico, consegui um amigo na ilha da madeira que me enviou algumas sementes que sempre tem existido entre os agricultores lá da região. Também por isso valorizo muito as autóctones aqui guardo acelgas , beldroegas , e redescobri as urtigas , muito, muito bom .

    1. Muito bom, já vi documentários com essa senhora, recomendo-lhe este : https://youtu.be/7QpBzHsyrKo
      Chama-se ” La comida que pisamos. Plantas silvestres comestibles” Espanhol, mas as plantas de que ele fala encontramos aqui facilmente… é breve, 18 minutos ,e que lição !!! O Sr. Josep Pamiés tem também vários vídeos sobre plantas medicinais e são, literalmente, medicamentos que pisamos … Quem diria …

  46. Olá: fiquei devendo para um comentarista uma resposta, quando ele excluiu a China de importar arroz do Brazil.
    “Os motivos da explosão de lucros e dos resultados extraordinários são muitos. Essas companhias, desde o início do ano, vinham experimentando desempenho acima da média, lembram os analistas. “E melhorou, nos últimos dias, quando a China, que ao contrário da maioria dos países, registrou crescimento de 10% mesmo com a pandemia, comprou praticamente todo o estoque de arroz nacional. Mas, a escassez interna e a alta dos preços só aconteceram porque o governo falhou. Não tinha suficiente estoque regulador”, destaca o economista Cesar Bergo, sócio consultor da Corretora OpenInvest. Com o dólar equivalente a R$ 5,40, o produtor preferiu exportar.”
    Além da entrevista ao Correio Brasiliense que, conforme acima afirma a exportação, ela se justificou na China em função de que desde julho chove demais em regiões de plantação, com muitíssimas perdas. É de se notar que neste período, 750 rios em território chinês transbordaram.
    Parece estranho a China importar arroz, mas é fato, e do Brazil.

        1. O problema surge qdo um governo, que se diz patriota, não intervem através de um limitador de exportação, o que acontece em vários países ditos desenvolvidos. E nem irá, pois o Agronegócio financiou sua campanha presidencial.

  47. Olá Todos: esse vídeo mostra o grau de vitimização da elite do agro negócio brasileiro, para não falar do grau de cretinice.
    Chamam os governos anteriores de socialistas…ah se tivesse sido assim!!!
    Falam ser os responsáveis pela comida na mesa dos brasileiros. Esquecem que é a agricultura familiar que alimenta o Brazil em 80%. Provavelmente será dizimada pela falta de incentivo e financiamento governamental.
    Esquecem de mostrar que suas fortunas astronômicas foram feitas sobre o cadáver de donos de terras sem poder, de população escravizada e exportação pelo melhor preço.
    Firmam que a exportação pelo maior preço é uma determinação, como se não fosse uma escolha capitalista, cujo interesse sempre foi e continuará sendo o lucro máximo, sem ética nem pudor.
    Realçam uma necessidade de obter mais vantagens para plantar mais e aí, talvez sobre para o país, uma mentira deslavada, pois quanto mais plantarem, quanto mais extinguirem os solos abaixo de fertilizantes venenosos, quanto mais máquinas comprarem, mais exportarão.
    Sim, falta governo para regular, punir os abusos, taxar os grandes lucros, garantir reservas para uso industrial e de consumo internos. E como falta hoje, como faltou ontem.
    Já está faltando comida nas prateleiras do super mercados e o que tem atinge as alturas em preço. Isso acarreta problemas sérios para o consumidor urbano comum.
    Como já disse várias vezes, moro numa região de pequenos agricultores. Aqui os preços baixam porque os consumidores têm pouco dinheiro para comprar. Mas eles continuarão plantando porque o instinto lhes avisa que vai faltar comida. E nós continuamos consumindo.
    Posso comprar uma bandeja com 30 ovos por 6 reais; batata, legumes e verduras na porta se desejar, e carne fresca proveniente de abatedouro conhecido, independente do varejo dos supermercados. E ainda posso comprar quase tudo que se planta, orgânico, na estrada, a um km daqui, num local de armazenamento e distribuição dos alimentos orgânicos produzidos pelos agricultores locais. Mas sou uma privilegiada neste setor porque a terra aqui em volta produz.
    Posso dizer que a exceção da estupidez que grangeia rápido e voraz, aqui é um dos poucos melhores lugares para sobreviver num país condenado a ser granja dos grandes compradores, e sua colônia ad eterno, um lugar que a custa de todos semeia grandes fortunas.
    Abraços

    1. Aí Maria, vai depender do que você entende por Governo, eu entendo que o governo esta todo aparelhado por socialistas, graças aos governos socialista anteriores, sim socialista/comunista disfarçados seja lá do que se queira chamar, foram sementes plantadas que agora dão os seus frutos.
      Os videos não são cretinos, eles constatam o que é e, o que não é.
      Vê-se claramente sua queda para a esquerda, deveria estar contente porque o que esta acontecendo são os frutos das sementes plantadas nos governos anteriores, que estão sabotando e engessando qualquer tentativa de melhora, acusando o remédio pelos sintomas da doença.
      Enquanto o povo não ver como esse velho esquema funciona e dar um jeito de tirar essa corja de lá, vai ser isso mesmo, guerra pra achar o culpado enquanto o culpado é o próprio maldito povo imbecil.
      Só o meteoro salva, é muito imbecil junto, não há possibilidade de tantos deixarem de ser.
      O mundo acabou, ou falta pouco pra morrer, só que a gente, por estar nele, não vê, é como olhar no espelho tendo 80 anos, e achar que mudou pouco ao longo dos anos, mesmo a morte estando ali, cada vez mais próxima.

  48. Pepe Escobar escreveu hoje na sua página do Facebook:

    ‘Não admira que neocons e imperialistas humanitários estejam em modo absolutamente assustado.
    Vocês lembram-se todos do Casamento do Inferno e do Inferno: GWOT e OCO (Guerra Mundial contra Terror / Operações de Contingência Ultramarinas).
    No final, todo aquele som pós-9/11 e fúria não significava NADA.
    O que fez, na verdade, foi acelerar uma metástase. O surgimento do concorrente do Uber Peer: parceria estratégica Rússia-China. Vamos lá, suckas.’ – fim de citação

    Temos uma nova guerra fria?
    E o Covid, serve a ambas as partes?

        1. Essa noticia supostamente sobre o aproximar de relações entre China e Russia acaba por falar mais da tensão com os Estados Unidos do que do tema que supostamente dizia tratar e é a mais pura e refinada propaganda Chinesa de fazer corar de inveja o Strategic Tretas Foundation

          Alias o titulo exprime mais a tensão com os EUA do que a colaboração entre Russia e China :

          “Como aproximação ‘sem precedentes’ entre Rússia e China materializa pesadelo dos EUA”

          Pesadelo ! É a palavras mais forte do titulo

          A noticia é uma “montanha que pariu um rato” e acaba por falar genericamente de :

          “…Os dois líderes se reuniram na semana passada numa cúpula em São Petersburgo, assinaram 30 acordos e prometeram reforçar a cooperação entre as nações. …”

          Promessas …

          Não existem acordos comerciais de livre transito nem politicas comuns em nenhum sentido e muito menos acordos militares , nota que a NATO possui como base que quem atacar um membro da NATO esta em guerra com todos os membros da NATO , China e Russia não possuem nada…nada…nada que se pareça com isto nem sequer cooperação militar ou troca de tecnologia militar

          China deseja criar a imagem de ser aliada da Russia para reforçar a sua imagem no mundo, de que pertence a um bloco poderoso , mas o que possuem em linguagem asiática é um ” tigre de papel”

          Russia não confia na China e tens razões para isso desde o tempo da URSS , receberam ajuda tecnológica patenteada e á boa maneira chinesa desmontaram, replicaram tudo e venderam copias baratas como se fosse tecnologia chinesa … roubar patentes comerciais para os chineses já é uma tradição antiga… a Russia possui a sua balança comercial desequilibrada em relação á China o que nunca é confortável nem auspicioso

          E por fim :

          “… Xi, que visitou com Putin ursos que seu país presenteou à Rússia como parte de sua tradicional “diplomacia do panda” (os animais como símbolo da vontade de diálogo político). …”

          Ofereceram uns ursinhos fofinhos … wow … portanto terão sido 29 acordos diversos como aqueles de cooperação e boa vontade que Portugal assina com os PALOP e mais um para tratar bem os ursinhos .

          É assim que esperam enfrentar o império Americano a parceira NATO ?

          Qual era afinal o pesadelo ? os ursinhos ?

  49. Enxerga-se socialistas e comunistas por toda parte, quando na verdade, são facções funcionais diversionistas de um mesmo sistema. Uma forma de “guerra fria constante”. Não há antagonismo ao sistema, mas pseudo “oposições” que precisam existir para levar as populações invariavelmente a mesma equação: ação (provocada) = reação (condicionada) = solução (prevista).

    1. Sim, caro Charles, há que se eliminar o problema para que não seja exigido soluções, se sabemos que “comunismo” é o ouro lado da moeda que cria reações para soluções convenientes, nada melhor como primeiro passo, ou para prevenção de futuros problemas, eliminarmos o comunismo em todos os seus disfarces, inclusive o capitalismo, como o conhecemos.
      Mas o primeiro passo é o “comunismo”.

      1. Não tem como eliminar sequencialmente o que é peça base dentro de um mesmo sistema. O capitalismo se alimenta deste “comunismo”. Ele integra uma única engrenagem.

    2. Tens razão Chaplin amigo
      Eles tem tudo controlado
      São duas faces da mesma moeda
      Neste jogo viciado

      Julgamos ter grande poder
      Veneramos a liberdade como ouro
      Por achar que podemos escolher
      O caminho que nos leva ao matadouro

      És pois de grande saber
      E de apurada convicção
      Consegues bem perceber
      Que é tudo uma ilusão

      Comunismo e faschismo
      Duas marionetas são
      Mergulhadas em obscurantismo
      E manobradas pela mesma mão

  50. Olá Todos: para quem interessar possa, a China é a maior parceira comercial da Rússia, e a Rússia tem cada vez mais parcerias com a China; A china e a Rússia realizam exercícios militares em conjunto no Cáucaso; A China teria interesse em anexar o território de Vladivostok, mas entrou em acordo com a parceira para não fazê-lo pois prejudicaria a mesma; Rússia e China combinam em parceria para responder à Otan.
    A China ama a Rússia e vice-versa? De jeito nenhum. São ordens político, culturais, econômicas, religiosas totalmente diferentes, mas se respeitam de igual para igual, e desenvolvem estratégias diplomáticas inteligentes para as fortalecerem diante do imperialismo financeiro internacional, o neo liberalismo e o progressismo que vindos de fora as ameaçam.
    Entre os dois países não existem sanções, existe apoio técnico-militar entre ambas as nações.
    Se nesse momento onde os países, ou são submetidos, ou são os que submetem, a cargo dos interesses imperialistas financeiros e corporativos transnacionais , a relação entre Rússia e China só pode ser chamada de parceria.
    Ambas as nações não mais aceitam o submetimento vindo do exterior, isso faz com que sejam odiadas pelo ocidente.
    Pessoalmente não gosto da política interna chinesa, sei que ela está a desenvolver um outro tipo de submetimento no mundo, mas se um Putin tivesse nascido no Brazil, nooossa, que eu ficaria contente.

    1. Não existe nenhum acordo de auxilio mutuo entre China e Rússia em caso de agressão militar por uma potencia estrangeira … nem acredito que vá surgir, e isso é a grande diferença, . Apoio técnico militar ? Isso na pratica é o quê ? ambos continuam a operar armamento próprio e a pesquisar de costas voltadas, dai a grande necessidade de apostar na imagem de força já que uma aliança forte capaz de fazer frente ao império americano não existe

    2. Maria, quando dizes :

      ” Ambas as nações não mais aceitam o submetimento vindo do exterior, isso faz com que sejam odiadas pelo ocidente.”

      1 – China e Russia não estão no mesmo saco. Isso é o que a China quer fazer crer ao mundo desembolsando fortunas para criar essa imagem pagando ao “strategic tretas foudation” e outros pasquins disfarçados de órgãos de informação alternativa enquanto o seu povo se alimenta de cães e gatos e do que mais conseguir deitar a mão.

      2 – A China não é odiada por não aceitar se submeter ao ocidente, a China é odiada por se comportar exatamente como os piores países do ocidente se comportaram ao longo da historia e alguns ainda se comportam, a China é odiada pelo seu comportamento com cerca de 9 países em volta do mar o sul da China e ainda pelo seu comportamento, com o Tibete, os Uigures, a India , Taiwan , Hong Kong…Usando as tuas palavras, China é um pais: ” imperialista financeiro internacional ” que sequestrou pela divida países pobres estrategicamente colocados ou com solo agrícola de qualidade

      ” China combinam em parceria para responder à Otan ?

      Os EUA são indiscutivelmente a maior potencia militar do planeta ( mesmo sem a OTAN ) o seu teatro de guerra e os seus treinos são á escala global, espacial e cibernético, Russia e China ensaiam exercícios a um nível regional muito limitado, nem vou falar de armamento porque o armamento Chines baseia-se no essencial em copias tecnológicas do ocidente ( nunca conheci nenhum aluno que estudasse á base de cabulas e tenha sido um profissional de sucesso) .
      Falarei apenas do mais básico dos básicos que é o código linguístico a OTAN tem o mesmo código , o inglês, China e Rússia não tem sequer um idioma comum em caso de guerra á escala global e com armas nucleares á mistura só lhes resta falar por mimica porque até o “google translate” lhes vai ser negado, isto é no mínimo anedótico. Como não tem nenhum acordo de apoio mutuo como a OTAN se o quisessem fazer em caso de guerra , a guerra terminaria antes do acordo estar concluído.

      Perante isto estranho haver quem acredite que China pode ser alguma espécie de alternativa do que quer que seja quando eles personificam o que de pior aconteceu ao longo da historia da humanidade.

      É certo que em termos de tecnologia militar apenas sabemos o que nos deixam saber, e o que é muito pouco , porém através dos indícios disponíveis quando vemos os EUA a testar aviões-caça de 6.ª geração e vemos a china a transformar navios de carga em Porta-helicópteros … a única imagem que me vem á mente …é a de um tigre… de papel .

      Resumindo: Se fosse verdade que China e Russia são aliados contra o ocidente há muito tinham firmado um pacto de assistência mutuo em caso de agressão por uma potencia estrangeira, como a OTAN ou como foi o Pacto de Varsóvia, não o tem. E oferecer ursinhos fofinhos … não é bem a mesma coisa…

      1. Não, não é…mas a China também não é um “tigre de papel”… essa pode ser uma perigosa ilusão prós ocidentais.
        O “tigre chinês” já é um “tigre”, embora possa não ter atingido ainda a idade adulta.
        A cópia tecnológica resulta, quando bem feita e o progresso tem sido enorme. E, os números compensam.
        Mais importante, é o sistema financeiro, que é/será dual… assente no ouro e em moeda digital.
        Esse, para vingar depende de parcerias, entre as quais a mais importante é a delineada com a Rússia.
        Esse, é o verdadeiro poder que irá pôr em causa a supremacia do dólar/petrodólar e o domínio absoluto do sistema financeiro ocidental. Esse “comboio” já saiu da estação.
        Essa é a causa de todas as “pseudo-guerras” que se desenrolam hoje e poderá ser a causa da próxima Guerra.

        P:S. A referência da China é historicamente, o Dragão, a do tigre seria mais apropriada se atribuída à Índia.

        1. OK alfbber … passemos das teorias para os exemplos . Estou farto de ouvir falar nessas miraculososas parcerias Russia – China… OK, Qual é então a parceria importante delineada com a Rússia ? De que trata essa parceria em que se concretiza e que vantagens palpáveis esta a trazer para esses 2 atores?
          Por favor , esclarece-me …

          A copia tecnológica resulta ? desde quando é que assucatar resulta ?

          E quem é que no seu perfeito juízo arriscava em nome da Rússia um compromisso sério com a China quando esta está quase em guerra com a India e a India é um parceiro comercial muito mais importante para a Rússia que a China , e como ficaria a posição da Rússia em relação ao mar do sul da China e a todos os países potencias clientes da Rússia que se viram espoliados pela China ?

          Parcerias ? Com um estado emergente com 1000 milhões de bocas para alimentar, a esmagadora maioria vivendo em condições infra humanas para manter a flutuar o pseudo “milagre económico chines”, em conflito territorial com cerca de 10 vizinhos e ao mesmo tempo com o Imperio mais forte do planeta e maior potencia militar ?

          Nem que eu fosse presidente do Caralhaquistão do Norte e o meu querido pais estivesse cheio de dividas eu aceitava parcerias com estes gajos … são loucos!

          Como é que no mesmo planeta em que existem países como a Suécia, a Noruega, A Islândia, a Dinamarca, a Alemanha, a Finlândia … se admiram países como a China ? Queres comparar a qualidade de vida e de instrução de um pobre num destes países nórdicos com a de um chines de classe media na China ?

          Que seja, pois então … Um dragão de papel!

          P.S. Propaganda não é informação …

          1. Irei tentar dar respostas as questões que levantas… com calma e tempo.
            Não julgo é que este post seja adequado para tal, por isso tende alguma paciência.

            P.Lopes, espero sinceramente que não esteja a confundir a minha perspectiva dos acontecimentos deste nosso tempo, com qualquer tipo de admiração ou seja lá o que for, para com um sistema ditatorial de controlo politico-social de massas e de ambição imperialista. Não está pois não?
            Não me interessa onde, quem, como e porquê. Se é anti-democrático, tem-me como antagonista.
            Quando assim, maior é a minha atenção aos desenvolvimentos que se processam, com especial relevo para os que sub-repticiamente vão fazendo o seu caminho.
            O maior perigo quase sempre advém de subestimarmos a capacidade dos nossos adversários/antagonistas. É preferível fazermos o contrário… os riscos são menores.
            Mantermos a cabeça fria e as emoções sobre controlo, é imperativo para a eficaz análise de qualquer situação e definição das soluções possíveis, independentemente do (mais) desejado.

            1. Meu caro, todo o tempo do mundo, e também estou pronto para mudar de opinião, tudo muda as opiniões também podem mudar. Relativamente a ditadores não simpatizo com nenhum incluindo os ditadores mascarados que forjam eleições eliminam adversários … jornalistas… que dividem o poder com outro fantoche para dar a ideia de rotatividade no poder ou simplesmente contornar a constituição e / ou vão empurrando com a barriga os limites da constituição para ficarem mais uns aninhos no poder. É patético viver dependente de um qualquer querido líder como se fosse um ser divino e ao mesmo tempo passando um atestado de estupides e infantilidade a todo o povo. Dos povos que no Sec. XX atingiram os mais elevados padrões de qualidade de vida nenhum deles era uma ditadura ou uma falsa democracia

  51. As florestas brasileiras estão sendo largamente queimadas para transformar matas em solo voltado para pasto e agricultura. Tudo orquestrado pelo agronegócio para atender futuras demandas vindas da China. O Brasil se tornará a maior fonte de abastecimento alimentar dos chineses.

  52. Então, todos convencidos (e satisfeitos) de que o responsáveil pelas mazelas civilizatorias é o Senhor Paranormal de Almeida, sobrevivente das catacumbas de Alexandria…q maravilha! O que não se faz para desviar a atenção dos gentios…

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.