Cadê CO2?!?

Cadê CO2? O que acontece com o terrível Dióxido de Carbono que tudo mata?

Bom, dado que a pandemia do Coronavirus tem parado o planeta, o Dióxido de Carbono deve ter desaparecido ou quase: nada de trânsito, fábricas fechadas… de certeza deve ter sido reduzido e nem pouco. Pelo que: estamos bem melhor do que antes neste aspecto, disso não pode haver dúvidas.

Cadê CO2? O Dióxido de Carbono está aqui, connosco, mesmo com o planeta parado, mesmo sem trânsito, mesmo sem as fábricas que cospem fumos para o ar. Está connosco e teima em não diminuir ainda que não haja intervenção humana. O que aconteceu ao Aquecimento Global Antropogênico?

Tranquilos, mais cedo ou mais tarde será fornecida uma explicação.

Esperem um teorema do tipo: Não é possível uma significativa descida durante um curto espaço de tempo pois a acumulação acontece desde a Revolução Industrial, pelo que é preciso muito mais antes que os valores possam reduzir-se.

Corolário nº 1: O CO2 já está em todos os lados, até debaixo das pedras, não cala nem quando estamos parados, pelo que faltam 3 meses para que o mar suba 7 metros.

Corolário nº 2: Façam a vacina e comprem um carro eléctrico.

Em qualquer caso: voltará Santa Greta, o gnomo sueco, e iluminará os nossos obtusos cerebrinhos.

 

Ipse dixit.

7 Replies to “Cadê CO2?!?”

  1. Já está de volta.
    Abri o Facebook e o TED estava em destaque com uma palestra do dito Gnomo Nórdico.
    “Precisamos salvar o planeta e outras trafulhices”

    Será que o Bill além de vacinar a humanidade, também vai advogar vacinar o planeta?
    Já estou a ver… Um chip no núcleo e outro na crosta.

    Para o nosso bem.
    E do planeta, claro.

  2. O professor João Tilly tem feito um trabalho extraordinário com os seus vídeos, e é das poucas vozes assim como o sr. André Dias a denunciar a falsa pandemia da doença do coronavírus covid-19 e o que está por de trás de tudo isto.

    As pessoas recusam-se a comentar ou ficam enraivecidas com o vídeo do sr. André Dias, já no caso do sr. João Tilly para além de igualmente se recusarem a comentar ficam ainda mais enraivecidas pela preferência política do mesmo.

    Quando é que esta gente vai perceber que a situação para a qual nos estão a empurrar, jamais pode ser encarada com divisões e disputas ideológicas?

    Estão a destruir a nossa liberdade, a razão e o conhecimento, em troca de uma falsa segurança contra uma ameaça invisível.

  3. Tenho visto comentários sobre a melhoria da qualidade do ar na capital paulista. Vou a São Paulo todo o ano e é fácil observar sobre a cidade, uma nevoa levemente acinzentada, mesmo nos dias de sol. Alguns paulistanos até brincam dizendo que estão conseguindo ver o céu. Com certeza deve haver algum leitor do II de lá, para confirmar se houve uma melhora significativa, parece que sim.

    https://ciclovivo.com.br/planeta/crise-climatica/em-uma-semana-poluicao-em-sao-paulo-cai-pela-metade/

    Agora, colocar uma estação de medição de CO2, próximo a um vulcão, é de doer. Difícil de acreditar, se eu visse esse video em qualquer outro lugar, diria que é fake.

    Diria o manezinho da ilha ( morador tipico de Florianópolis ), quando está a duvidar de algo: “Ó-lhó-lhó, tu diz?”

    Abraço a 1,5 metro.

  4. O CO2 está impávido e sereno na sua trajetória habitual. Até à presente data não se verificou na curva de evolução da concentração do CO2 na atmosfera, nenhuma alteração que iniciasse a interferência do ser humano na referida concentração.
    Depois de ver o vídeo do João Tilly, fui confirmar ao site da NOAA os valores, e está tudo certo.

    1. Obrigado Krowler! Vou ver a tal história da ilha com vulcão, ainda não verifiquei. Mas Tilly não costuma brincar com estas coisas.

    2. É verdade, é um observatório da NOAA. Como reza Wikipedia versão inglesa: “A partir da sua localização bem acima das influências locais geradas pelo homem, o MLO monitoriza a atmosfera global, incluindo o dióxido de carbono dos gases com efeito de estufa. As medições são ajustadas para ter em conta a emissão local de CO2 proveniente do vulcão”.

      Esta última parte é engraçada porque dito assim parece um vulcão tranquilo que emite quantidades de gases constantes. Mas Mauna Loa faz parte do programa Decade Volcanoes, que incentiva os estudos sobre os vulcões mais perigosos do mundo. A última erupção foi entre Março e Abril de 1984 e as erupções em 1926 e 1950 destruíram aldeias. Um vulcão tranquilo, o ideal para medir os gases longe “das influências locais geradas pelo homem”…

  5. A natureza respira,incluídos os humanos, com ou sem “pandemia”, com ou sem indústrias. Ora, ora, boa ideia esta de mostrar estes dados.
    Outros gases devem estar contaminando o ar, em tempos de “pandemia”, porque os alucinados do humanismo descobriram só agora que cadáveres, com sacos plásticos na cabeça, ficam em macas, nos hospitais públicos, ao lado de outros vivos sendo tratados. E o cheiro vaiiiii…numa capital da Amazônia, Manaus, com temperaturas infernais. A “pandemia” está permitindo ao Brasil conhecer o Brazil. Ninguém sabia que nas filas do SUS, com ou sem “pandemia”, gente morria. Sejamos honestos, pobres morriam. Por favor, é muita hipocrisia nesta terra. E enfermeiros e médicos morrendo. Ninguém quer saber porque. Quer dizer, todos afirmam que o Covid 19 os matou, coitados heróis do Brazil.
    E no meio do carnaval, de repente, sem explicação plausível, o Governador de SC mandou abrir tudo, tudo mesmo supostamente porque aqui tem pouca gente contaminada, poucas mortes. É um Estado exemplar! Só que tem de andar de máscara. Caso contrário multa. E está todo mundo feliz, só vendo na TV e internet as covas rasas que o Governador de SP manda cavar, e os defuntos apodrecendo nos hospitais de Manaus. E a farra brasileira dos ricos, moradores de Miami, continua. Viva o Brazil

Obrigado por participar na discussão!

%d bloggers like this: